Seu Review foi enviado com sucesso.
Enquanto ele fica pendente de aprovação, dê sua nota para o jogo. Sua opinião é importante para a comunidade!
Avaliar este jogo
Voxel
Evolve
COMUN.
70
VOXEL

Evolve

Avaliar este jogo
Review
Avaliar este jogo
Compre com o menor preço:

O próximo passo evolutivo para o mundo dos games? Talvez não

Vinicius Munhoz

Shear é um planeta inóspito, com fauna e flora nada amigáveis para as frágeis condições humanas. Sendo assim, o que fazer quando a colonização terráquea começa a sucumbir perante as mais temíveis criaturas selvagens? Chamar os melhores caçadores do universo para dar conta do recado – ou pelo menos para evacuar quem sobrar nos escombros.

Evolve não parou de ganhar destaque desde a primeira demonstração na E3 de 2014, quando recebeu o prêmio de melhor jogo do evento. Com a promessa de ser um dos maiores títulos de 2015, o game dá a opção de jogar como caçadores, que devem impedir a ameaça iminente da vida selvagem do planeta, ou como o próprio monstro, cujo único objetivo é destruir todo e qualquer rastro de civilização.

Feito gato e rato

A desenvolvedora por trás do título é a Turtle Rock Studios, a mesma responsável por Left 4 Dead. Evolve segue os padrões da desenvolvedora, focando no multiplayer e no trabalho em equipe. O modo mais popular e queridinho da comunidade é o Caçada, no qual os quatro caçadores devem perseguir o monstro por um cenário fechado – diferente das campanhas mais lineares encontradas em Left 4 Dead –, tentando impedir ao máximo que ele evolua até o nível três.

O monstro, por sua vez, começa no nível um e deve se alimentar para ganhar armadura e pontos de evolução. Não há objetivos traçados, apenas perseguição, fuga e batalha nos primeiros momentos. Caso a criatura triunfe e atinja o terceiro e último nível, a sua única missão aparece na interface: destruir um relé de energia. Se o grandalhão acabar com a máquina ou matar todos os jogadores de uma só vez, sairá vitorioso; em contrapartida, os caçadores vencem se matarem o inimigo ou se defenderem o objetivo final por um período de tempo.

Todos os modos de jogo podem ser curtidos online ou offline. Quando o jogador opta por seguir para a partida sozinho ou faltam pessoas para preencher todos os papéis – com exceção do monstro no modo online, que sempre será um jogador –, os bots tomam lugar, garantindo um desempenho bem satisfatório. É possível trocar para o papel vazio a qualquer hora, o que é perfeito para treinar com todas as classes.

Todos têm o momento certo para brilhar

Com a descrição acima, Evolve pode se parecer com outros jogos mata-mata. Contudo, não se engane: o game não é um FPS comum, como Call of Duty ou Titanfall. Há uma diferença crucial para a experiência única do título: as classes. Cada jogador possui uma classe com papel distinto, que deve realizar sua função na hora certa para contribuir na vitória. Esse é o principal elemento do game e a maior característica para distinguir o título dos outros jogos da Turtle Rock.

A adição de classes torna Evolve muito mais dinâmico, pois os padrões de tiroteio dos games multiplayer convencionais não têm espaço na mecânica de jogo, forçando os personagens a desempenharem suas missões corretamente para triunfar. A jogabilidade funciona muito bem quando você tem um grupo de amigos para te acompanhar na caçada, já que todos estão unidos sob a mesma estratégia.

Existem quatro papéis para assumir: Assalto, o grandalhão mais forte do time; Suporte, o cara que vai garantir diversos benefícios ao grupo, como a invisibilidade; Armadilheiro, uma das classes mais importantes do jogo, responsável por prender o monstro no domo de energia; e, por último, o Médico, que consegue curar os aliados. Toda classe possui três personagens com habilidades diferentes, que são liberados no decorrer da jogatina. Cada um dos caçadores funciona de uma maneira bem diferente do outro, garantindo uma variedade maior de gameplay.

