Pronto para acabar com o adversário (e com os seus dedos)?

A série BlazBlue estreiou nos consoles em 2009 e já se tornou uma das grandes referências entre os games de luta da atual geração graças ao seus personagens que carregam estilos de luta bastante distintos entre si e, ainda assim, muito bem balanceados.

Juntamente com o lançamento do PlayStation Vita, ocorrido no final de fevereiro deste ano, o portátil também recebeu uma versão totalmente atualizada de BlazBlue Continuum Shift (lançado originalmente nos consoles de mesa) para chamar de sua.

Além de trazer todo o conteúdo disponibilizado por DLC nos video games, a versão Extend também traz algumas novas modalidades de jogo, novos capítulos da história e um novo personagem (Relius Clover) para tornar a pancadaria ainda mais emocionante.

BlazBlue Continuum Shift figura ao lado de Marvel vs. Cacpom 3 como uma das melhores escolhas que alguém que possui um Vita pode fazer dentro do gênero de luta. Mesmo que as opções ainda sejam escassas, o título deve manter-se no hall de destaques do portátil durante toda a sua vida útil.

Isto porque o game apresenta uma mecânica de jogo fantástica que, aliada com o direcional do PlayStation Vita, dão ao jogador o total controle de seus personagens. Tudo isso aliado com os excelentes gráficos 2D (mesclados com os cenários de fundo tridimensionais) tornam o game uma experiência definitiva dentro da série.

Ao mesmo tempo, o completo modo tutorial e todos os modos apresentados no jogo tornam o título recomendável também para quem não tem nenhuma familiaridade com a série. Basta um pouco de dedicação e você estará pronto para se tornar o maior guerreiro de todos!

Jogabilidade apurada

Se existe algo que é importante em um game de luta é a sua jogabilidade. De nada adianta a existência de 315 personagens diferentes se é praticamente impossível realizar um combo porque os comandos são mal ajustados.

Em BlazBlue Continuum Shift Extend isso não é problema de forma alguma. É bastante fácil entender a mecânica de jogo rapidamente – embora dominá-la completamente seja o seu verdadeiro desafio.

Enquanto existem quatro tipos de golpes básicos (fraco, médio, forte e Drive – uma espécie de especial), ainda há movimentos como dash, agarrões e os Distortion e Astral Drives – os quais consomem a sua Heat Gauge, o equivalente a barra de especial deste título.

Ao mesmo tempo, a existência de um completíssimo modo tutorial auxilia o jogador a compreender todas as sutilezas do game e a treinar as estratégias de cada um dos lutadores disponíveis. Uma grande mão na roda para quem deseja se aprofundar no universo de BlazBlue.

Escolha o seu lutador!

Você é do tipo que gosta de personagens rápidos capazes de passear por toda a tela rapidamente ou de grandalhões que, embora lentos, machucam muito o oponente quando acertam suas investidas? Ou então nada disso, mas sim alguém mais técnico que possua golpes para cada situação?

Pois BlazBlue consegue saciar a fome do mais exigente jogador com os seus dezenove lutadores que pouco se assemelham uns com os outros. Embora encontrar aquele que melhor se adéqua ao seu estilo possa tomar um pouco de tempo, esta é uma tarefa que trará muito prazer aos fãs do estilo. Afinal, descobrir como é lutar com cada personagem é uma experiência e tanto.

Você vai jogar por muito tempo!

BlazBlue Continuum Shift Extend oferece diversos modalidades de jogo que não estão na tela apenas para enganá-lo, ainda que apenas o tradicional modo Arcade, no qual é necessário enfrentar dez adversários diferentes antes de poder chegar perto da Azure (a poderosa arma pela qual todos no jogo estão se digladiando), já seria suficiente para entretê-lo.

Ainda assim, vale citar também o modo Story, disponível para quase todos os lutadores. Nele, além de compreender as motivações de cada personagem, é possível também entender as suas realizações com os outros lutadores enquanto derruba todos aqueles que aparecem em seu caminho.

Já para quem gosta de desafios, os modos Unlimited Mars e Abyss dão conta do recado. Enquanto no primeiro é possível enfrentar oponentes com Inteligência Artificial privilegiada (popularmente conhecidos como “apelões”), no segundo o jogador precisa, como o nome sugere, descer em um abismo.

Para cada nível descido, é necessário enfrentar um lutador em disputas de apenas um round. Com as vitórias, é possível conquistar itens que melhoram os seus atributos e aumentam as suas chances. Ainda assim, o nível dos oponentes aumenta quanto mais fundo no abismo você estiver, assim como o valor dos prêmios obtidos.

Team Battle apenas no modo online

Uma das novidades mais empolgantes de Continuum Shift Extend é a adição das Team Battles, em lutas 2x2, 3x3 ou 4x4. Infelizmente, contudo, a opção só está disponível na modalidade multiplayer online.

Enquanto as opções multijogador são um dos grandes destaques do game (graças a facilidade de conexão apresentada), a opção das Team Battles ficou de fora do multiplayer local sem motivo aparente. Assim, aqueles que tiverem amigos com o game e quiserem testar o modo terão de criar uma sala privada para tal. Empenho desnecessário.

Já para quem gosta de desafios, os modos Unlimited Mars e Abyss dão conta do recado. Enquanto no primeiro é possível enfrentar oponentes com Inteligência Artificial privilegiada (popularmente conhecidos como “apelões”), no segundo o jogador precisa, como o nome sugere, descer em um abismo.

85 psvita
Ótimo