Voxel
147
Compartilhamentos

Quem ganha o The Game Awards 2017?

Último Vídeo

A premiação mais popular no nicho dos videogames é sem dúvida o The Game Awards. O evento é um legado do Spike Video Game Awards, que durou de 2003 a 2013, e tem como produtor e apresentador o jornalista de games Geoff Keighley.

E como funciona o processo? Os jogos candidatos à premiação precisam ter sido lançados até o dia 27 de novembro de 2017. Um grupo formado por 51 influenciadores e veículos da indústria de games decidem os indicados para cada categoria.

Já os vencedores são escolhidos pelo júri, que tem voto com peso de 90%, e pelo grande público, que tem peso de 10% no voto — você inclusive pode participar da votação até às 4h da manhã do dia 7 de dezembro.

Vai ser bem nessa mesma data que o evento vai acontecer em Los Angeles, no Microsoft Theater.  São no total 22 categorias com 5 ou 6 indicados. Seria difícil citar tudo isso aqui em um só vídeo, então vamos ver quem está concorrendo pelo menos nas categorias principais?

Melhor Jogo Independente

Games indies compensam seus poucos recursos com ideias inovadoras e premissas diferenciadas. Na briga pelo Melhor Jogo Independente, que no ano passado ficou com Inside, nós temos o popular Cuphead e sua proposta old school; o impressionante Hellblade: Senua’s Sacrifice com um visual que nem parece indie; o sidescroller minimalista Night In The Woods; o inovador e também belíssimo Pyre e o contemplativo What Remains of Edith Finch.

  • Cuphead (Studio MDHR Entertainment)
  • Hellblade: Senua’s Sacrifice (Ninja Theory)
  • Night in the Woods (Infinite Fall)
  • Pyre (Supergiant Games)
  • What Remains of Edith Finch (Giant Sparrow / Annapurna Interactive)

Melhor Multiplayer

Overwatch, merecidamente, levou o título de Melhor Multiplayer de 2016. Neste ano, a disputa está entre o tradicional Call of Duty: WW2, o amado e odiado shooter de fantasia espacial Destiny 2, o recauchutado Mario Kart 8 Deluxe, o colorido Splatoon 2, o inesperado Fortnite e a febre mundial PlayerUnknown’s Battlegrounds.

  • Call of Duty: WWII (Sledgehammer Games / Activision)
  • Destiny 2 (Bungie / Activision)
  • Fortnite (Epic Games)
  • Mario Kart 8 Deluxe (Nintendo EAD / Nintendo)
  • PlayerUnknown’s Battlegrounds (PUBG Corp.)
  • Splatoon 2 (Nintendo EPD / Nintendo)

Melhor Jogo Portátil

Até o ano passado, existia uma única categoria para englobar tanto jogos mobile quanto jogos para consoles portáteis, e o prêmio acabou ficando com Pokémon GO. Este ano, com a separação das plataformas, e com o Vita respirando por aparelhos, todos os candidatos são para o 3DS.

Na disputa, o RPG de aventura Ever Oasis; o remake de Fire Emblem Gaiden Fire Emblem Echoes: Shadows of Valentia; o remake de Metroid II, Metroid: Samus Returns; o spin-off Monster Hunter Stories e o port do Nintendo Wii U Poochy and Yoshi’s Woolly World.

  • Ever Oasis (Grezzo / Nintendo)
  • Fire Emblem Echoes: Shadows of Valentia (Intelligent Systems / Nintendo)
  • Metroid: Samus Returns (MercurySteam / Nintendo)
  • Monster Hunter Stories (Marvelous / Capcom / Nintendo)
  • Poochy and Yoshi’s Woolly World (Good-Feel / Nintendo)

Melhor Narrativa

A história, para muita gente, é o grande motivo para se jogar o game, é a parte que envolve emocionalmente e justifica o gameplay. Na categoria de Melhor Narrativa ou Melhor História, que em 2016 ficou com Uncharted 4, o thriller psicológico Hellblade: Senua's Sacrifice volta a ser indicado, assim como What Remains of Edith Finch. Concorrem ainda o corajoso Wolfenstein II: The New Colossus, o pós-apocalíptico das cavernas Horizon Zero Dawn e o futurista NieR: Automata.

