Tão incrível quanto desequilibrado

Em um futuro muito distante, a galáxia disputa a extração de um minério chamado Solar, encontrado no núcleo de planetas e asteroides. A batalha pela hegemonia da atividade é tanta que as empresas Zero e One estão prestes a declarar guerra para acabar com a concorrência e criar um perigoso monopólio extrativista. Para isso, nada mais óbvio do que contratar um grupo mercenário para fazer o trabalho sujo.

É a partir dessa proposta que Awesomenauts tem início. Mas não se deixe enganar pela suposta complexidade da trama, pois essa é a única coisa realmente séria em todo o game. Você percebe o clima bem-humorado já nos primeiros momentos do jogo, que recria a abertura dos desenhos dos anos 80 — lembrando muito o clássico “Bravestarr” — para mostrar que, mesmo com a tensão entre as duas facções, ainda há espaço para o riso.

Mas o grande mérito do título não está apenas em trazer esses clichês que marcaram a infância de muita gente aos consoles. Mais do que isso, Awesomenauts é um dos primeiros MOBAs (Massive Online Battle Arena) a chegar ao Playatation 3 e Xbox 360, o que torna a responsabilidade do game ainda maior perante os fãs do gênero.

Por estarmos falando de um game voltado às funções online, Awesomenauts peca em um ponto vital. A ideia de um jogo focado na experiência multiplayer é mostrar que todos os jogadores têm espaço, mesmo aqueles que começaram agora e estão dando seus primeiros passos em um MOBA.

Infelizmente, não é isso o que acontece. O desequilíbrio realmente incomoda e vai afastar os jogadores que não tiverem paciência ou força de vontade. Por mais divertida e engraçada que a proposta seja, de nada adianta se não há nada que o motive a evoluir até que você ganhe força o suficiente para fazer a diferença nas partidas.

Img_normal

No entanto, mesmo deslizando em um ponto básico, o game não é ruim. Aqueles que resistirem às surras iniciais vão se divertir muito com a irreverência de personagens tão carismáticos quanto Sheriffe Lonestar e Leon Chamaleon, principalmente pelo fato de as partidas serem muito empolgantes quando você deixa de apanhar.

No fim das contas, é possível perceber que Awesomenatus tem muito potencial para aqueles que decidirem ir além da frustração e, sobretudo, para os fãs do MOBA. Mais do que isso, ele mostra que o sistema de arenas de batalha é algo que funciona muito bem também nos consoles.

Sem enrolação

Não é por ser um estilo relativamente novo nos consoles que o game irá trazer longos tutoriais e explicações cansativas para apresentar sua mecânica básica. Ao iniciar o game, você é diretamente levado a uma simulação que vai lhe ensinar, na prática, tudo o que é preciso saber para sobreviver e se dar bem nesta guerra entre Zero e One.

É aí que você percebe que Awesomenauts é muito simples. Seu personagem é arremessado em uma arena e tem como única missão destruir a mina de extração da outra equipe. Para isso, no entanto, é preciso enfrentar uma série de desafios que vão testar sua habilidade, paciência e instintos.

Além dos mercenários contratados pelo grupo rival, você também precisa eliminar pequenos robôs controlados pela inteligência artificial, enormes metralhadoras instaladas em pontos estratégicos do cenário e até mesmo criaturas que habitam o planeta. O resultado de tudo isso é ação frenética e muito divertida.

É exatamente essa loucura que mais chama a atenção. É tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo que é praticamente impossível prever o que está por vir. Por mais que seu objetivo seja destruir a base inimiga, é preciso também ficar atento às ações de seus oponentes na fase para impedir que eles avancem ou derrotem alguma força aliada. Quando você perceber, já terá sido engolido pela bagunça.

Macacos voadores em arenas mortais

É claro que boa parte dessa loucura não existiria se não fosse por conta dos icônicos personagens. Cada um dos Awesomenauts conta com armas e habilidades únicas, o que significa que há diferenças significativas na jogabilidade dependendo do mercenário escolhido.

Img_normal

Sheriff Lonestar, por exemplo, é o típico cowboy espacial, invocando touros espectrais ou arremessando dinamite para todos os lados. Já Yuri é um macaco que fez parte do programa espacial comunista que usa uma mochila voadora para se locomover e atacar seus inimigos. Além disso, alguns dos poderes utilizados pelos heróis possuem características táticas, seja para criar um clone que atraia a atenção dos oponentes ou desenvolvendo um campo gravitacional que os impeça de fugir.

Os cenários também oferecem grandes doses de diversão graças ao desenho criativo que a Ronimo Games preparou. Por mais que estejamos falando de arenas 2D, há muita coisa a ser explorada. Há várias plataformas que ligam os diferentes caminhos e áreas ocultas, que podem ser usadas para surpreender seus adversários.

Sobreviver e matar

Pode parecer redundante falar que o principal objetivo dos jogadores em Awesomenauts é sobreviver e acabar com os soldados do outro time, mas o game traz essa característica básica de jogos online com uma importância muito maior. Ao eliminar um mercenário rival, você recebe uma grande dose de Solar, a moeda do jogo.

Img_normal

Isso significa que você não deve se preocupar apenas em derrotar o que aparecer em sua frente, mas em se manter inteiro para evitar que seus adversários consigam dinheiro o suficiente para aprimorar suas armas e habilidades. Quanto mais vezes você for morto, mais poderoso será o arsenal de seus oponentes — o que faz com que a sobrevivência também seja um ponto extremamente estratégico.

A lei do mais forte

Como acontece em todo game online, o progresso do personagem acontece com base em seu desempenho durante as partidas. Com Awesomenauts não é diferente, pois sua habilidade é o que fará com que você avance de nível e receba novas armas e habilidades para seus mercenários.

O problema, no entanto, é que esse conteúdo desbloqueado é consideravelmente superior aos equipamentos básicos disponíveis para novatos, o que torna as coisas muito desequilibradas. Como o jogo não oferece ferramentas que permitam selecionar a perícia dos demais jogadores, iniciantes e experientes são colocados em uma única arena.

Img_normal

Para quem está começando a se aventurar em Awesomenauts, isso é incrivelmente irritante e frustrante. Logo após dominar a mecânica básica do game, você é arremessado em uma fase com jogadores muito mais poderosos, o que pode tornar a competição injusta e, de certo modo, sem graça. É preciso passar muita raiva até que você consiga bater de frente com esse pessoal.

Compre com o menor preço:
80 ps3
Ótimo

Outras Plataformas

80 xbox-360