Recheado com tiroteios online e totalmente gratuito. Quer mais que isso?

Play 4 Free. Essa expressão simboliza a seguinte frase: jogos gratuitos podem ser bons. Muito bons. A Electronic Arts, depois de muita expectativa, lançou o primeiro game sob essa expressão. Battlefield Heroes foi testado anteriormente pelo Baixaki Jogos quando a EA liberou uma versão Beta do jogo, e a versão completa saiu tão boa quanto o esperado.

Clique para baixar o game Praticidade é um dos melhores termos que descrevem a experiência com este game e ação. Basta realizar o cadastro no site oficial, baixar o jogo através de um plug-in (complemento) do navegador web e começar a jogar. Tudo isso ocorre de forma relativamente rápida, variando entre 15 a 30 minutos com boas conexões com a internet.

Clique aqui ou na imagem acima para conhecer Battlefield Heroes.



Uma simples premissa...

...mas muito eficiente. Para começar a jogar, o gamer deve criar um herói de guerra, escolhendo dentre uma das duas facções propostas (Royal Army ou National Army). A seguir, deve-se determinar uma classe para o soldado. São somente três: Gunner, Soldier e Commando. Mesmo assim, é possível causar o caos de uma forma inacreditável apenas com essas três classes.

Enquanto que as facções não possuem diferenciação técnica (apenas as vestes e as cores indicadoras mudam), as classes apresentam algumas peculiaridades interessantes. Isso é crucial para o surgimento de combates dinâmicos e diversificados. "Do nada", você pode morrer devido por causa de um disparo de uma bazuca, através de um tiro de um rifle de franco-atirador ou por uma escopeta.



Se o jogador optar pela classe Gunner, deverá lidar com armas de grande porte, como metralhadoras pesadas e bazucas. Apesar de conter mais energia que os demais combatentes, os Gunners se movimentam mais lentamente. As habilidades dessa classe são compatíveis com o incrível poder de fogo dos heróis que optarem por essa classe.

Já os Soldiers são encarados como combatentes de suporte. Ainda assim, é possível fazer um bom estrago com as metralhadoras leves e com a escopeta que esses heróis podem carregar. Além disso, as habilidades dos Soldiers envolvem "balas de fogo", recuperação de energia em área e arremesso frenético de granadas.

Um pouco de perspectiva sempre é bom

Enquanto isso, o Commando é o soldado mais discreto do jogo, contém uma baixa quantidade de energia e se movimenta com rapidez. Rifles de franco-atirador e facas são as armas prediletas desses combatentes. Além disso, uma das habilidades mais interessantes dessa classe é a invisibilidade, desmascarada apenas pelo disparo das armas, por uma das habilidades do Soldier ou pela proximidade.

Mistura forte entre RPG e TPS

Realmente, é difícil não relembrar alguns títulos do gênero RPG enquanto se joga este TPS (jogo de tiro em perspectiva de terceira pessoa). Pois, assim que o jogador participa na captura de pontos estratégicos e inflige o máximo de dano possível aos adversários, pontos de experiência são adquiridos, eventualmente fazendo com que o herói passe de nível.



Outro elemento RPG que faz toda a diferença em Battlefield Heroes é a própria interface geral. No menu do game, é possível escolher as habilidades utilizadas na barra de ações, determinar quais missões o jogador deseja cumprir durante as batalhas, comprar vestes, armas e acessórios e realizar uma série de outras ações.

Sim, a fórmula básica do game segue a série Battlefield, levando os combatentes a lutarem em prol do domínio de pontos estratégicos no mapa. Só que, em Heroes, tudo é mais prático: os nove tipos de armas contam com munição infinita, os três tipos de veículo (tanques, jipes e aviões) são controlados de forma simples e direta e a movimentação também não possui nenhum problema grave.

A cada dois níveis, o herói adquire um Hero Point, que serve para o desbloqueio de novas habilidades ou o aprimoramento de habilidades já adquiridas. Com isso, o jogador tem a possibilidade de renovar sua barra de ações com as atualizações realizadas e fazer a diferença dentro dos combates.

O avião é espetacular Os Valor Points, entretanto, formam um outro tipo de recompensa para os combatentes. Obtidos através da participação bem-sucedida em combates e através do cumprimento das missões escolhidas, esses pontos podem ser gastos em armas, acessórios, "widgets" (pequenos bônus temporários) e vestes. Para os jogadores que não querem gastar um centavo com o game, essas opções de compra apresentam várias limitações.

É claro que isso não influencia em batalha, mesmo porque a EA resolveu não colocar novas armas a serem desbloqueadas (pelo menos não no momento em que esta análise foi escrita). E, para não sacanear os heróis de nível baixo, o sistema de procura de servidores redireciona o jogador a salas com heróis em níveis relativamente semelhantes.

Para quem quer personalizar os heróis de uma forma mais complexa e não tem problemas monetários, há os BattleFunds. São pontos comprados por dólares através do sistema PayPal ou via cartões de crédito. Com uma boa quantidade de BattleFunds, o gamer tem acesso a diversas vestes e acessórios. Reforçando: nada que influencie no desempenho em combate.

Ops, acho que vou morrer... No geral, plenamente satisfatório

Testando o jogo simultaneamente com a equipe do Baixaki, o Baixaki Jogos conseguiu perceber o potencial de Battlefield Heroes. A EA pode facilmente ampliar o jogo através do lançamento de novos mapas, novas armas e até mesmo novas classes. Até 16 jogadores têm a chance de participar dos combates, o que é excelente considerando que o título é disponibilizado gratuitamente.

A diversão é iminente. Como os visuais do game lembram fortemente o estilo gráfico encontrado em diversos desenhos animados, não há como deixar de ser cativado pelas animações que ocorrem na tela. O melhor exemplo, talvez, é o fato de controlar um avião com dois combatentes "anexados": um em cada asa da aeronave.

A jogabilidade é extremamente intuitiva, pois, mesmo que o gamer encontre dificuldades em lidar com a movimentação, com o disparo das armas e com as habilidades, há o modo tutorial. Aprender os controles do game é muito fácil e a personalização da barra de ações para a alternância entre armas e habilidades é muito interessante.

Tecnicamente, não há o que reclamar. Os requerimentos mínimos do jogo são realmente mínimos em comparação com o que outros jogos semelhantes exigem. Até mesmo uma máquina criada para funcionalidades de escritório é capaz de rodar o game com fluidez, já que o jogo é flexível no que diz respeito a configuração de recursos gráficos (mesmo sem apresentar muitas opções de personalização visual).

Dito isso, é difícil questionar o "realismo" de Battlefield Heroes. Mesmo porque não há realismo, pois é a proposta arcade do game que é o pilar de toda a diversão. Os visuais são bonitos e vibrantes e combinam perfeitamente com a temática geral. Bugs gráficos só ocorrem se o jogador não possui uma placa de vídeo razoável para executar o game.


Quanto aos sons, a música é divertida e a ambientação sonora é muito boa. Em alguns momentos, pode-se presenciar uma espécie de "poluição sonora", pois o barulho de tanques, aviões, jipes e tiros é constante se há muitos combatentes em uma mesma região. Entretanto, a qualidade dos sons variados é respeitável, considerando o pequeno espaço em disco que o jogo ocupa.

Battlefield Heroes é um game recomendado para todos aqueles que gostam da série Battlefield e querem participar gratuitamente de batalhas emocionantes. Divertido é pouco se você adora trocar balas com outros jogadores sem nenhum tipo de preocupação técnica.


88 pc
Ótimo