  • Hellblade: Senua’s Sacrifice (Tameem Antoniades, Elizabeth Ashman-Rowe / Ninja Theory)
  • Horizon Zero Dawn (John Gonzalez / Ninja Theory)
  • Nier: Automata (Yoko Taro, Hana Kikuchi, Yoshiho Akabane / Platinum Games)
  • What Remains of Edith Finch (Ian Dallas / Giant Sparrow)
  • Wolfenstein 2: The New Colossus (Jen Matthies, Tommy Tordsson Bjork / MachineGames)

Melhor performance

A categoria de Melhor Performance existe para prestigiar os atores por trás das vozes e captura de movimento que dão vida aos personagens e que muitas vezes são a coisa mais marcante de um jogo. Uncharted 4 também levou essa ano passado, com o sempre ótimo trabalho do Nolan North, que faz o voz de Nathan Drake.

E neste ano entram na briga Ashly Burch como Aloy de Horizon; Brian Bloom, como BJ. Blazkowicz de Wolfenstein II; Claudia Black, como a Chloe de Uncharted: The Lost Legacy; também da expansão de Uncharted concorre a Laura Bailey como Nadine; e a Melina Juergens como Senua de Hellblade.

  • Ashly Burch, Horizon: Zero Dawn (como Aloy)
  • Brian Bloom, Wolfenstein 2: The New Colossus (como BJ Blazkowicz)
  • Claudia Black, Uncharted: The Lost Legacy (como Chloe Frazer)
  • Laura Bailey, Uncharted: The Lost Legacy (como Nadine Ross)
  • Melina Juergens, Hellblade (como Senua)

Melhor trilha/canção

Outra categoria híbrida que foi separada em duas foi a de música e design de som. No ano passado, quem levou a melhor foi o reboot de Doom da Bethesda. A gente escolheu falar sobre a de música e trilha sonora, que acaba sendo mais marcante, e engloba tanto temas musicais quanto canções.

Na briga deste ano, temos as incríveis orquestras de Destiny 2, o ragtime e jazz big band de Cuphead, os temas épicos com influência celta de Zelda: Breath of the Wild, o jazz big band de Mario Odyssey, o acid jazz e funk fusion de Persona 5 e as canções lindíssimas de Nier: Automata.

  • Cuphead (Kristofer Maddigan)
  • Destiny 2 (Mike Salvatori, Skye Lewin, C Paul Johnson)
  • Nier: Automata (Keiichi Okabe, Keigo Hoashi)
  • Persona 5 (Shoji Meguro)
  • Super Mario Odyssey (Naoto Kubo, Shiho Fujii, Koji Kondo)
  • The Legend of Zelda: Breath of the Wild (Manaka Kataoka, Yasuaki Iwata)

Jogo do Ano

E, é claro, a premiação mais importante da noite, o Game of the Year, o GotY, o melhor jogo do ano, que ano passado ficou com o viciante Overwatch. Entre os candidatos, temos Horizon: Zero Dawn da Guerrilla Games, Persona 5 da Atlus, PlayerUnknown’s Battlegrounds da PUBG Corporation, Super Mario Odyssey da Nintendo e The Legend of Zelda: Breath of the Wild, também da Nintendo.

  • Horizon Zero Dawn (Guerrilla Games / Sony Interactive Entertainment)
  • Persona 5 (Atlus)
  • PlayerUnknown’s Battlegrounds (PUBG Corp.)
  • Super Mario Odyssey (Nintendo EPD / Nintendo)
  • The Legend of Zelda: Breath of the Wild (Nintendo EPD / Nintendo)

O The Game Awards vai acontece hoje, dia 7 de dezembro às 23h30, horário de Brasília, com transmissão mundial pela internet. E é claro que a gente vai fazer a cobertura ao vivo, com tradução simultânea e comentários, pra ninguém ficar perdido. Então já sabe, pra acompanhar, só ir no canal do Voxel uma hora antes, às 22h30. A gente espera vocês!

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.