Voxel
431
Compartilhamentos

Microsoft: o que esperar da pré-conferência na E3 2018?

Último Vídeo

 

O lado verde da força quer fazer da E3 2018 o seu maior e mais épico palco de anúncios da história. E “maior” significa literalmente mais espaço: desta vez, a Microsoft sediará as principais novidades do Xbox no Microsoft Theater, um prédio gigante localizado em frente à E3, no coração de Los Angeles.

É lá que a festa vai rolar: pré-conferência, estações de jogos e FanFests farão parte de um conjunto que já ostenta o melhor hardware do mercado e serviços consolidados. Nós já dissertamos, em outra matéria, sobre a faca e o queijo na mão que a Microsoft tem para metralhar anúncios de jogos e fazer a diferença.

E agora, sem mais delongas, chegou a hora de apostar as fichas nos potenciais anúncios da gigante – e quem sabe morder a língua para se deparar com algo completamente inesperado, fora do radar de todo mundo. Vejamos os possíveis coringas que o Xbox pode ter em seu baralho para a E3 2018!

sj

Gears of War 5

Aquele vazamento do Walmart parece não ter sido brincadeira. Duas coisas de lá já se confirmaram: RAGE 2 e LEGO DC Villains. A Bethesda inclusive fez algumas manobras criativas para encaixar o vazamento de RAGE 2 dentro do planejamento do anúncio oficial.

Gears of War 5 também aparece na relação e realmente pode dar as caras, uma vez que Gears of War 4 foi uma espécie de recomeço para a franquia, que deve seguir uma nova trilogia. Além disso, a aventura foi lançada em 2016. Portanto, dá tempo da Microsoft anunciar um Gears 5 agora e lançá-lo em 2019 ou quem sabe até o fim deste ano. O intervalo entre um e outro dá força a essa especulação.

Forza Horizon 4

Essa é uma aposta segura: a Microsoft alterna as duas variantes da franquia Forza ano a ano. Ou seja, Motorsport e Horizon se revezam, e essa fórmula “anual” tem sido a tônica da empresa nos últimos anos. Em 2017, vimos Motorsport 7. Agora, em 2018, não é difícil pressupor que Horizon 4 exerça seu direito de aparição – e todo mundo quer saber se a ambientação será asiática mesmo. E ah, o vazamento do Walmart apontou, bizarramente, um “Forza Horizon 5”. Calma que esse só deve vir em 2020, Walmart. Por enquanto, Forza Horizon 4 está com a bola.

Crackdown 3

Crackdown 3 foi anunciado há quatro anos, lá na E3 2014, e seu desenvolvimento é uma novela de altos e baixos: as primeiras impressões do jogo, quando este foi disponibilizado para testes, não foram exatamente as melhores. Todos exigiam “mais polimento” à aventura. A Microsoft ouviu o feedback e adiou a data de lançamento mais de uma vez. A confirmação do ator Terry Crews no papel do personagem principal controlado pelo jogador deu um calor nos ânimos, mas a Microsoft tem estado silenciosa com Crackdown 3 desde então. A E3 2018 pode ser o palco definitivo do game.

dfg

Novo Fable

Todos sabem que a Playground Games, a mesma que assina o desenvolvimento dos Forza Horizon, tem um RPG de mundo aberto no forno. Essa informação é oficial e foi divulgada pelo próprio estúdio em 2017. As especulações dão conta de que pode se tratar de uma IP nova, mas um novo Fable também seria ótima jogada – até porque a franquia caiu no limbo desde que a Lionhead fechou as portas. O card-game Fable Fortune poderia inclusive ser incorporado à nova aventura, aos moldes do que acontece com Gwent em The Witcher 3.

Halo 6

Halo está para a Microsoft como Mario está para a Nintendo e God of War para a Sony: é aquela franquia contínua, que sempre vai receber novas entradas, seja por meio de um spin-off ou pela continuação da história canônica. A 343, que cuida da série, esteve ocupada com Halo Wars 2, mas este foi lançado em 2017 e, desde então, o estúdio está em silêncio. Halo 5 é de 2015. O intervalo de três anos (de 2015 para 2018) pode ser suficiente para que a Microsoft anuncie Halo 6.