Cada personagem possui três armas ou habilidades distintas, e uma quarta que é padrão para a classe. Por exemplo: Markov, o primeiro personagem do tipo Assalto, possui uma arma de raios, um fuzil e minas terrestre elétricas; já Hyde, o segundo personagem dessa categoria, possui um lança-chamas, uma metralhadora giratória e granadas tóxicas. O escudo pessoal é a habilidade de classe, e tanto um quanto o outro sempre a terão – e isso vale para o terceiro personagem também. Isso também pode ser dito sobre o campo de invisibilidade do Suporte, a explosão de cura do Médico e o domo necessário para prender a criatura do Armadilheiro.

Há ainda uma característica comum entre todos os caçadores: os jetpacks. Os cenários de Evolve são muito verticais, e a ferramenta é essencial para a escalada. O acessório pode também ajudá-lo a desviar de ataques e se movimentar com maior velocidade por causa dos dashs. Contudo, essas ações consomem combustível, que é recarregado com o tempo.

De certa forma, os jetpacks são mais ou menos uma mecânica de pulo duplo menos trabalhada. Ela é útil para desviar de ataques iminentes e dar aquela forcinha a mais para alcançar o monstro durante a perseguição, mas passa longe de ser algo que garante a possibilidade de voar, como o vídeo de introdução do jogo demonstra.

E o monstro? É muito diferente?

Assim como a classe de qualquer caçador, há três opções de monstros, cada uma delas muito diferente da outra. No começo do jogo, só podemos jogar como Golias, o brutamontes com maior dano de todos. Antes de começar a partida, o jogador pode distribuir três pontos entre as quatro habilidades do monstro. Portanto, no nível um, qualquer uma das criaturas pode ter no máximo três habilidades. A cada nível de evolução, três pontos adicionais são ganhos para melhorar ou desbloquear as demais skills.

Os demais monstros são o Kraken e o Espectro. Enquanto o Golias possui o atributo de força como ponto forte, os demais exploram outras características. Kraken, por exemplo, possui habilidades de longa distância e danos em área – como se fosse um “mago” – além da possibilidade de voar. Espectro, por sua vez, se destaca em agilidade e furtividade, podendo se tornar invisível e criar ilusões.

Todos eles possuem habilidades gerais, assim como os caçadores têm os jetpacks. Monstros podem escalar qualquer tipo de superfície e cheirar o ambiente, revelando as pegadas e silhuetas de qualquer coisa perto, o que é essencial para se posicionar e se esconder no mapa. Os pulos enormes, a velocidade de escalada e a percepção visual de tudo o que acontece na tela garantem vantagens relativamente grandes na perseguição, demonstrando os primeiros sinais de balanceamento.

No modo caçada, os objetivos das duas equipes são bem distintos. Inicialmente, os caçadores devem buscar a briga o mais rápido possível, tornando a criatura a caça da história. No papel de monstro, o jogador tem que se mover furtivamente, se alimentando dos bichos do local para evoluir e ganhar armadura. Ao se alimentar, alguns pássaros carniceiros aparecem e podem alertar a sua presença aos caçadores, assim como o processo de evolução cria uma brecha de vulnerabilidade de alguns segundos.

No nível dois, o monstro pode adotar duas posturas: continuar seu processo de mutação e destruir o objetivo final ou já partir para a briga. Dependendo do balanceamento dos níveis dos jogadores – nível geral, se estão em equipe fechada etc. –, e do ponto do mapa em que a batalha pode ocorrer, é possível peitar de frente os caçadores, ou pelo menos testar suas habilidades. Monstros como o Kraken e Espectro podem sondar a opção com mais facilidade por conta da mobilidade superior.

