Análise de Adventure Time: Hey Ice King! Why'd You Steal Our Garbage

Um mundo de aventuras e diversão em seu bolso

Aquele tinha tudo para ser um dia estranhamente calmo na Terra de Ooo. O Reino Doce seguia com sua açucarada tranquilidade enquanto as Pessoas-Casas e os ogros de grama mantinham sua intensa relação intacta. Até mesmo os seres da Noitosfera permaneciam em paz e sem causar grandes confusões — tudo graças aos esforços aventurescos de Finn, o humano, e seu amigo Jake.

Tudo corria bem — a não ser, é claro, o mais novo plano maligno do vil Rei Gelado. Decidido ir além do tradicional rapto de princesas, ele decidiu roubar o lixo de nossos heróis, que ficaram sem entender o que diabos o vilão estava fazendo. Que intenções nefastas estão disfarçadas de coleta seletiva? Pois é o que descobriremos em Adventure Time: Hey Ice King! Why'd You Steal Our Garbage?!!

E a estreia do desenho "Hora de Aventura" no mundo dos video games é muito mais do que uma simples adaptação. O jogo para Nintendo DS e 3DS é quase como um episódio estendido da animação, uma vez que tudo aquilo que faz com que as aventuras de uma criança e seu cachorro em um mundo totalmente incoerente sejam tão divertidas é fielmente reproduzido em seu portátil.


Mas será que toda a bizarrice e o humor único apresentado no desenho do Cartoon Network funcionam nos video games da mesma maneira com que acontece na televisão? Então, pegue sua mochila, sua espada e seu cachorro mágico e prepare-se para encontrar sua resposta nos mais diferentes pontos de Ooo. Afinal, você sabe que horas são?

Contrariando todas as expectativas negativas que acompanham as adaptações de desenhos animados, Adventure Time: Hey Ice King! Why'd You Steal Our Garbage?!! consegue capturar o humor da série e trazê-lo para o portátil de maneira exemplar, criando uma experiência incrivelmente familiar para quem já acompanha as aventuras de Finn e Jake na TV.


É claro que os tropeços, sobretudo na simplicidade excessiva, pode incomodar o jogar mais velho que procura uma diversão à altura de outros títulos “mais sérios”, mas é preciso levar em conta que o jogo é nitidamente voltado ao público mais novo e esse é seu público-alvo, apesar de termos piadas mais maduras.

Isso não quer dizer, contudo, que é impossível se divertir na Terra de Ooo. Explorar os diferentes reinos e ajudar seus estranhos habitantes continua sendo algo incrivelmente engraçado e recompensador, mas que vai agradar muito mais quem já é fã da animação, seja ela uma criança ou um marmanjo. Se você não se importa em deixar o preconceito de lado e quer continuar sua jornada ao lado desses improváveis heróis, certamente não haverá do que se arrepender.

Afinal, você já sabe que agora é hora de aventura!

É hora de aventura!

Para que a estreia de Finn e Jake dentro dos jogos fosse a melhor possível, a única exigência era de que todos os elementos bizarros vistos nos episódios estivessem presentes. E nesse ponto, os fãs do desenho não podem reclamar. Hey Ice King! Why'd You Steal Our Garbage?!! traz tudo aquilo que é característico da animação para o portátil, fazendo com que a experiência seja incrivelmente familiar.

E isso não se resume apenas aos personagens e locais visitados. Mais do que simplesmente encontrar a princesa Jujuba, Gunter e a Princesa Caroço — com seus dramas de adolescente — em suas aventuras, as piadas que torna cada um desses coadjuvantes únicos também marcam presença.


Isso é uma excelente notícia para quem espera reencontrar várias passagens icônicas do desenho, seja nas linhas de diálogo, nas situações encontradas e até mesmo nas descrições dos itens que você encontra pelo caminho. Se deparar com a armadura suprema — e imóvel — do Rei Gelado ou com a maleta dos executivos é quase como um exercício para testar seu conhecimento sobre Hora de Aventura.

E não ache que esse forte apelo às referências é algo ruim. Não conhecer a animação a fundo pode fazer com que você perca muitas das piadas, mas nada que comprometa a diversão. Além disso, entenda isso como uma espécie de incentivo para fazê-lo ir atrás dos episódios — algo de que você não irá se arrepender.

Uma bagunça de gêneros

Desde que foi anunciado, Adventure Time: Hey Ice King! Why'd You Steal Our Garbage?!! sempre se mostrou como uma salada de gêneros. Tudo isso porque ele se inspira em vários outros games, sendo quase como uma grande homenagem aos clássicos.

É o caso de Zelda II: The Adventure of Link, lançado para Nintendinho em 1987 e o único título da série a misturar elementos de RPG com plataforma. E embora a Nintendo tenha abandonado essa ideia lá atrás, a WayForward resgatou-a de uma maneira incrível, uma vez que ela se encaixa perfeitamente dentro daquilo que Hora de Aventura se propõe a ser.

