Dear Esther
Seu Review foi enviado com sucesso.
Enquanto ele fica pendente de aprovação, dê sua nota para o jogo. Sua opinião é importante para a comunidade!

Dear Esther

Avaliar este jogo
Voxel
Dear Esther

Dear Esther

Fazer review
85
Nota
do Voxel
Avaliado no PC
Nota
da comunidade
Avaliar este jogo
Últimas atividades
26/09/2017

Desenvolvedora de Dear Esther anuncia pausa em suas atividades

Responsável por Dear Esther e Everybody`s Gone to the Rapture, a desenvolvedora The Chinese Room anunciou na última segunda-feira (15) que vai pausar suas atividades durante alguns meses. Segundo o cofundador Dan Pinchbeck, a decisão surge como consequência de problemas financeiros, de saúde e de desenvolvimento que tornam a forma atual da empresa insustentável.
Desenvolvedora de Dear Esther anuncia pausa em suas atividades
26/08/2016

Quatro anos depois, Dear Esther chegará ao PS4 e XOne com mudanças gráficas

Já disponível para computadores desde 2012, Dear Esther enfim encontrou o seu caminho até os consoles da nova geração, pois a produtora The Chinese Room revelou recentemente que o título chegará ao PlayStation 4 e ao Xbox One em 20 de setembro por US$ 9,99.
Quatro anos depois, Dear Esther chegará ao PS4 e XOne com mudanças gráficas
18/01/2012

Trailer de Dear Esther une poesia e video games

Dear Esther é um FPS experimental concebido como um mod de Half-Life. No título, você acompanha uma história de fantasmas repleta de mistério e lirismo, como fica evidenciado no trailer divulgado pela Little Lost Poly. O título é uma produção independente e deve ir ao ar no dia 14 de fevereiro.
Trailer de Dear Esther une poesia e video games
09/12/2011

Dear Esther vai estar disponível no Steam 14 de fevereiro

A página oficial do game independente Dear Esther confirmou ontem (08/12) que o título vai estar disponível na loja virtual do Steam no dia 14 de fevereiro do ano que vem. Também está confirmado que o preço inicial será de US$ 9,99.  Dear Esther, que usa a Source Engine para produzir efeitos visuais impressionantes, é um dos favoritos concorrendo no IndieDB, evento que premia os jogos de produção independente.
Dear Esther vai estar disponível no Steam 14 de fevereiro
25/11/2011

Dear Esther deve sair até fevereiro de 2012

Dear Esther, game que começou como um mod de Half-Life 2, deve chegar ao mercado entre janeiro e fevereiro de 2012. A novidade foi postada no blog oficial do título, que também contem novas imagens e faixas que comporão a trilha sonora do game.
Dear Esther deve sair até fevereiro de 2012

Review enviada por

Dica enviada por
Carregar Mais
Ficha Técnica
Data de lançamento 14/02/2012
Classificação Para maiores de 13 anos
Desenvolvedora thechineseroom
Distribuidora thechineseroom
Número de jogadores 1-1
Sobre

Chamar algo como Dear Esther de “jogo” não seria exatamente uma ofensa — como poderia colocar qualquer um que tenha atravessado toda a experiência interativa do título. Trata-se, antes, de um erro categórico: não se trata aqui de um jogo, pelo menos não segundo a definição clássica.

É verdade que não se trata de nada realmente novo aqui. Na verdade, Dear Esther foi lançado originalmente em 2008, em um mod produzido a partir da engine Source. Dessa forma, a versão recentemente empacotada pela desenvolvedora thechineseroom representa, antes, uma releitura mais “comercial” do “game” — com texturas e áudio reelaborados. Entretanto, do ponto de vista da trama, a coisa toda permanece igualmente sem uma explicação clara.

Nada aqui envolve vidas, barras de energia, pontos de respawn, fases ou quaisquer outras categorias forjadas ao longo dos anos pela faceta mais popularesca da indústria de jogos. À sua frente, há apenas uma enorme ilha de vegetação rasteira quase virgem, constantemente perturbada pelo som do mar e por ventos cortantes.

Você é um náufrago? Um explorador? Ou, quem sabe, o clamor contínuo por alguém de nome “Esther” em epístolas largadas pela praia dê indícios de algum estado alterado de consciência. Difícil saber ao certo. Mas isso não o impede de colher alguns bons momentos de pura contemplação, sem qualquer necessidade de saltos em plataforma, puzzles ou headshots.

Ver mais