Nova IP da The Coalition

A The Coalition assumiu a franquia Gears of War depois que ela foi comprada pela Microsoft em negociação com a Epic Games. Sediado no Canadá, o estúdio assina Gears of War: Ultimate Edition e Gears of War 4. Trata-se de uma das maiores equipes subsidiadas pela Microsoft. Se eles não anunciarem Gears of War 5, não seria de se estranhar que tenham uma nova IP no forno – ou, melhor ainda, que tenham autossuficiência para dividir o trabalho em dois projetos nesse enorme time: Gears of War 5 e uma nova IP. E os caras provaram que sabem fazer shooters.

cgbhjmg

Novo Perfect Dark

...Quem sabe essa nova IP da The Coalition não seja exatamente nova, mas sim o reinício de uma série existente e parada na linha do tempo? Perfect Dark seria a aposta perfeita para esse contexto. Embora o original, do N64, e Perfect Dark Zero, de Xbox 360, tenham sido desenvolvidos pela Rare, ela já disse que “não vê problemas” em delegar suas séries a outros estúdios, desde que eles tenham a “equipe certa” para a tarefa. E a The Coalition, conforme mencionado, já atestou que manja de shooter.

Ori and the Will of the Whisps

A sequência do encantador Ori and the Blind Forest foi revelada ao som de uma linda canção na E3 2017 e, desde então, o game sumiu. Espera-se que a E3 2018 seja a porta-voz da data de lançamento de Ori and the Will of the Whisps.

Battletoads, Banjo-Kazooie ou Conker

Você leu acima que a Rare afirmou “não ver problemas” em deixar suas séries aos cuidados de outras equipes. E, no final das contas, quem manda é a Microsoft. Já imaginou um novo Battletoads embalado pelo estilo de Cuphead? Um 2Dzão difícil pra dedéu e, ao mesmo tempo, robusto e moderno? Se a amizade da Microsoft com a StudioMDHR se estender, os frutos podem ser valiosos.

O mesmo vale para Banjo-Kazooie e Conker: todo ano eles estão nas apostas. Super Lucky’s Tale pegou de raspão essa expectativa e até confundiu alguns logo no início de sua apresentação na E3 2017. Banjo e Conker são grandes nomes que precisam ser mais aproveitados.

ddfghg

Below

Below se encaixa no quadro de “indefinições” desde 2013. Sim, o jogo foi anunciado na E3 daquele ano e seria publicado pela Microsoft Studios, mas, depois, a desenvolvedora Capybara Games anunciou que também assumiria a distribuição. Esse rogue-like ambicionava elevar o conceito do gênero e da “morte permanente” a um novo patamar, tanto que mudou várias diretrizes ao longo de sua turbulenta produção. A expectativa é que o jogo ganhe mais detalhes e data este ano.

Sistema de carreira no Xbox

A Microsoft consagrou o sistema de conquistas no Xbox e criou um ecossistema online que ganhou muito valor nos últimos anos. Hoje, o Xbox ostenta retrocompatibilidade, o Xbox Game Pass, o EA Access e as inúmeras funções que a dashboard oferece. O próximo passo do sistema de conquistas, que já é consolidado, seria um sistema de carreira, algo que já teria aparecido em documentos da Microsoft e cujo assunto é sempre tateado pelos executivos da empresa.

Mike Ybarra já falou sobre como seria legal se os jogadores pudessem registrar seu histórico “como um gamer, como fã de Xbox”. Embora tenha negado, no Twitter, que um sistema assim esteja em desenvolvimento (isso em abril deste ano), não seria estranho se a Microsoft anunciasse tal recurso para dar o próximo passo no pioneirismo do sistema de conquistas.

Third-parties

Third-parties que podem dar as caras na conferência também não faltam:

  • Cyberpunk 2077 é plausível, uma vez que The Witcher 3 e Gwent pintaram em conferências anteriores da Microsoft;
  • Metro Exodus teve aquela linda apresentação na E3 2017 e certamente voltará revigorado para a E3 2018;

ghgjghjgh

  • P7, a nova IP da Remedy, também pode usar o palco da Microsoft pelo histórico que as duas têm juntas;
  • A Ubisoft é outra que está em lua de mel com a empresa: Assassin’s Creed Origins esteve na conferência da Microsoft em 2017. Portanto, podemos conjeturar nomes como The Division 2, Skull & Bones, Beyond Good and Evil 2, The Crew 2 e quem sabe alguma surpresa. Deixemos o Splinter Cell novo (se rolar) para a conferência da Ubi, que acontece no dia seguinte à da Microsoft.

Por enquanto, Quantum Break 2 e Alan Wake 2 devem ficar nos sonhos, uma vez que a Remedy está ocupada com sua IP nova. O que você acha que pode aparecer e não está relacionado neste especial? Deixe seu comentário aqui embaixo e participe!

A conferência da Microsoft acontece no dia 10 de junho às 17h no horário de Brasília e terá cobertura completa do Voxel, aqui no Brasil e em Los Angeles, nos Estados Unidos. Fiquem ligados!

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.

Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Participe agora deixando seu comentário Acesse sua conta
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários