Voxel
Seja o primeiro a compartilhar

Jogamos: Taiko no Tatsujin é o jogo rítmico japonês de fritar os dedos

Último Vídeo

Jogos rítmicos não estão mais na crista da onda, mas conseguiram fidelizar um público que, até hoje, se sente órfão – e este que vos escreve, fã ardoroso de Guitar HeroRock Band e dono de vários instrumentos-controle, é um deles. Taiko no Tatsujin, da Bandai Namco, não se enquadra num núcleo exatamente popular, mas, no Japão, é um rítmico de muito sucesso, com tamborzinho em arcade e tudo.

O periférico não será lançado no Ocidente em caráter oficial, mas o jogo sairá PS4 e Switch por aqui e pode ser desfrutado pelo controle tradicional também, não sendo restrito ao acessório. O Voxel teve a oportunidade de testar algumas canções e se divertiu horrores – é um daqueles jogos que funcionam para qualquer momento, mesmo se você tiver só 15 minutos livres no seu dia.

Canções clássicas

Taiko no Tatsujin se propõe a oferecer músicas originais, compostas especificamente para o jogo, e canções oriundas de diversas franquias famosas de animes, mangás, cultura pop e games também, com direito a uma remixagem adaptada ao formato do jogo. Algumas das séries mais famosas incluem:

  • Tekken
  • Dragon Ball
  • Ace Attorney
  • Pokémon
  • One Piece
  • Yo-Kay Watch
  • Ultraman
  • Monster Hunter

Essas faixas são as chamadas “signature songs”, isto é, canções especiais que são portadas ao jogo graças às parcerias que a Bandai Namco faz com as respectivas publishers de cada produto.

É possível usar os botões de cima do controle ou os de baixo, alocados no núcleo à direita. A jogatina funciona melhor do que se espera sem os tambores; a fluidez é bem agradável dentro do ritmo proposto. Claro que diminui um pouco a essência, mas sem comprometer a experiência.

gsdg

Os níveis de dificuldade aceleram o ritmo como em qualquer outro jogo musical – optar pelo modo mais difícil significa ver mais notas na tela e em mais velocidade.

Há uma boa variedade de canções. Você vai gostar de pelo menos UMA das franquias presentes no conjunto da obra. Dá para embarcar num modo versus ranqueado ou curtir todas as canções sozinho, casualmente, aos moldes da era Dance Dance Revolution (que de casual não tinha nada, na verdade).

afa

Nesse misto de rapidez, casualidade e músicas muito, mas muito japonesas, Taiko no Tatsujin reserva um prato cheio aos órfãos do gênero rítmico, sem jamais deixar seu nicho oriental de lado. O jogo será lançado no dia 2 novembro para PS4 e Switch.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários