Voxel
141
Compartilhamentos

Retrospectiva God of War II: relembre a história do jogo neste resumo

Último Vídeo

Estamos recapitulando a trama dos games principais da série God of War, mas se você não viu nosso último post ou vídeo, para um pouquinho e clique aqui antes para não perder nada. Porém, se você está continuando a jornada com a gente, vamos seguir recapitulando a História de God of War II.

Novo deus, mesmos erros

Kratos conseguiu sua carteirinha de membro no clube do Olimpo, mas isso não significa que estava sendo tratado como igual. A panelinha dos deuses o evitava, fazendo com que ele ficasse isolado.

Esse desdém da divindade fez com que ele se apegasse ainda mais aos seus conterrâneos espartanos, oferecendo vantagens demais para eles durante as batalhas — e basicamente cometendo o mesmo vacilo de Ares no jogo anterior. Esparta estava destruindo cidade atrás de cidade.

kratos deus da guerra gow 2

Atena então avisa para Kratos que essa história está virando palhaçada. A cada cidade que ele saqueia, a galerinha do Olimpo fica com mais raiva, e ela não está mais conseguindo mediar a situação. Kratos diz que não precisa da Atena e que ele não deve nada a ela — ainda que o ingrato só tenha conseguido essa vaga de emprego com a indicação dela no RH divino.

Mas a verdade é que toda a dor e arrependimento que ele tinha enquanto mortal, pelo trauma de ter matado a família, ele transformou em ódio. Ódio principalmente dos deuses, que se recusaram a acabar com os pesadelos do seu passado.

kratos atena arguing

O Colosso de Rodes

Kratos desce até a cidade de Rodes para ajudar os espartanos na batalha que eles travaram lá. E, é claro, usando seus poderes de deus, como causar destruição enquanto gigante. Então uma águia enorme toca em Kratos e faz com que ele volte ao seu tamanho normal. O pássaro toca na estátua conhecida como Colosso de Rodes, que ganha vida e se move até Kratos.

O Deus da Guerra luta contra a estátua e começa a levar uma surra, mas recebe uma ajudinha divina. Zeus manda dos céus para ele a Lâmina do Olimpo, a espada que venceu a Grande Guerra e destruiu os titãs. Kratos desconfia dessa preocupação repentina de Zeus em auxiliá-lo, mas aceita.

rhodes colossus kratos

Enfrentando o pai dos deuses

Com a espada, ele vence o Colosso de Rodes, mas como bom tolo arrogante que é, canta vitória antes da hora. A mão da estátua viva cai sobre Kratos, o ferindo gravemente. A Lâmina absorveu todo os seus poderes divinos e se mostrou um verdadeiro presente de grego.

Então, a enorme águia que causou a treta com a estátua se revela: era o próprio Zeus disfarçado. Zeus e Kratos discutem sobre quem traiu quem e começam a batalhas. Kratos, incapacitado de lutar após a última luta, deixa o orgulho falar mais alto e não cede.

Zeus, enfurecido, o transpassa com a Lâmina. Kratos, mesmo moribundo, continua a “retrucar”, o que faz Zeus prometer que destruiria tudo aquilo com o qual Kratos se importava.

kratos zeus dies blade olimpus

Com um único golpe da espada, o pai dos deuses oblitera todos os soldados da batalha de Rodes — espartanos e rodeanos. Kratos ameaça que vai se vingar e, assim que morre, vai de novo para o Mundo Inferior.

E é aí que a titã Gaia, a Mãe da Terra, surge. Ela tem observado Kratos durante muito tempo e diz que ele precisa derrotar Zeus — que também já sacaneou ela e os outros titãs no passado. Hora do flashback.

gaia kratos underworld talks

Zeus contra os titãs: a Grande Guerra

No início dos tempos, o titã Cronos recebeu uma previsão dos oráculos que seus filhos se voltariam contra ele. Paranoico, ele começou a engolir todos esses filhos para impedir que a profecia acontecesse. 

Quando chegou a vez da última criança, que era Zeus, a mãe do bebê, Reia, decidiu enviar seu filho para uma ilha distante e enganar Cronos, fazendo ele engolir uma boneca de pedra.

cronos swallows zeus rocks

Gaia cuidou dele até que tornasse adulto, mas o moleque herdou o mau gênio do seu progenitor. Zeus, obcecado em libertar seus irmãos da barriga de Cronos, e tendo desenvolvido um tipo racismo por titãs (?), traiu todos eles, querendo castigá-los pelos erros do seu pai.

Assim uma Grande Guerra foi travada entre esses seres gigantescos e os olimpianos, porque além de tudo Zeus queria reinar sobre os mortais e acabar com a Era dos Titãs. Só que o Deus dos Relâmpagos tinha uma arma secreta, a Lâmina do Olimpo. E foi com ela que ele venceu a guerra. Fim do flashback.

great war titans zeus olimpus

Rumo às Irmãs do Destino

Gaia desafia Kratos dizendo que é covardia usar a morte como escapatória. Kratos diz não ser covarde e, com a ajuda de Gaia, ele mais uma vez foge das garras do Mundo dos Mortos. Voltando à Rodes por um buraco, Kratos encontra um soldado que sobreviveu ao massacre de Zeus e manda ele voltar para Esparta e dizer para todos se prepararem para uma batalha que está por vir.

