Voxel
11
Compartilhamentos

Beat Saber é a mistura perfeita entre Guitar Hero e Star Wars

Último Vídeo

A franquia Guitar Hero tentou reviver lançando Guitar Hero Live, mas não foi muito bem aceito pelo público. Assim, os fãs de jogos musicais ficaram meio na mão, até que Beat Saber chegou ao mercado. O game fez bastante sucesso nos VRs para PC, misturando a dinâmica do game de rock com espadas muito parecidas com a da saga de filmes Star Wars.

O hype em cima dele foi tão grande que, menos de 6 meses após seu lançamento, ele foi anunciado para o PSVR e nós do Voxel tivemos a oportunidade de testá-lo durante a Brasil Game Show 2018.

Gameplay

-

Espadadas coloridas em ritmo de festa

A forma como a Beat Games criou o game faz você querer dançar enquanto acompanha a música. É necessário ficar de pé para jogar já que, além de quebrar as caixas coloridas, você precisará abaixar e ir para os lados graças a uma barreira que aparece de vez em quando.

A grande dúvida era como o game ficaria no PSVR, já que, além de ser uma tecnolgia nova, alguns games tem apresentado bugs que atrapalham a jogabilidade, e em um jogo como esse a precisão é algo essencial.

Para destruir as caixas flutuantes que vem na sua direção, você utiliza dois sabres que lembram muito os utilizados nos filmes de ficção científica Star Wars. Um é azul e outro vermelho e é preciso usar o de coloração correspondente para quebrar os itens e, assim pontuar.

Game 2

Em algumas músicas de níveis mais difíceis, é necessário inverter os braços, o que é bem difícil no começo. A confusão mental faz você perder diversos pontos, mas é só se concentrar e fazer uma associação mental relacionado a lado e cor que facilita (é mais fácil do que parece).

Pela sua simplicidade e diversão, é o tipo de experiência que você pode ter por horas e horas sem cansar ou enjoar. Cada música apresenta suas dificuldades e desafios que me cativaram durante minha gameplay a conseguir 100% em todas que pude testar.

A músicas presentes na versão testadas eram todas eletrônicas, o que pode não agradar a maioria dos gamers, que gostariam de outros estilos, como rock, hip hop e até pop. Se a versão para PlayStation 4 seguir o mesmo esquema da de PC, será possível baixar outras faixas e curtir bastante do seu jeito.

Nada de enjoo, só música de qualidade

Sobre a parte mais técnica, o game foi bem responsivo e não houve nenhum bug ou problema, coisa que acontece com uma certa frequência com o PSVR, onde as mãos ficam em lugares errados, o que dificulta ou impossibilita a jogatina. A perfeição nos movimentos durante os testes tornou a experiência ainda mais impressionante e divertida para mim.

Os relatos de pessoas passando mal com o acessório graças a uma movimentação nada natural são bem frequentes, mas não fiquei sentindo enjoo que poderia ser ocasionado nesse caso pelas cores vibrantes e o som alto. O título usa muito bem os recursos da tecnologia que, para o público dos anos 80, era só sonho.

Sem dúvida, é um dos títulos mais atrativos que estavam presentes durante a BGS na parte do PSVR. Vai agradar os fãs de games musicais e os órfãos de Guitar Hero que necessita de uma nova experiência no mesmo nível de inovação que o título trouxe.

-

Beat Saber está disponível na Steam desde maio deste ano, mas não tem data prevista para o PSVR.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.

Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Participe agora deixando seu comentário Acesse sua conta
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários