Voxel

CBLoL - KaBuM se reafirma na liderança e lanterna tem novo dono

Último Vídeo

Depois de quase duas semanas de espera, o Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) voltou. UHUUUL! Além de um dos maiores clássicos do Brasil, a semana 4 do torneio prometia ótimas disputas que poderiam mexer tanto com a parte de cima, quanto a de baixo da tabela. Dessa vez, a destruidora de invictos, ProGaming, tinha que se provar diante da líder isolada KaBuM. Do outro lado da lista, INTZ precisava vencer da CNB para se afastar da lanterna do campeonato.

1

O primeiro dia de CBLoL já começou com um dos clássicos mais antigos do Brasil: Vivo Keyd e paiN Gaming. A equipe do veterano Takeshi não vinha em um bom momento. Após duas semanas de treinamento, o time da #MelhorTorcidaDoMundo até conseguiu demonstrar evolução e venceu a primeira partida. Porém, os guerreiros da Keyd mostraram o por quê de serem reconhecidos pela adaptação meteórica em séries e não tiveram mais problemas para virarem a série e saírem com os três pontos.

ProGaming e KaBuM protagonizaram a melhor série do final de semana. Depois de acabar com a invencibilidade da Keyd, a PRG teve a difícil missão de destronar os novos reis do CBLoL. Em três partidas muito acirradas, a KaBuM até conseguiu se sair melhor e manter a primeira colocação do campeonato, porém demonstrou algumas falhas que outros times provavelmente irão abusar nas próximas semanas.

TABELA

O competitivo de LoL é uma caixinha de surpresas. Quem iria dizer que os dois últimos campeões do CBLoL começariam 2018 em fases tão ruins? Team One e Red Canids Corinthians demonstraram os piores jogos da rodada, com muitas falhas de ambos os lados e visível dificuldade de comunicação. Depois de uma péssima série, a última campeã brasileira, TOne, continuou demonstrando pouca evolução e um fraco entendimento do meta e é a nova lanterna da competição.

As duas equipes que precisavam de uma redenção no CBLoL, INTZ e CNB, fecharam a semana de jogos. Essas duas semanas de treino eram essenciais para as duas equipes. De um lado, os Intrépidoz mostravam bons jogos, porém se perdiam no meio da partida e, por isso, não tinham sequer um ponto no torneio. Do outro lado, a CNB precisava de tempo para se acostumar com a nova line up com Yampi no top e Robô no mid. No final, a INTZ foi quem mostrou a maior evolução (talvez dentre todas as equipes) e executaram planos de jogos muito táticos para vencer por 2/0 e fugir da lanterna.

Saiba como foram os jogos:

Vivo Keyd x paiN Gaming

Quem estava esperando por um atropelo da Keyd em cima da paiN se impressionou ao ver a partida. A equipe de Takeshi entrou diferente, não era a mesma equipe que vinha sendo criticada pela falta de criatividade no estilo de jogo. Ao escolher uma composição com uma iniciação muito forte e rápida, com Rakan, Galio e Kha’zix, a equipe de Takeshi pegou os adversários desprevenidos e não deram nenhuma chance para que a Keyd saísse na frente da série.

Mesmo perdendo feio o primeiro jogo, uma das maiores qualidades dos guerreiros da Keyd é a versatilidade e adaptação nas séries. Depois de uma primeira partida arrasadora, a equipe de Revolta conseguiu entender que para vencer, precisava de uma composição mais segura, forte no kite back (dar dano enquanto foge) e, principalmente, que ficasse mais forte à medida que o tempo fosse passando. Foi isso que eles fizeram. Com escolhas de Gnar, Ezreal e Braum, eles deram aula de como lutar e não deixaram que o Wombo Combo da paiN funcionasse novamente e empataram a série.

No desempate, vimos qual o lado bom do novo formato do CBLoL. Ambas as equipes trouxeram novos campeões: Vel’koz para a paiN Gaming e Rammus para a Keyd. Novamente, a equipe de TinOwns escolheu uma composição melhor no começo do jogo e com um forte Wombo Combo. Mesmo com pressão em todas as lanes, eles não conseguiram sair na frente quando deveriam e o jogo foi para o mid game praticamente empatado. Se a PaiN não criou vantagem na hora que deveria, a Keyd não ia cometer o mesmo erro. Aos 32 minutos, eles perceberam que estavam mais fortes e aceleraram de vez o jogo. Em menos de 5 minutos, abriram 10 mil de ouro de vantagem e saíram com a vitória na primeira série do dia.

