Voxel

6 formas bizarras que você não conhecia do primeiro PlayStation

Último Vídeo

A marca PlayStation acabou de completar 20 anos. Lapidada no mercado, a Sony trouxe à memória dos jogadores algumas boas lembranças do passado com vídeos, imagens e toda a sorte de materiais de divulgação. Aliás, se você ainda não conferiu o superespecial do BJ a respeito dessa data especial, clique aqui.

Mas alguns fatos passam despercebidos em um longo período de 20 anos. É claro que, quando pensamos em PlayStation – no primeiro, no classicão –, o semblante que temos é o daquele clássico console de cor gelo-acinzentada.

Ocorre que, no decorrer dos anos, diversas formas e concepções do aparelho brotaram por aí. Reunimos algumas das mais interessantes na seleção abaixo. Transformers disfarçado de PlayStation? Sim! Acredite: há isso e muito mais. Confira!

1. Cores diferentes

Apesar de ter sido consagrado em sua cor “cinza”, o PlayStation teve variantes coloridas que chegaram a alguns poucos (e sortudos) mercados do mundo. A indústria japonesa foi um desses nichos.

O colecionador Robert Sebo postou algumas fotos do modelo DTL-H1000, o PS1 “tijolão”, em cores diferentes. E todos os aparelhos, só lembrando, são modelos oficiais da Sony, e não “fan made”.

2. Celular conectado ao PS1 (sim!)

Acredite: era possível navegar pela internet através de um celular conectado ao PS1. Mas o recurso, naturalmente, chegou só em 2001, sete anos após o lançamento do PS1.

Com o software certo rodando no console e um recurso de dados no celular denominado “i-mode”, o usuário podia navegar na internet em seus tempos primitivos e ainda por cima jogar alguns games online. Tudo isso infelizmente nunca chegou ao ocidente.

3. Console disfarçado de Transformers e vice-versa!

Essa é uma ideia típica dos nipônicos. Em algum lugar do Japão, alguém teve a (brilhante) ideia de “embutir” Optimus Prime, de Transformers, num PlayStation. E o resultado é este aqui:

Exatamente: tal qual nos filmes e desenhos, em um momento o console é um mero objeto, mas, em outro, pode se transformar num robô gigante com arma. Megazord melhor não há.

4. “PlayStation-relógio”

A enorme tampa redonda que fica na parte de cima da carcaça do console bem que serviria como um autêntico relógio de ponteiro. Pois sim, alguém pensou nisso: o talentoso Zoltan, um técnico mecânico e designer da Hungria, transformou essa parte do video game num relógio sóbrio, elegante e funcional.

Claro que se trata de um objeto “fan made” que acabou sendo leiloado e já sumiu do mapa na mão de alguém, mas muitos fãs se inspiraram na ideia para elaborar outras criações parecidas.

5. O “chaveiroStation”

Chaveiros são objetos que, por natureza, podem adquirir diversas formas diferentes – é como se eles estivessem no mundo de Gulliver. Os japoneses, em especial, são loucos por miniaturas, por coisinhas colecionáveis. Eis que assim surgiu o “chaveiroStation”, uma miniatura completa do primeiro PlayStation, com direito a controle, cabinho e até mídia dentro do console. Ou melhor, do microconsole.

Companhias como Takara tipicamente produzem esse tipo de acessório, que raramente chega ao ocidente, para nossa infelicidade.

6. A versão Game Boy do PlayStation

O Sony PocketStation foi uma plataforma oficial que poderia servir como um memory card tradicional e um device portátil.

Com seus próprios botões e uma tela monocromática em LCD, o aparelho permitia jogatinas a partir do “console-mãe”, isto é, o próprio PlayStation. Era até possível baixar dados de um personagem de Final Fantasy, por exemplo, e mexer em seus atributos durante a jogatina – mas só se você morasse no Japão, pois o PocketStation jamais saiu de lá.

E você, conhece alguma curiosidade relacionada ao icônico console da Sony não listada aqui? Não deixe de compartilhar abaixo!

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.