Desse modo, temos dois estilos de jogo bem diferentes, mas que funcionam muito bem quando usados em conjunto. Nos momentos de plataforma, os heróis deverão explorar castelos, encontrar velhos conhecidos e derrotar monstros como o Guardião de Cristal e os Zumbis Doces. Para isso, você contará tanto com a espada de Finn quanto com os estranhos poderes de Jake, que é constantemente carregado em sua mochila e vai ajudá-lo com alguns golpes ou derrubando obstáculos em seu caminho.


No entanto, a presença do cão é realmente fundamental nos momentos de RPG de Hey Ice King! Why'd You Steal Our Garbage?!! Como o jogo traz todo o mundo de Ooo para ser explorado, você terá de passear por todos os cantos do extenso mapa em busca de segredos e itens raros.

O ponto é que, para alcançar determinadas áreas, você precisa desbloquear algumas habilidades de Jake. É o seu poder de se transformar em uma ponte ou em um barco canino que vai liberar o acesso ao País do Fogo ou permitir que você alcance o Reino Gelado.

Mas essa não é a única característica herdada dos RPGs. Além dessa evolução de skills, Adventure Time ainda traz um sistema de atributos para que você procure melhorar o desempenho de Finn em combate. Embora isso seja bem simplificado — você pode aumentar apenas sua força, vitalidade e velocidade —, a busca pela perfeição vai fazê-lo ir até a mais escura masmorra deste estranho mundo.

Além disso, temos um sistema de missões muito bem construído que conduz o jogador por toda a Terra de Ooo. Como todas as tarefas estão diretamente ligadas, você vai precisar da ajuda de praticamente todos os habitantes dos diferentes reinos para conseguir avançar, o que praticamente obriga que você passe muito tempo transitando de um ponto para outro e conhecendo cada detalhe do mapa. Para chegar ao País do Fogo, por exemplo, você precisa de um item que o Golem de Neve entrega após conseguir uma noiva feita de nuvens — algo que só é possível obter após encontrar o Deus da Festa.

Uma arte sinistra

Contrariando tudo aquilo que a maldição das adaptações diz, Adventure Time: Hey Ice King! Why'd You Steal Our Garbage?!! consegue se sair muito bem tanto em termos de jogabilidade quanto na parte artística. O visual do game é realmente muito bonito, abusando das cores para dar vida tanto aos característicos personagens e aos diferentes locais da Terra de Ooo. Tudo é tão bonito que nem mesmo a falta do 3D incomoda.

A trilha sonora é outro ponto de destaque. Tanto o tema inicial quanto as melodias que você encontra em sua jornada são bem agradáveis e se encaixam perfeitamente no clima aventuresco de todo o game. Só é uma pena que o jogo não seja dublado, contendo apenas uma ou outra frase — incluindo o “Ai meu caroço!”.

Ainda um jogo para crianças

O grande mérito de Hora de Aventura é ser um desenho animado que consegue agradar tanto o público infantil quanto adulto. É exatamente essa combinação de visual e história inocentes com piadas e conteúdo mais maduros que fazem com que a animação seja tão popular. No entanto, parece que a WayForward se esqueceu desta característica durante a produção de Hey Ice King! Why'd You Steal Our Garbage?!!


Por mais que isso não deixe o jogo menos divertido, é impossível não se incomodar com a baixa dificuldade e a falta de desafios que realmente prendam o jogador — deixando claro que o objetivo é atrair o jogador mais novo que não tem muito contato com jogos. Ainda que o título se baseie em estruturas de RPGs, não espere encontrar grandes dungeons para serem exploradas ou missões paralelas para serem realizadas.

A própria evolução de Finn e Jake é simplificada ao extremo, o que faz com que o game fique incrivelmente curto. Assim, com apenas algumas horas de dedicação, você consegue socar o Rei Gelado, recuperar seu lixo e ainda ver um belo 100% em seu indicador de progresso.

Sem incentivo

Quem acompanha o desenho sabe que a motivação de nossos heróis para ajudar princesas indefesas não está apenas em defender a justiça ou mergulhar em uma nova aventura, mas em poder socar algum vilão que aparecer em seu caminho. No entanto, Hey Ice King! Why'd You Steal Our Garbage?!! prefere deixar essa característica de lado, não dando o foco merecido aos combates e aos inimigos que aparecem em sua jornada.

Por mais que adversários não faltem — você sempre será emboscado por algum monstro —, o game não te incentiva a enfrentá-los. Não há pontos de experiência ou alguma recompensa que realmente justifique os confrontos contra zumbis e homens-placa. Nem mesmo os itens são um atrativo tão bom assim.

Esse problema é reflexo do sistema simplificado de evolução. Melhorar sua força ou vitalidade não é fruto de seus esforços, mas de sua sorte ao encontrar um baú que permita aprimorar esses atributos. Desse modo, em pouco tempo, você deixa de se importar com os combates e procura apenas encontrar os itens necessários para realizar as missões disponíveis em toda a Terra de Ooo — acabando com a graça do game pela metade.

80 3ds
Ótimo

Outras Plataformas

80 ds