End of Nations
Seu Review foi enviado com sucesso.
Enquanto ele fica pendente de aprovação, dê sua nota para o jogo. Sua opinião é importante para a comunidade!

End of Nations

Avaliar este jogo
Voxel
End of Nations

End of Nations

Fazer review
Nota
da comunidade
Avaliar este jogo
Últimas atividades
18/03/2014

Produção de End of Nations teria sido finalmente cancelada?

Parece que alguns anos não foram suficientes para o desenvolvimento de End of Nations, um MOBA com uma ambientação sci-fi anunciado pela primeira vez em 2011, pela desenvolvedora Trion Worlds, e que, aparentemente, está na “geladeira”.
Produção de End of Nations teria sido finalmente cancelada?
26/09/2011

End of Nations é adiado para 2012

O MMORTS gratuito para jogar da desenvolvedora Petroglyph não deve dar as caras antes de 2012. O adiamento de End of Nations foi confirmado pela  publicadora Trion Worlds ao site Eurogamer durante a mais recente edição da feira Eurogamer Expo. As previsões anteriores colocavam o game para a primaveras deste ano. Entretanto, nenhuma data específica ou plana para uma versão Beta emergiu juntamente com o anúncio. É de se supor, entretanto, que as recentes reformulações no título tenham atrasado o lançamento.
End of Nations é adiado para 2012
15/08/2011

End of Nations será gratuito para jogar

De acordo com a Trion World, o MMO de estratégia End of Nations podera ser jogado gratuitamente. O game, que irá suportar batalhas com mais de 50 jogadores simultâneos, contará com diversas opções para customizar exércitos e um mundo gigantesco para abrigar todos os jogadores.
End of Nations será gratuito para jogar

Review enviada por

Dica enviada por
Carregar Mais
Ficha Técnica
Data de lançamento 2012
Classificação Para maiores de 13 anos
Desenvolvedora Petroglyph Games
Distribuidora Trion World
Número de jogadores 0-0
Sobre

End of Nations é um título singular. Dos mesmos responsáveis por Star Wars: Empire at War, o game traz uma fusão entre RTS e MMO. Mas a abordagem aqui é um tanto distinta do que foi tentado anteriormente. Em vez de manter uma base com territórios que podem ser atacados a qualquer momento do dia — mesmo em altas horas da madrugada —. End of Nations lança mão de um esquema baseado em facções que pode mesmo resolver alguns inconvenientes.

End of Nations traz três facções em guerra, sendo que apenas duas podem ser escolhidas pelo jogador. A terceira, Order of Nations, é mantida como um inimigo comum, afim de embalar as coisas me missões cooperativas — embora seja possível entrar e sair livremente de missões online. Entretanto, o seu estandarte só vai realmente se espalhar pelo globo caso você encare também as batalhas jogador contra jogador.

Existem três profissões que você e suas tropas podem assumir logo de início: comandante de tanque, comandante de campo e comandante de artilharia. Como comandante de campo, você será especialista em tanques, equilibrando boa blindagem com alto poder de fogo. Já um comandante de campo é especializado em veículos mais leves e táticos, enquanto que o comandante de artilharia trabalha menos com blindados do que com ataques devastadores de longa distância.

Mas um dos maiores estímulos para o trabalho em equipe de End of Nations são as batalhas contra os portentosos chefes da Order of Nations. São estruturas gigantescas, com inúmeros ataques, e dotadas de energia potencialmente ilimitada, de forma que a melhor forma de permanecer no campo de batalha é trabalhando em conjunto, com cada jogador extraindo o máximo das potencialidades de sua própria classe — como a habilidade de “cura”, que é exclusiva.

Ver mais