Na maioria das vezes, desbalanceado e pouco tático

Evolve é divertido? Bom, isso vai depender. Nas ocasiões certas, ambos os lados se encontram mais de uma vez, e os jogadores devem tomar decisões de acordo com a situação em que se encontram, tornando o jogo dinâmico, frenético e muito recompensador.

Contudo, se o monstro desempenhar seu papel razoavelmente bem – veja, não é preciso ser um expert para isso –, na maioria das vezes uma partida será uma perseguição de gato e rato para os caçadores, com 15 minutos ou mais de monotonia atrás de sinais da presença do inimigo. Não há praticamente nada o que fazer nesse meio tempo, além de matar animais albinos que garantem buffs extras.

Em contrapartida, se o monstrengo não tomar o mínimo de precaução, como andar no modo furtivo para não deixar pegadas, não assustar os pássaros (que servem como marcadores da presença da criatura aos humanos) e evitar campos abertos, os caçadores possuem chances altíssimas de ganharem logo no começo. Um time fechado de jogadores experientes também pode facilmente dar conta da situação se desempenharem seu papel da maneira correta.

Essas duas situações são ruins e trazem pouca diversão. Podemos ter partidas com mais de 30 minutos, enfrentando um monstro muito mais poderoso que os jogadores no final, ou uma com um minuto e meio – sim, isso aconteceu mais de uma vez enquanto joguei. Dificilmente ganhei ou perdi uma partida em que tive a sensação de "nossa, essa foi por pouco".

O sistema de classes (incluindo o monstro) é uma faca de dois gumes em Evolve. Ele é o principal componente para adicionar variedade à jogatina, pois o estilo de jogo muda muito de uma categoria para outra. Para ressaltar essa diversidade de mecânicas de classes, ainda há dois personagens desbloqueáveis para cada função.

O problema maior é que não há muitas estratégias a serem adotadas para assegurar a vitória, e, em 80% do tempo, Evolve não é um shooter. Seja como médico, suporte ou armadilheiro, você vai se encontrar repetindo as mesmas ações todas as vezes que jogar. Não é necessariamente algo ruim, principalmente no começo, mas contribui para revelar os sinais de repetição do jogo de uma maneira bem mais prematura.

Imersão em alta

Evolve possui gráficos de ponta, criados com a CryEngine. As densas florestas, as áreas pantanosas e a geografia rochosa são muito bem apresentadas, com texturas de alta resolução e excelentes efeitos de iluminação. Todo o poderio gráfico contribui para a construção do cenário de batalha imersivo.

Todos os mapas são ricamente bem trabalhados com essa vegetação e objetos 3D de alta qualidade. Você dificilmente decorará os caminhos e passagens dos cenários, algo que contribui com o clima de um ambiente selvagem e inóspito.

E quando temos o monstro no controle, a perspectiva muda do micro para o macro. O tamanho da criatura torna todos esses elementos gráficos bem menores, nos passando a total sensação de domínio da natureza, de ser o Alfa desta arena brutal.

Evolve roda a fixos 30 frames por segundo, garantindo uma experiência estável para os jogadores. Em alguns raros momentos durante a batalha, a taxa de quadros pode sofrer uma leve redução, mas nada que comprometa o gameplay.

Evacuação: a “semicampanha” de Evolve

A colonização falhou terrivelmente e não há mais nada a ser feito para continuar no local. Porém, milhares de humanos ainda habitam o planeta Shear e devem ser evacuados pela elite de caçadores controlados pelo jogador.

Ao iniciar este modo pela primeira vez, uma bela cutscene é apresentada, criando um lindo prólogo que contém uma excelente história e demonstra a personalidade de cada um dos 12 caçadores. Contudo, toda essa preparação com o maior clima de campanha é totalmente deixada de lado, o que se torna uma decepção para o enredo tão bem trabalhado da animação.

Em cinco dias, a última nave partirá do planeta. Cada dia corresponde a uma partida, que pode variar entre os modos Caçada, Ninho, Resgate e Defesa – este é exclusivo do quinto dia –, sendo que nenhum deles pode ser repetido duas vezes seguidas.

