Crysis continua poderoso e agora mostra sua força nos consoles

Quando falamos em Crysis, a primeira coisa que nos vem à cabeça são os visuais do game. O jogo foi lançado em 2007, exclusivamente para PC, e até hoje é considerado uma excelência técnica em termos de gráficos. Realmente, a Crytek, responsável pelo título, fez um ótimo trabalho em relação às texturas, modelagem e efeito, criando um título que, segundo a própria desenvolvedora, jamais poderia ser feito num console.

Mas, os tempos mudaram, as máquinas evoluíram e Crysis finalmente chegou aos video games de mesa. Lançado digitalmente via PlayStation Network e Xbox LIVE, o jogo da Crytek aterrissa no PlayStation 3 e no Xbox 360 por um preço modesto (US$ 20, ou aproximadamente R$ 35), mas não economiza em diversão.

Mesmo com um esquema de jogo relativamente datado e que já foi aprimorado por muitos jogos posteriores, Crysis mostra-se como um dos mais belos títulos distribuídos digitalmente e ainda consegue fornecer toda experiência encontrada na versão original. Sendo assim, se você gosta de um FPS bacana e nunca teve a chance (leia: dinheiro) para investir em um PC superpoderoso, então finalmente chegou a hora de conferir tudo o que Crysis tem a oferecer.

Um estranho no ninho

Além de toda maravilha visual e de uma jogabilidade sólida, Crysis também traz uma trama que serve de pano de fundo para todo o tiroteio. Aqui, o jogador encarna Nomad, um soldado membro de um grupo de forças especiais que tem como objetivo conferir o que está acontecendo em uma ilha próxima à Coreia do Norte. Lá, Nomad descobre que a situação está muito pior do que imaginava, encontrando não somente soldados hostis, mas também misteriosos alienígenas.

Crysis é, definitivamente, um dos títulos mais belos em relação aos jogos para download. Além disso, o game também consegue trazer toda a campanha da versão original para os consoles, providenciando ação e muita estratégia para o jogador. Encarnar Nomad e desfrutar dos poderes da Nanosuit em uma ilha paradisíaca é definitivamente uma boa indicação para quem gosta de FPS, principalmente se você nunca teve a chance de conferir a versão para PC.

Livre para destruir

Sem dúvidas, um dos elementos mais bacanas de Crysis é a liberdade oferecida pelo jogo. O título é um dos primeiros FPS a conceder um mundo aberto, permitindo que o jogador explore as densas florestas do local e permitindo uma robusta gama de estratégias de aniquilação. Graças ao imenso mundo comportado pelo game, temos uma verdadeira sensação de solidão, o que só contribui para a atmosfera.

A ilha de Crysis é realmente bacana, oferecendo não somente uma infinidade de inimigos, mas também veículos, pequenas casas improvisadas e uma fauna e flora que inveja até mesmo as grandes produções. Tudo isso, felizmente, conseguiu ser obtido também na versão para consoles. Enfim, temos um mundo aberto e muitas oportunidades para se divertir, o que aumenta ainda mais a longevidade do título, fazendo com que o jogador desfrute do game mesmo após completar as missões da campanha, algo que deve levar cerca de nove horas.

Você é a arma

E, falando em inimigos, Crysis apresenta um vasto arsenal de armas para acabar com seus oponentes. São rifles, pistolas, escopetas, granadas e vários outros brinquedinhos que, além de tudo, podem ser personalizados com miras especiais, lanternas e silenciadores.

Como se não bastasse, você ainda conta com a Nanosuit, a mais importante arma do título. Trata-se de um traje especial que concede habilidades únicas ao usuário. Com essa roupa, você pode ficar invisível, criar uma armadura que aguenta tiros e explosões, saltar sobre casas com facilidade e correr de maneira desumana.

Essa combinação de elementos gera um ritmo que, com certeza, cativará os fãs do FPS. Aliado à complexa e gigantesca estrutura da ilha, temos a oportunidade de utilizar várias estratégias que só existem graças à Nanosuit e à diversidade de armas oferecidas pelo game.

Img_normal

Quer bancar Solid Snake e ir na calma, eliminando os inimigos silenciosamente? Então vá em frente. Agora, quem prefere um soldado ao estilo Rambo pode simplesmente quebrar tudo o que aparece pela frente — literalmente, graças ao sistema de destruição do game — e arrebentar seus oponentes enquanto abusa do modo Armor.

Em suma, quanto à jogabilidade, Crysis não fica devendo aos jogadores. E se você acha que a combinação “mouse e teclado” não cairia muito bem quando convertida para os controles do Xbox 360 e PlayStation, então é melhor pensar duas vezes. A adaptação é realmente boa, relembrando bastante Crysis 2, que virou sensação nos consoles, também por sua jogabilidade intuitiva. Em poucos segundos, você já estará dominando as armas e habilidades do game.

Uma explosão de efeitos

Felizmente, Crysis também se sai muito bem em termos de visual. Graças à Cry Engine 3, temos um dos títulos mais belos em relação aos games para download, trazendo efeitos de luz que impressionam e personagens bem detalhados. Obviamente, não é possível comparar o jogo com a versão para PC, principalmente se estivermos falando de uma máquina top, mas Crysis definitivamente não faz feio nos consoles. Destaque também para o áudio do game, que conta com uma fidelidade memorável.

Img_normal

Velhos problemas

Crysis, infelizmente, traz alguns problemas que até podem deixar o jogador em crise. Um dos maiores infortúnios do game é a queda na taxa de quadros por segundo, algo que chega a incomodar e atrapalhar em alguns momentos, principalmente quando o combate é intenso. Além disso, temos uma inteligência artificial que deixa a desejar, a qual sabe o que fazer, mas não sabe como.

Tempos longos de loading também afetam o jogo, que sofre ainda mais graças aos checkpoints relativamente constantes e que, quando encontrados, chegam a travar o título, quebrando toda experiência. Fora isso, a fórmula de Crysis, mesmo inovadora para a época, já está relativamente datada, e jogadores preferirão optar por algo diferente. Por fim, temos níveis finais que se desprendem do ritmo inicial do título, resultando em missões lineares e sem o mesmo encanto. E outra: onde está o multiplayer?

92 pc
Excelente

Outras Plataformas

85 ps3
85 xbox-360