Descubra uma explosão de diversão nas telinhas do DS.

Lançado em janeiro desse ano pela Arkedo Studio, Big Bang Mini — para o Nintendo DS — não chamou muito a atenção dos críticos e dos jogadores. A impressão realmente não é das melhores, a caixa com muitas cores, fogos de artifício e alguns “bichinhos engraçadinhos” remete diretamente a vários outros joguinhos genéricos, que povoam a biblioteca de título do portátil da Nintendo.

Ledo engano! A simplicidade de Big Bang Mini oculta uma jogabilidade atraente e extremamente envolvente. Os belos gráficos apostam alto no visual amigável e bem colorido, criando um jogo que irá manter os usuários entretidos por um longo tempo.

 

Queima de fogos

Infelizmente é difícil de definir Big Bang Mini. Em linhas gerais o jogo pode ser comparado com o clássico Space Invaders. Isso porque basicamente você irá controlar uma pequena base móvel, posicionada na tela inferior do DS, enquanto deve atirar fogos de artifício contra levas de inimigos que aparecem na tela superior, ao mesmo tempo que desvia de tiros e outros objetos arremessados por esses oponentes.

O grande diferencial é que, além de não se tratar de uma nave (mas apenas uma base de lançamento) você ainda conta com um uso extremamente inteligente da stylus. Arrastando a caneta pela tela do DS você pode mudar a posição da base (que deve ser protegida de eventuais tiros inimigos) e disparar os foguetes, fazendo explodir os alvos que aparecem no topo da tela.

Big Bang Mini é simples e talvez por isso mesmo seja tão divertido e recompensador. O esquema de controles peculiar usa e abusa da tela sensível ao toque. Além disso, você também contará com outros movimentos especiais que podem ser ativados através dos botões laterais (L ou R).
Explosão Sensorial

Cuspindo para o alto

Mas as idiossincrasias do título não param por aí . Se o objetivo é atirar contra seus oponentes, basta fazer chover fogo sobre seus adversários, certo? Errado! Isso porque, como na vida real, os fogos de artifício acabam explodindo ao atingirem uma determinada altitude.

Assim, caso você não acerte o seu disparo em um dos seus alvos, os foguetes irão estourar no ar derramando uma chuva de fagulhas sobre a sua base de disparo, que por sua vez pode ser destruída por elas  . Além disso, para poder avançar de nível você deve coletar uma série de estrelas, que são derrubadas pelos seus inimigos ao serem destruídos.

Dessa forma você deve disparar seus fogos de artifício com cuidado, desviar os tiros dos adversários, desviar das eventuais centelhas oriundas de disparos que não acertem os alvos e ainda coletar as estrelas que caem dos inimigos.

Bateria de fogos

A proposta interessante de Big Bang Mini fica ainda mais atraente quando observamos o dinamismo do jogo. A cada estágio novos elementos são introduzidos, novos inimigos, novas habilidades, novos obstáculos e assim por diante.

Dessa forma a ação não se torna repetitiva, mesmo porque a dificuldade também é exponencial tornando-se mais desafiadora a cada fase. Por falar nisso, o jogo possui nove mundos diferentes, compostos por dez fases cada, sendo que a última é sempre uma batalha contra um grande chefe. Consequentemente, você terá a sua disposição 90 estágios para explorar.

Inicialmente, apenas dois modos de jogo estão disponíveis, o Tutorial e o Arcade, após completar todas as fases da modalidade Arcade você libera outros estilos de jogo, entre eles o Mission, no qual o game propõe desafios de dificuldade exponencial e outro modo chamado Relax, no qual o usuário joga sem morrer.

Além disso, Big Bang Mini também traz um sistema competitivo. Em Challenge você mostra sua habilidade contra seus amigos e participa de ranking online mundial. Infelizmente, esse é um dos aspectos menos explorados pelos desenvolvedores e que certamente poderia adicionar ainda mais diversão ao título.

Dê uma chance

Big Bang Mini certamente não irá atrair aos jogadores mais hardcore, porém esse não é exatamente o público alvo do Nintendo DS, no entanto o jogo difere-se daqueles jogos genéricos sem grandes atrativos que abarrotam as prateleiras do DS (e invariavelmente acabam prejudicando a imagem da plataforma).

A jogabilidade é extremamente simples e ao mesmo tempo consegue ser muito envolvente e irá prender a sua atenção por horas a fio. Big Bang Mini é uma agradável surpresa escondida entre os inúmeros títulos “sem sal” do DS. Dê  uma chance para esse inusitado joguinho e descubra uma bela adição à  saturada biblioteca do portátil da Nintendo.

Por sinal, a trilha sonora oficial do jogo está disponível gratuitamente no site oficial do jogo. Para baixar basta
clicar aqui e curtir a coletânea de World Music presente em Big Bang Mini.
84 ds
Ótimo