KaBuM e-Sports x ProGaming Esports

Caros amantes do LoL, não tem como não apreciar o que a KaBuM está fazendo neste 1° split. Eles abriram 3/0 em apenas 7 minutos e parece que todos os jogadores estão em seus melhores momentos. É realmente difícil saber qual foi o destaque desse jogo. A eficácia no controle de visão, a performance de Dynquedo que solou Goku em 5 minutos ou as inteligentes rotações da bot lane deles? Se você gosta de um LoL bem jogado, assista esse jogo e admire com a gente a performance desse time que acabou de subir do Circuito Desafiante e está invicta no torneio.

Para se manter viva na série a ProGaming precisava renovar, melhorar. E foi o que fizeram. Após perceber que o verdadeiro ponto forte da KBM é o early game, principalmente no controle de visão, eles conseguiram se sair melhor nesse aspecto do jogo. A equipe de Minerva conseguiu invadir a selva adversária e travar o jogo dos oponentes. Assim, os atuais líderes não conseguiram sair na frente e fazer o jogo rodar e Skybart (Riven) ficou difícil de ser parado. No final, o top laner da ProGaming fez um lindo back door para empatar a série.

Depois de duas partidas muito boas para ambos os lados, parece que a pressão pesou. As duas equipes cometeram erros que não são comuns de nenhuma delas. A KaBuM pecou no começo do jogo e deu toda a vantagem de mid game para os adversários. Quando a partida estava nas mãos da PRG, decisões ruins de rotação fizeram com que eles não conseguissem aproveitar as vantagens. Nessa hora, quem acertasse mais vencia. E quem acertou foi Zantins, que de Jayce começou a fazer muito estrago nas lutas e foi o responsável para que o atual líder mantivesse a invencibilidade.

Red Canids Corinthians x Team One e-Sports

Os dois últimos campeões brasileiros do CBLoL mostraram que ainda permanecem em má fase. Sem dúvidas, esse foi o jogo mais chato da rodada. Com um início extremamente cauteloso e quase sem objetivos, nenhuma das equipes conseguiram criar vantagens. Em um jogo que venceria quem errasse menos (porque as duas equipes erravam muito), a primeira ação só foi começar aos 29 minutos, quando houve a primeira luta em equipe e que a RED se saiu melhor. Depois disso a partida acelerou de vez. Em apenas dois minutos, os canídeos aceleraram de vez, venceram mais uma batalha, fizeram o Barão e nem voltaram para a base para sair na frente na série.

Se a primeira partida foi a mais chata da rodada, essa talvez tenha sido uma das mais dinâmicas. E se você está pensando que eu estou falando isso por causa de um elevado nível de jogo, você pensou errado. Parecia que os times entraram no fila ranqueada do servidor. Elas não paravam de lutar e conseguiam abates. Mas era só isso. Lutas sem objetivo e, principalmente, erros de posicionamento dos dois lados marcaram a segunda partida. Novamente, venceu quem errou menos. A Red Canids tinha uma composição que ficava mais forte com o desenrolar do jogo e acabou conquistando os 3 pontos.

INTZ e-Sports Club x CNB e-Sports Club

No jogo dos desesperados, as duas equipes mostraram que evoluíram bastante nas últimas duas semanas. A INTZ mostrou um estilo de jogo muito tático e forte. Mesmo saindo atrás, eles foram muito metódicos para ter o controle da partida. As rotas laterais pressionaram muito os adversários e criaram a vantagem a partir do mid game. Do outro lado, a CNB mostrou um bom começo de jogo, mas ainda falta muito para chegar à elite. Depois que os Intrépidoz conseguiram o Barão aos 26 minutos, a equipe de Robô se perdeu na defesa da base e acabou perdendo muito mais que deveria. Depois disso, a INTZ não teve dificuldades para fechar a partida.

Com um ótimo início da CNB (destaque para esse lance maravilhoso de Robô no 2x1), parecia que a série ficaria empatada. Porém, a falta de experiência do mais novo mid laner atrapalhou os planos, pois os Intrépidoz não paravam de campar a rota do meio. Depois de conseguir alguns abates, Envy (Fizz) ficou muito forte e conseguia explodir qualquer um. Mais uma vez, a equipe da INTZ mostrou que sabia exatamente quais passos teriam que dar para vencer a partida. Eles repetiram o estilo de jogo metódico que apresentaram anteriormente e conseguiram sair com os primeiros 3 pontos no campeonato e fugir da lanterna.

Tabela

12

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.