Voxel

Magic The Gathering Arena ganha novo modo e mais integração com jogo físico

Último Vídeo

BGS 2019 já passou, mas ainda há informações legais do evento que o Voxel não publicou. Algumas delas são de Magic: The Gathering Arena, a versão digital do maior cardgame do mundo, teve um estande bem grande na feira (com diversos youtubers, pro players e até tutores para ensinar a galera a jogar).

Durante o evento, conversamos com Carolina Moraes, coordenadora de comunidade da Wizards of the Coast (empresa por trás de Magic) no Brasil, que nos falou um pouco mais dos novos formatos de jogo e até mesmo como a companhia está integrando mais o mundo físico, das cartas de papel, e o mundo digital.

Brawl, um novo modo de jogo que chegará ao MTG Arena

Para os jogadores casuais, aqui vem novidade: a Wizards tem testado o formato Brawl entre os jogadores que jogam Magic fisicamente e vai trazer o novo modo de jogo ao Magic: The Gathering Arena até o fim de outubro. Mas o que é esse formato?

O Brawl mistura o formato Padrão, que permite aos jogadores utilizarem as últimas coleções lançadas, e o Commander, que traz disputas mais longas e tem um deck montado em torno de um card específico. Os decks de partidas Brawl são formados por 60 cards, sendo um comandante (card de criatura lendária ou de Planeswalker) e 59 cards da mesma cor do comandante. Nenhum card pode ser repetido e os jogadores começam com 25 pontos de vida.

-

Em outras palavras, é um Commander em menor escala e mais agradável para novatos. A grande sacada deste formato é que ele permite que os jogadores experimentem mais e criem decks mais personalizados e que se adequem à personalidade de cada um.

Atrair o público mais casual parece ser um dos focos da Wizards of the Coast no momento. Além de Brawl, a empresa planeja eventos de Halloween e de Dia de Ação de Graças. Basicamente, esses eventos de comunidade permitirão que os jogadores façam baralhos mais malucos. E, certamente, as ações especiais casam bastante com a nova coleção de Magic, chamada de Trono de Eldraine, uma expansão que tem como tema contos de fadas.

Integrando ainda mais o físico com o digital (incluindo em “eSports”)

Sem dúvidas, Magic: The Gathering é muito forte no competitivo. Afinal, o jogo está presente em seu formato físico desde 1993 e tem campeonatos constantes há décadas. E, como é de se esperar, Magic: The Gathering Arena também está presente nos eSports, certo? Bom, mais ou menos.

A realidade é que a Wizards of the Coast não tem uma distinção entre o físico e o digital: ambos fazem parte do circuito de campeonatos e estão integrados. Jogadores que se destacam no jogo de PC e chegam no rank máximo, o Mythic, podem participar de etapas classificatórias para os maiores torneios.

-

Carolina Moraes até citou um caso de um jogador argentino, que não era famoso entre os pro players de Magic analógico (cartas físicas), e se destacou no Arena até o Mythic, ganhou as classificatórias e foi campeão do Mythic Championship.

A gerente de comunidade também mencionou que lojas parceiras que fazem eventos especiais agora também têm materiais promocionais que dão códigos que podem ser ativados no game digital, concedendo cartas e boosters em prêmios ou competições locais.

A

E, de uma maneira inesperada e bem legal, Magic: The Gathering Arena também parece estar influenciando partidas do formato analógico. Carolina Moraes citou que algumas lojas disseram que o modelo de “melhor de um” (ou seja, só um jogo para definir um campeão) do título de PC está ganhando popularidade e até mesmo substituindo o formato de “melhor de três” das partidas físicas.

...

Magic: The Gathering Arena saiu do Beta recentemente e está disponível para PC. Mas em breve também chegará ao Mac no final da coleção.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários