Voxel
209
Compartilhamentos

Será que vamos ouvir sobre uma nova geração de consoles na E3?

Último Vídeo

Com a proximidade da E3, é comum que vários rumores sobre o que vamos testemunhar nas apresentações das grandes empresas participantes surjam na internet. Afinal, estamos falando do palco maior importante do mundo dos games, que tem a atenção tanto dos fãs dedicados a esse meio quanto de que o encara de forma mais “casual” e acompanha notícias por veículos mais generalistas.

Obviamente, isso torna a feira realizada na cidade de Los Angeles o cenário ideal para a revelação de novos hardwares — algo que empresas como Sony, Microsoft, Nintendo e SEGA já fizeram no passado. Enquanto em 2017 tivemos a revelação do Xbox One X, relatos indicam que este ano a Sony estaria pronta para fazer sua própria revelação, respondendo ao poder da plataforma apresentada pela Microsoft.

E3 2018

Segundo fontes como o insider Marcus Sellars e o site SemiAccurate, a empresa japonesa não estaria preparando uma nova iteração do PlayStation 4, aos moldes do modelo Pro, mas sim uma nova geração de consoles. Não somente a efabricante estaria disposta a responder à concorrência “na mesma moeda”, como estaria pronta para encerrar o ciclo de vida de seu aparelho e dar o tiro de partida para outra etapa da indústria.

Mas será que esse realmente é o momento certo para uma nova geração de consoles? Ou será que não estamos nos deixando empolgar pelas possibilidades que um novo hardware vai trazer? E a Nintendo e a Microsoft, vão ficar contentes com o que oferecem ou também vão fazer parte dessa corrida rumo ao avanço da tecnologia?

PlayStation 5 em 2018? Improvável

É fácil ficar empolgado com os rumores que circulam pela internet sobre um suposto “PlayStation 5”. Enquanto o SemiAccurate afirma que o suposto aparelho vai suar chips AMD Zen para entregar experiências de realidade virtual sem precedentes, tanto o veículo quanto o insider Marcus Sellars afirmam que diversos kits de desenvolvimento da plataforma já foram enviadas.

Aparentemente, a Sony estaria tão adiantada em seus processos que um lançamento para o início de 2019 não estaria descartado. Isso explicaria o adiamento de Days Gone, que passaria a ser também um jogo de estreia da plataforma, que também contaria com sua própria (e melhorada) versão de Death Stranding, game encabeçado por Hideo Kojima.

Apesar de muita gente ter ficada animada com essas possibilidades, é preciso frear um pouco as expectativas e analisar as informações sob uma ótica mais cuidadosa. Para começar, temos que ver que todas essas informações surgiram na forma de “fontes anônimas”, o que já é suficiente para gerar desconfiança.

PlayStation 4 Pro

Além disso, é preciso analisar o histórico de Sellars: ele acertou ao dizer que o Black Ops deste ano será Black Ops 4, e foi um dos primeiros a dizer que Diablo 3 vai sair no Switch (informação que ainda não foi confirmada). No entanto, muitas de suas apostas no passado se provaram incertas — algo que o insider prefere ignorar, promovendo seu nome somente com o mérito de algumas de suas apostas terem se provado corretas.

Quem merece mais credibilidade nesse caso é Jason Schreier, membro do site Kotaku, que tem um histórico sólido de histórias que se provaram verdadeiras e que mantém uma boa relação com membros da indústria. Segundo ele, todas as fontes consultadas indicam que não somente o PlayStation 5 não deve aparecer na E3 deste ano, como o lançamento da plataforma não deve acontecer antes de 2020.

“Até mesmo funcionários dos estúdios first party da Sony disseram que ainda não foram instruídos sobre a existência do PlayStation 5"

“Até mesmo funcionários dos estúdios first party da Sony disseram que ainda não foram instruídos sobre a existência do PlayStation 5. Pessoas de todas as disciplinas (design, arte, engenharia, etc.) de grandes estúdios trabalhando em games marcados para 2019 e adiante me disseram que, se há informações sobre o PS5 em suas companhias, eles não ouviram sobre isso. (Essas pessoas disseram que não ouviram sobre um novo Xbox, também)”, afirmou Schreier.

Segundo o jornalista, embora haja algumas informações sobre a nova plataforma circulando, elas são limitadas demais para um produto que supostamente seria anunciado ainda este ano. Para completar, o lançamento de um novo hardware em 2018 impactaria bastante o PlayStation 4 Pro — um anúncio tão cedo seria interpretado como muitos como a Sony “assumindo” que a plataforma de meio de geração não deu muito certo e que é preciso fazer uma “correção de rumo” o quanto antes.

Microsoft e Nintendo

A empresa que menos tem chances de apresentar um hardware novo durante a E3 deste ano é a Microsoft. O motivo para isso é claro: o Xbox One X, mostrado na edição do ano passado, sequer completou um ano de lançamento — e seria muito negativo do ponto de vista da estratégia da empresa anunciar que uma opção melhor já está sendo preparada depois de tão pouco tempo.

Nintendo

Já a Nintendo tem mais chances de mostrar algo novo, mas isso dificilmente deve acontecer com o Nintendo Switch, plataforma que também não está há tanto tempo no mercado. Alguns chegaram a cogitar que um “Switch 2.0”, com formato mais compacto e algumas melhorias de design, poderia surgir este ano, mas relatos do Wall Street Journal afirmam que a empresa vai se focar mais em periféricos e no online do que em uma revisão de hardware em 2018.

Em compensação, o sucesso da linha “Classic Edition” dá a entender que a empresa pode anunciar alguma novidade neste sentido. Depois do Nintendo original e do Super Nintendo, o próximo console que estaria “na fila” para uma versão mais compacta e saudosista é o Nintendo 64, e não há época melhor do que a E3 para um anúncio oficial ser feito.

Você acredita em uma nova geração?

Diante das informações que temos até o momento, acredito que é bastante improvável que a E3 deste ano seja o início de uma nova geração de consoles. Também diria que são baixas as chances de vermos consoles sofrendo alguma espécie de revisão (e já há quem aposte em um PS4 Pro mais compacto), mas não me surpreenderia muito se víssemos ao menos uma novidade nesse sentido.

Xbox One X

Em matéria de hardware, a feira deve ser marcada mais pela consolidação de plataformas que chegaram em 2017 ao mercado — como o Nintendo Switch e o Xbox One X. Além disso, o “setor nostálgico” deve ganhar força, tanto com um possível “Nintendo 64 Classic Edition” quanto por iniciativas de outras fabricantes — a SNK já anunciou um Neo Geo Mini e as esperanças de que a SEGA relance o Dreamcast de alguma forma permanecem acessas.

Com o início da E3 2018 e das tradicionais conferências de imprensa, a realidade pode provar que estou errado e teremos em breve novas plataformas no mercado (sintam-se à vontade para apontar meus erros aqui se isso acontecer), mas desconfio que isso não deve acontecer. E você, acredita que já é hora de uma nova geração de consoles ou pensa que ainda é cedo demais para isso?

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.

Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Participe agora deixando seu comentário Acesse sua conta
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários