Bem longe de 10

De tempos em tempos, o estoque de energia do planeta Primus se esgota. Contudo, isso não é problema, pois graças a um interessante fenômeno, o astro é recarregado graças ao alinhamento de seus dois satélites naturais.

Embora seja algo programado para acontecer, os habitantes do planeta sempre comemoram organizando um torneio intergaláctico apenas com os melhores corredores para promover o milagre de sustentabilidade de seu planeta.

Img_normal

É neste contexto que se passa Ben 10: Galactic Racing, um jogo de corrida estrelado pelo personagem do Cartoon Network e que busca levar o jogador em uma competição ambientada em diversos planetas da galáxia.

Com a bem-intencionada proposta de entregar aos fãs de Ben 10 um jogo divertido de corrida aos moldes de clássicos como Crash Team Racing e Mario Kart, Galactic Racing falha por conta de diversos problemas que anulam todo o seu potencial de diversão.

Mesmo para os fãs do herói do Cartoon Network (que podem se divertir ao encontrar o seu personagem favorito e diversos planetas encontrados na série de animação),a experiência em geral é bastante sofrível e não merece o tempo gasto nela.

Tudo que você ama em um só pacote

Se há algum mérito em Ben 10: Galactic Racing é a fidelidade que o game tem em relação à série. Há diversos personagens que podem ser escolhidos pelo jogador, assim como diversos poderes baseados no DNA das criaturas retratadas na série de animação.

Img_normalOs participantes também irão visitar diversos sistemas estelares e planetas retratados no desenho. Desse modo, de acordo com o corredor escolhido pelo jogador, é bem provável que você acabe se sentindo em casa literalmente.

Por fim, os itens especiais presentes no game foram feitos baseado no DNA dos diferentes alienígenas retratados no desenho. Assim, em vez de itens genéricos e sem sentido, os fãs da série podem reconhecer os seus efeitos sabendo a partir de qual personagem eles foram derivados.

Bom humor

Antes de toda a corrida e durante os eventos, o jogador irá cansar de ouvir a dupla de narradores explicar os detalhes de cada pista, além de comentar os acontecimentos da corrida com o bom humor característico da série.

Ben 10 vezes quatro

Img_normalÉ possível tentar aumentar a diversão de Galactic Racing em modos multiplayer feitos para até 4 jogadores. Ainda que não exista a possibilidade de jogar online, a tela dividida já é suficiente para garantir algumas risadas.

Além de poder competir pelo primeiro lugar em corridas com seus amigos, Ben 10 também oferece o interessante modo Showdown, no qual os jogadores devem acertar os outros participantes ao mesmo tempo em que desviam dos ataques inimigos em uma minúscula arena.

Corridas sem velocidade

Embora a Namco Bandai tenha decidido fazer de Galactic Racing um jogo de corridas ao estilo de Mario Kart, o resultado aqui é bem diferente. Ainda que cada personagem tenha diferentes tipos de veículo a sua disposição, os seus diferentes status (sendo o mais notável a velocidade) parecem não fazer diferença alguma.

Img_normal

Uma verdadeira pena, uma vez que a sensação durante as corridas é praticamente nula, sendo que, mesmo com a ajuda de itens especiais e dos turbos espalhadas pelas pistas, os carros parecem estar andando a 20 km/h.

Volante torto

Se o jogador não desistir da competição ao perceber que o seu carro praticamente não anda, talvez os bizarros controles consigam cumprir essa função. Enquanto os comandos básicos (aceleração, freio e uso de itens especiais) são mapeados da forma tradicional, há manobras extras que não são explicadas ao jogador e que são essenciais para a vitória.

Img_normalAlém dos itens especiais, por exemplo, cada corredor conta com há manobras de defesa e de ataque específicas. Para utilizá-las, no entanto, é necessário carregar barras de energia realizando manobras aéreas e derrapando pelas pistas.

O grande problema é que o jogador deve aprender a fazer isso por conta própria, sem nenhum tipo de ajuda. Um problema que se agrava ainda mais quando lembramos que esse é um game direcionado a uma faixa etária mais baixa.

Já não passei por aqui?

Embora exista uma certa variedade de planetas em Ben 10: Galactic Racing, o design das pistas é monótono e repetitivo. Assim, ao voltar para o planeta de gelo, por exemplo, é bom preparar-se para desviar de estalactites e desviar de montes de neve independentemente do circuito escolhido.

Tudo isso somado a gráficos bem abaixo do padrão dos consoles, cheios de serrilhados e texturas pobres, desestimula o jogador a continuar, sendo que em muitos momentos é possível pensar que o grande prêmio, na verdade, é largar o joystick.

40 ps3
Ruim

Outras Plataformas

40 xbox-360