Grande parte da diversão do game está concentrada aqui, pois há recompensas para o vencedor de cada round. Por exemplo: se os caçadores falharem no primeiro dia, a tecnologia responsável por evitar danos maiores de uma grande tempestade não vai funcionar, e o cenário vai ficar alagado, dando vida a plantas carnívoras que funcionam como armadilhas para os humanos.

Em Resgate, o jogador deve reviver e evacuar seis sobreviventes do mapa; o modo Ninho é o oposto, e o monstro deve matar os caçadores enquanto protege ou choca os seus ovos, que garantem uma ajudinha extra. Por último, Defesa é basicamente um tower defense em que três geradores de energia devem ser destruídos pelo monstro para evitar a fuga da nave – por conta da dificuldade, o respawn dos jogadores muda de dois minutos para trinta segundos.

Estes modos garantem uma dinâmica muito diferente da monótona caçada convencional, e é uma pena que tenham sido tão pouco explorados pela Turtle Rock. Os encontros entre os dois lados são forçados para acontecer muito mais cedo que o convencional, além de dar possibilidade de criar muitas outras estratégias.

Vale a pena?

Evolve é o próximo passo evolutivo para o mundo dos games? O título almejou mudar drasticamente os paradigmas do multiplayer, mas acabou se atrapalhando nas próprias mecânicas de jogo. Muitas vezes, você vai participar de uma partida monótona, desbalanceada e repetitiva, principalmente se já estiver jogando há algum tempo. O próprio Left 4 Dead e até mesmo Borderlands utilizam o conceito de trabalho em equipe de uma forma muito mais justa e recompensadora.

O modo história era um dos elementos mais divertidos de Left 4 Dead e foi deixado de lado aqui. Uma campanha, mesmo que simples, garantia uma sensação de progressão e conquista. É uma pena que exista uma cutscene tão boa para introduzir o modo Evacuação e nada daquilo seja reaproveitado no enredo.

Outro ponto que incomodou bastante foi a impossibilidade de escolher a classe desejada, seja ela de caçador ou monstro. Embora exista um ranking de preferências, muitas vezes jogamos com o personagem menos desejado. Apesar de ser um ponto negativo, é provável que o matchmaking receba melhorias no futuro para agrupar pessoas com a categoria optada.

Apesar dos pontos negativos estarem em foco aqui, Evolve não é ruim de maneira alguma. A qualidade técnica do game é impecável, e, nas situações certas – principalmente se for em um time fechado com seus amigos –, é possível ter uma experiência emocionante, única e original, algo que talvez fosse a intenção desde o começo.

No final das contas, o título apresenta uma ótima ideia, mas que não funciona tão bem, o colocando em caçadas longas que quebram a imersão que o jogo se esforça tanto para criar. Se você não curte muito games do gênero, talvez valha a pena esperar uma promoção, pois a combinação de preço salgado e conteúdo adicional pago – somente os mapas serão gratuitos –faz com que Evolve seja recomendado apenas para os amantes de multiplayer.

Compre com o menor preço:
70 pc
Bom
"Na sobrevivência do mais forte, Evolve não sairia vitorioso no processo evolutivo devido à mecânica de jogo repetitiva e desbalanceada"

Pontos Positivos

  • Gráficos de ponta
  • Altamente imersivo
  • Sistema de classes dá outra cara para partidas
  • Muito divertido quando jogado com amigos
  • Aleatoriedade do modo evacuação traz variedade ao gameplay

Pontos Negativos

  • Na maioria das vezes, desbalanceado
  • Escolha de papéis é aleatória
  • Não demora muito para perceber os sinais de repetição no jogo
  • Poucas estratégias para ganhar a partida
  • Falta de um modo campanha

Outras Plataformas

70 ps4
70 xbox-one