Voxel
15
Compartilhamentos

Elsweyr: jogamos o novo capítulo de The Elder Scrolls Online

Último Vídeo

Seguindo os passos traçados anteriormente por conteúdos como Summerset, The Elder Scrolls Online: Elsweyr é a próxima grande atualização do game e deve ditar seus rumos para o próximo ano. Nela, poderemos explorar o território de origem dos Khajits, uma das raças mais antigas de Tamriel, que surgiu até mesmo antes dos elfos.

Se no jogo-base já podíamos explorar um pequeno pedaço da região, agora vamos ter a chance de finalmente nos aprofundar em sua cultura e missões únicas. Como se isso não fosse suficiente, ainda vamos ter que enfrentar uma onda de dragões ressurgidos, algo que a Zenimax Online promete que não vai conflitar com a história de Skyrim.

À convite da Bethesda, viajamos a San Francisco para conferir uma pequena prévia de Elsweyr. Além de conferir o início de sua história e o novo tutorial, também tivemos a chance de jogar como o Necromancer, a classe inédita que acompanha a nova leva de conteúdos.

Acessibilidade

Segundo o diretor Richard Lambert, com quem tivemos a oportunidade de conversar, Elsweyr é bem diferente no que entrega, mas segue os mesmos preceitos de conteúdos anteriores. Na prática, isso significa que você pode pular de cabeça na nova história e criar um personagem de nível inicial que vai funcionar bem em um grupo formado por jogadores mais avançados.

Elsweyr

Seu nível realmente vai fazer diferença nas atividades secundárias e nos novos desafios trazidos em Elsweyr, que podem derrotar em segundos uma pessoa sozinha. Senti isso na pele durante os testes ao entrar em um dos novos desafios programados para grupos de 12 pessoas, conhecido como Sunspire. Minha curiosidade de exploração foi premiada com uma morte imediata, e isso aconteceu quando eu estava jogando com um personagem de nível máximo com todas as habilidades desbloqueadas.

Enquanto meu tempo no novo território foi limitado, ele permitiu observar algumas das influências indonésias e do sul da Ásia que serviram como inspiração para a criação dos Khajits. Os desenvolvedores prometeram que vamos viajar por 3 biomas únicos na nova aventura, explorando florestas, savanas e desertos em nossa luta contra uma invasão imperial.

Infelizmente, não foi possível saber se tudo isso vai funcionar de forma legal no tempo bastante limitado a que tivemos acesso. A Zenimax Online promete que Elsweyr vai ter mais de 30 horas de conteúdo inédito, e mal arranhamos a superfície de tudo isso na única hora de testes que tínhamos à disposição.

Elsweyr

Também não ajudou muito o fato de que a build disponível ainda não estava com vários recursos colocados em lugar, nem possuía as dublagens da versão final. Minha experiência testando uma build semelhante de Summerset em 2017 dá a confiança de que tudo isso vai ser resolvido na versão final, mas ainda é estranho que a desenvolvedora tenha decidido mostrar algo tão cru nesse momento.

Necromante

O que mais deu para sentir durante os testes é que o Necromante é sem dúvida uma classe bem diferente das demais. Ele não é só um mero mago que pode invocar esqueletos, e jogar desse jeito é quase garantia de morte. Claro, também não ajuda muito que, na pressa de testar o game, eu possa não ter feito uma build muito adequada a meu estilo de jogo.

Elsweyr

O diretor Richard Lambert garantiu que a nova classe pode desempenhar o papel de tanque, mago ou do principal causador de dano do grupo, mas funciona de forma diferente a que estamos acostumados. Aqui a questão não é só partir para cima do inimigo, mas pensar muito bem no seu posicionamento e na maneira como as habilidades devem ser usadas.

Deu para brincar um pouco com um necromante em nível máximo e ver isso na prática, mesmo que não da maneira adequada. Ter um personagem no nível máximo logo de cara em um espaço tão curto de tempo não permitiu entender direito como cada habilidade funciona, tampouco permitiu descobrir qual é a melhor combinação entre elas ou quando é uma boa ideia usar cada uma delas.

Melhorias de qualidade de vida

Além de trazer uma nova trama, mais missões e uma classe inédita, Elsweyr também promete uma série de melhorias de qualidade de vida para o jogo. Entre elas está o fato de que você vai poder usar as coroas do jogo para desbloquear logo de cara habilidades para seus personagens secundários.

O diretor do jogo garante que isso não vai quebrar a economia ou tornar o game pay to win, servindo só como uma alternativa para quem gosta de ter vários personagens ao mesmo tempo. A Zenimax Online também vai eliminar o sistema de guest campaign, permitindo que você jogue com seus amigos com um número ainda menor de restrições.

A intenção é trazer novidades e melhorias tanto para quem se aventurar por Elsweyr quanto para quem está entrando agora no MMO

Quem finalizar 100% das zonas do jogo também vai passar a ser premiado com uma montaria especial como recompensas para seus esforços, e o game finalmente vai ganhar um sistema de buscas por guildas. A intenção é trazer novidades e melhorias tanto para quem se aventurar por Elsweyr quanto para quem está entrando agora no MMO e ainda está conferindo seus conteúdos anteriores.

Faltou tempo

Meu tempo com Elsweyr permitiu chegar somente a uma conclusão bem definida: a de que eu preciso de mais tempo antes de formar uma opinião concreta. O novo conteúdo tem ideias boas, e a aposta nos khajits é algo que desperta minha intenção logo de cara. Também estou curioso para ver como o game vai lidar com os dragões e qual será a justificativa para essa aparente quebra da cronologia oficial da série.

Elsweyr

Para completar, a adição do necromante é interessante e pode trazer uma bem-vinda sensação de variedade ao jogo. No entanto, o tempo limitado de testes oferecido não permitiu explorar bem nenhuma dessas novidades e seria injusto eu dizer se elas funcionam bem ou não com tão pouca experiência de jogo.

The Elder Scrolls Online: Elsweyr chega ao PC no final de maio, com versões para PlayStation 4 e Xbox One programadas para o começo de junho. O Voxel vai continuar acompanhando o novo capítulo do MMO e vai trazer impressões mais completas sobre eles em breve.

O Voxel viajou a San Francisco a convite da Bethesda

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários