Voxel

Call of Duty: qual o pior game da franquia?

Último Vídeo

Será mesmo que Infinite Warfare é o pior Call of Duty? O mais odiado e o que tem mais deslikes no YouTube com certeza ele é, mas sobre ser o que tem a pior nota… melhor pensar de novo. Aqui vamos ranquear os piores Call of Duty, começando com o menos pior e indo para o que, entre os 16 jogos principais da franquia, deixou mais a desejar.

Para fazer essa lista, usamos o agregador de notas Metacritic como referência, que faz uma média das notas dadas por vários veículos especializados. No cálculo, consideramos as notas de todas as plataformas para qual cada jogo foi lançado – no caso de o jogo ter saído para mais de uma geração, usamos apenas a nota da geração mais recente. E claro, também vai rolar uma lista com os melhores games da franquia.

8. Call of Duty: Advanced Warfare (2014)

Média: 80,7

E o melhor entre os piores é ele, Advanced Warfare, que foi o primeiro feito inteiramente pelo estúdio Sledgehammer Games e também o primeiro a ir para o lado futurista e tecnológico. É difícil falar mal desse game, afinal, 80,7 não é uma média ruim e ele foi sim elogiado pelas novidades que trouxe para a série.

CoD

As notas mais baixas que ele recebeu foram por conta da campanha. Se no multiplayer as bugigangas tecnológicas e a movimentação com o exoesqueleto eram totalmente funcionais, na campanha muito disso era restrito, não oferecendo todo o potencial para o jogador. Além disso, apesar da atuação e do motion capture excelentes dos atores, a história ainda tinha uma trama óbvia e diálogos fracos. E claro que também tem o clássico “é bom, mas é meio que a mesma coisa de sempre” que aparece em pelo menos uma análise de cada Call of Duty da história.

7. Call of Duty: Black Ops II (2012)

Média: 80,3

Se Advanced Warfare tinha uma campanha fraca, em Black Ops 2 a história é outra – literalmente. A campanha single player do game foi muito elogiada, com uma história densa e diversos momentos de escolhas dramáticas que alteravam o final do game. O multiplayer também trouxe algumas novidades, como o sistema de customização de personagem por pontos.

CoD

O problema dele estava mesmo na engine, que mostrava sinais claros de desgaste com texturas em baixa resolução, problemas de colisão e objetos aparecendo no meio do cenário. Ainda assim o game, apesar de estar na lista dos piores, não teve notas tão ruins.

6. Call of Duty: Black Ops III (2015)

Média: 78,3

Aqui temos um clássico caso de “é mais um Call of Duty”. O ponto mais problemático foi a campanha, que praticamente ignorou os antecessores da série e entregou um enredo meio sem sal. O multiplayer trouxe uma nova dinâmica com os especialistas, e o modo zumbi renovado agradou bastante e foi o que deu uma levantada nas notas do game.

CoD

5. Call of Duty: World War II (2017)

Média: 77,3

Agora você deve ter feito uma cara de surpresa! Quando o jogo foi anunciado os fãs ficaram em êxtase que a franquia ia sair do futuro e voltar para o passado, mas pelo jeito a mudança não foi o suficiente para fugir do – sim, você acertou – “ta legal, mas é meio que a mesma coisa de antes”.

CoD

Os que criticaram a história disseram que ela não trazia nenhuma abordagem nova para Segunda Guerra, trilhando os mesmos caminhos que outras obras de antes dela. O multiplayer foi elogiado pelos seus novos modos e também por trazer uma jogatina mais pé no chão e estratégica, sem os “super soldados”.

4. Call of Duty 3 (2006)

Média: 77

Este aqui foi um dos primeiros Call of Duty, então o problema dele não era “é legal, mas é a mesma coisa”. O jogo causou boas impressões, com uma campanha cinematográfica, o diferencial do game na época, e modos multiplayer elogiados.

CoD

O que abaixou a nota de forma geral foram os bugs no jogo, que atrapalharam bastante. Era muito comum ter que voltar o Checkpoint por conta de personagens presos no cenário, ver inimigos flutuando, efeitos sonoros que desapareciam e coisas do tipo.

3. Call of Duty: Infinite Warfare (2016)

Média: 76

Olha quem apareceu no top 3 dos Call of Duty com as piores notas – ele, Call of Duty Infinite Warfare, que também está na lista dos top 10 vídeos com mais deslikes da história do YouTube. O jogo abraçou a temática sci-fi de vez, e foi para o espaço.

CoD

Foi difícil encontrar um consenso sobre a campanha: muita gente gostou, teve quem não gostou, quem elogiou as fases com naves e quem achou bem ruins. Teve quem disse que as missões opcionais deram um ar de novidade, e quem sentiu que na verdade isso não mudou nada. A única opinião unânime sobre ela foi a atuação e os diálogos, muito elogiados. 

Já no multiplayer todo mundo concordou – foi bom, mas porque era igual ao de Black Ops III, o título que veio antes de Infinite Warfare. A desenvolvedora não foi muito ousada, sem arriscar muito. Você adivinhou: um caso crônico de “é mais do mesmo”.

2. Call of Duty: Finest Hour (2004)

Nota: 74,3

Call of Duty nasceu como um jogo apenas de PC, em 2003, e no ano seguinte Finest Hour apareceu para ser seu “primo” dos consoles. Não era um port da versão de computador, mas sim um jogo totalmente novo. Pela posição na lista, fica óbvio que não agradou tanto assim.

CoD

O primeiro Call of Duty tinha sido aclamado como um excelente shooter de segunda guerra, e a falha de Finest Hour foi não ter traduzido a mesma experiência para os consoles. Não era um jogo ruim, mas não era tão bom quanto o primo rico.

1. Call of Duty: Ghosts (2013)

Média: 73,3

O pior jogo de toda a franquia, com nota 73,3, é Call of Duty: Ghosts. Esse foi o primeiro game da Infinity Ward depois da série Modern Warfare, e também o primeiro a sair para todos os consoles da então nova geração. A galera queria ver como a franquia ia se reinventar com as novas possibilidades da tecnologia, mas no final ela não se reinventou tanto assim.

CoD

A história continuava cinematográfica, e pode se dizer que ela agradou. O multiplayer funcionava bem, mas o grande problema dele foi a falta de inspiração. A maioria dos modos novos eram só variações do que já existiam em Black Ops II, o game anterior da franquia, o que deu uma cara “reciclada” para o game.

Algumas novidades apareceram, como o modo Extinctions e o cachorro Riley como personagem jogável na campanha, mas não foi o suficiente para subir muito a nota do game e ele acabou amargando a posição que jogo nenhum quer ficar. Não é triste que o jogo com o cachorro acabou sendo o pior?

 

Mesmo estes sendo os piores games, é um feito incrível uma franquia com tantos jogos ter os seus piores com a média na casa dos 70. Essa não é uma nota ruim, e mesmo o que tem a menor nota nem pode ser considerado um game ruim.

É claro que essa lista é baseada nas médias do site Metacritic, e muitos de vocês têm uma opinião diferente. Deixe seu comentário com quais os jogos da série que você não gosta. E fique ligado aqui no Voxel para a lista com os melhores games da franquia Call of Duty.

 

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários