Voxel

Rage Quits — quando você para de jogar porque... Simplesmente não dá mais!

Último Vídeo

Jogar video game é acima de tudo uma atitude que realizamos por prazer. Jogar pode ser um alívio, um desabafo ou uma fuga de nossa realidade. Ou, ainda, simplesmente uma ação que é fruto de puro hedonismo e hábito. Assim sendo, para um gamer parar de jogar subitamente algum título é preciso que, no mínimo, algo tenha dado errado.

São nesses momentos de ódio que acontecem os “Rage Quits”. Os acessos de fúria que fazem até os jogadores mais calmos e amantes dos games interromperem a jogabilidade e desligar tudo. Algumas vezes os súbitos acessos são causados por fases impossíveis de jogos ou, em outros casos, são os juízes mal intencionados que acabam com a paciência. Ainda, a inconstância da inteligência artificial de personagens ou a simples e pura dificuldade inumana podem fazer com que você jogue tudo para o alto (inclusive o seu controle).

Fonte: Reprodução/LeNinja
Em geral, o motivo principal das saídas é a raiva. Entretanto, há outras situações nas quais alguns outros sentimentos também podem fazer com que o gamer deixa o jogo para lá. Foi pensando nesses problemáticos e irritantes casos que o TecMundo Games resolveu elaborar uma lista contendo alguns dos principais motivos, e dos principais nomes de games, que levam os jogadores a largarem suas jogatinas e irem fazer qualquer outra coisa.

“Tá difícil?”


Alguns games geram “Rage Quit” em tempo recorde. O primeiro deles que merece ser citado é o afamado Demon's Souls. Uma larga quantidade de pessoas que teve coragem de aventurar nesse brutalmente difícil jogo conferiu pouco mais do que a imagem de cima. Isso ocorreu porque o balanceamento do jogo é um pouco diferente do que estamos acostumados e a dificuldade já começa extrema.

Então, para você conseguir avançar na história é preciso que você morra muitas e muitas vezes até que consiga evoluir um pouco seu personagem. Assim que você avança, seu char já não é páreo para ninguém novamente, e você começa a morrer tudo de novo. Serão duas horas de jogo para 2% de avanço no começo do game...

Melhorou aqui, piorou ali...

Na sequência, a FromSoftware lançou Dark Souls. Este jogo corrigiu o problema da dificuldade monstruosa inicial, porém, o resto do jogo vai fazer com que você teste todos os seus níveis cardíacos de raiva, ódio, excitação e gritos.

Eu vejo pessoas mortas...

Outro forte motivo que gera um “Rage Quit” é o medo. Essa sensação de que as criaturas saem da tela e estão circulando ao redor da sua sala ou que seu quarto está repleto de bichos escondidos esperando você se distrair para pegá-lo desprevenido é de matar. Amnesia é um dos títulos que tem repercutido de maneira mais marcante sobre pessoas que não conseguem estabelecer longos tempos de jogatina.

Dead Space, com seus efeitos sonoros e trilha assustadora também já fizeram muitas pessoas deixar para continuar jogando amanhã. Uma das partes mais desesperadoras é quando você enfrenta a criatura que se regenera. Até você descobrir o que fazer... (vídeo Spoiler).

Amigos da onça

StarCraft 2, uma das obras primas da Blizzard, une jogadores em batalhas demoradíssimas e mito disputadas. No entanto, pode acontecer um confronto de duplas, no qual depois de quarenta minutos de esforço seu “companheiro” simplesmente sai do jogo. Ele lhe abandona e o deixa a sós contra dois inimigos... Por quê?!

Img_normal

Adversário que não sabe perder

O que dizer então de adversários que estão jogando partidas de FIFA 12. Você abre uma larga vantagem e consegue marcar 4 a 1. Sua marca vai melhorar no ranking! Entretanto, o rival simplesmente desiste do jogo na metade... O jogo, então, lhe dá uma vitória de 3 x 0. “Rage Quit”!

“O dono da bola”

Muitas pessoas que jogam DoTA certamente já sabem qual o motivo que será relatado. Muitas vezes, quando se entra em um servidor do game (que é um mod de Warcraft 3), pode ser que você fique na equipe contrária à do jogador que hospeda o server.

Então, acontece de o “host” levar o first blood. Sim, o cara que se acha o mais importante de todos morreu por primeiro e depois, eventualmente, morreu outras inúmeras vezes. Assim, o rapaz simplesmente sai do jogo, o que obriga a partida a ser encerrada imediatamente — possivelmente antes do fim, já que o time dele ia perder. Atitude antidesportiva!!

Travou... De novo!

A Bethesda produz títulos incríveis, repletos de ação, interatividade e visuais fantásticos. Quem teve a oportunidade de jogar Fallout: New Vegas sabe bem como o jogo permite que você passe das 100 horas de jogo e ainda fique querendo mais. Entretanto, no caso da versão do PlayStation 3, depois que você atinge umas 50 horas de jogabilidade, o game começa a travar várias vezes!

Img_normal
Sinceramente, depois da segunda travada seguida, quem aguenta continuar jogando?

Conexão: por que tu és assim?

Games com modo online são muito divertidos e, em geral, garantem um tempo maior de jogabilidade divertida. Infelizmente, não podemos falar em redes e interações pela internet sem lembrarmos que moramos no Brasil. E a velocidade e a constância das redes online em nosso país ainda não são inteiramente confiáveis.

É exatamente nesse ponto que jogos que requerem precisão e agilidade, como Ultimate Marvel x Capcom 3, deixam muitos jogadores com os nervos à flor da pele. Os famosos lags de conexão, mesmo que sejam por um ínfimo segundo, fazem total diferença no resultado final de uma peleja!

Inteligência variável

O último exemplo de Rage Quit se dá com a variação da inteligência artificial de alguns jogos. Tal fenômeno pode ser facilmente constatado em games esportivos, como NBA 2K12 ou o próprio FIFA 12.

Img_normal

Quando o jogador começa uma partida, ele se esforça e consegue garantir uma vantagem no placar. Em um determinado ponto do jogo, o adversário começa a jogar como se o destino da Terra dependesse disso. E pior: seus jogadores param de responder direito.

No caso de NBA, os arremessos simplesmente param de cair na cesta! Já no FIFA, todos os times adquirem um refinado toque de bola, digno de Barcelona, enquanto qualquer atacante “meia boca” consegue aplicar dribles à Robinho. Que raiva!

Já aconteceu com você?

Se você ainda não teve um “Rage Quit” com a leitura desse artigo, e saiu correndo, qual jogo que faz com que vire a mesa e pare de jogar? Não deixe de nos contar nos comentários abaixo!

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.