Gaia manda o cavalo alado Pégaso buscar Kratos e explica que ele precisa encontrar as Moiras, as três Irmãs do Destino, para voltar no tempo e matar Zeus durante a luta que acabou de acontecer, pois seria o único momento em que ele estaria vulnerável.

kratos pegasus

Antes Kratos arranja uma treta com o titã Tifão, preso em uma montanha, que se recusa a ajudar nessa rebelião; e encontra o titã Prometeu, que é diariamente devorado por uma ave gigante sem poder morrer, e o liberta — só para jogar o coitado para queimar vivo em seguida.

A Ilha da Criação

Chegando na Ilha da Criação, onde vivem as Moiras, Kratos encontra várias figurinhas conhecidas da mitologia. Ele mata o herói Teseu; mata o semideus Perseu; encontra o argonauta Jasão sendo devorado; e mata Euríale, a irmã sedentária da Medusa. Kratos ainda reencontra o Rei Bárbaro que quase o matou no dia em que se tornou lacaio de Ares.

barbarian king

Na aventura, Kratos também rouba o Amuleto dos Destinos, que desacelera o tempo; e arranca das costas de Ícaro as suas asas, derrubando ele no abismo do mundo. No caminho, ele encontra o titã Atlas, com quem já se desentendeu no passado, e bate um papo.

O remanescente de Esparta

Kratos ressuscita a Fênix para usá-la de transporte até a parte do palácio onde ficam as Moiras, mas antes de alcançá-la, ele luta num lugar pouco iluminado contra um estranho que o ataca assustado. Depois de atingir fatalmente o adversário, ele vê que era o soldado espartano que sobrou da Batalha de Rodes.

kratos sillhouette

O sujeito explica antes de morrer que Zeus simplesmente destruiu Esparta e ele foi lá tentar falar com as Irmãs do Destino para mudar o trágico fim da cidade. As motivações de Kratos para matar Zeus se tornam ainda mais intensas.

À beira da plataforma onde está a Fênix, um Kraken ataca Kratos — mesmo que o Palácio fique em uma altitude incalculável —, mas a fera acaba morrendo empalada com uma ponte ativada por ele. Montado na Fênix, Kratos alcança o lar das Moiras.

kratos phoenix

As Irmãs do Destino

Láquesis, a mais eloquente das Irmãs, surge e conversa com Kratos calmamente, contando que permitiu que a Grande Guerra dos Titãs acontecesse e ela mesma deixou que ele chegasse tão longe, mas que não era seu destino derrotar Zeus. E como estava rolando essa discordância, é claro que a resolução foi na porrada.

kratos mirrors moirai

Durante a briga, Láquesis chama sua irmã Átropos, que leva Kratos pelo espelho para rever a batalha dele contra Ares no passado. Mas ele acaba voltando ao Palácio e prendendo ela lá. A luta continua, com Láquesis usando seus poderes mais apelões enquanto Átropos tenta voltar. No fim, Kratos prende as duas lá e quebra o espelho — aprisionando-as para sempre na outra dimensão.

Para chegar no Tear do Destino e viajar no tempo, ele enfrenta e mata Cloto, a terceira e mais velha moira. Kratos consegue voltar no momento da sua batalha com Zeus e pega o Deus dos Relâmpagos desprevinido, dando um empurrão e pegando a Lâmina. Os dois brigam no ar no melhor estilo Dragon Ball Z e acabam parando em um lugar distante.

kratos zeus blade

Casos de família

Após alguns golpes, Kratos finge se render. Mas era apenas para desarmar Zeus e roubar de novo a Lâmina do Olimpo. Mas na hora do golpe final, Atena aparte para impedir o golpe final. Ela diz que não pretende lutar com Kratos, mas precisa defender o Olimpo.

kratos atena zeus

Zeus aproveita para se levantar e dizer que isso significa guerra. Kratos tenta calar a boca do véio, mas Atena entra na frente e é transpassada pela Lâmina. Zeus foge. Atena está morrendo nos braços de Kratos.

Em seus últimos momentos, Atena faz uma revelação: o medo que fez Cronos tentar matar seu próprio filho Zeus é o medo que fez Zeus matar seu próprio filho... Kratos. O espartano fica chocado. Ela avisa que todos os deuses vão se voltar contra ele e que Zeus precisa viver para que o Olimpo prevaleça. E é claro que Kratos não dá a mínima. Atena morre.

atena kratos revelation death

Destruição ao Olimpo

Kratos volta no tempo, desta vez para os primórdios, durante a Grande Guerra, e traz os titãs para o seu presente. Zeus está no Olimpo, discutindo com os outros deuses o quão insolente é a ameaça de seu filho e que o Olimpo vai sempre prevalecer.

O lugar estremece e quando os deuses olham para baixo, veem Kratos anunciando sua chegada ao monte. Sobre as costas da gigantesca Gaia e acompanhado pelos outros titãs, ele escala rumo à casa de Zeus para trazer à destruição.

kratos

Para ver os eventos que se seguem, não perca o próximo episódio da série A História de God of War. Aproveite para compartilhar este post e este vídeo com os amigos e ajudar a gente levar esse conteúdo para mais pessoas. Até a próxima!

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.