A nova versão da famosa franquia de futebol, apesar de manter sua fórmula elementar, traz melhoras em relação ao seu antecessor.

A famosa franquia de simulador de futebol da Electronic Arts, FIFA, chega à sua décima quarta versão. A série é famosa por trazer jogadores e times aos video games desde 1993. No entanto, desde 1995, vem enfrentando concorrência de outra grande franquia do gênero: Winning Eleven.

FIFA 07 traz mais realismo à série, mantendo ao mesmo tempo os aspectos tão aclamados pela crítica nas versões anteriores. Contando com 510 times, 51 estádios e mais de 10 mil jogadores licenciados, o game apresenta uma melhora bastante positiva nos gráficos e mecanismo de jogo.

Fintando no meio das canetas


Ao se falar de FIFA, comparações relacionadas ao seu principal concorrente são inevitáveis. A jogabilidade de FIFA 07, apesar de ser inferior e contar com menos recursos, que Winning Eleven Pro Evolution Soccer 2007, é muito mais simples e fácil de ser entendida. Para os iniciantes no gênero, o jogo ganha um ponto positivo. Contando com chutes certeiros e fáceis de serem realizados, além de passes que funcionam bem nas mais adversas situações, o game mostra-se descomplicado e fácil de ser dominado.

Entretanto, há um porém a ser ressaltado em relação aos passes e chutes. Estes funcionam muito bem, mas apenas quando efetivamente funcionam. Errar um passe ou um chute a gol de maneira absurda devido à uma falha no controle direcional não é raro. Acontece também, às vezes, um pequeno atraso entre o acionar do comando e a ação propriamente dita. Para consertar isso, os produtores adicionaram um botão específico para o cancelamento destas ações, que acaba não sendo utilizado devido à dificuldade de se alcançá-lo no teclado. Não é preciso mencionar que a jogabilidade é bastante interferida por conta do uso do teclado ao invés de um joystick. O direcional, como já foi dito, nem sempre responde de maneira adequada, e alguns comandos como dribles, chutes e corrida estão organizados de maneira difícil.

Outro grande problema relacionado aos controles é o fato de alguns comandos de ataque possuírem o mesmo botão que certos movimentos de defesa, o que, em determinados casos, interfere bastante na jogabilidade. Ao se errar uma cabeçada, por exemplo, cujo respectivo comando defensivo é a troca de jogadores, o botão apertado para cabecear é usado equivocadamente para selecionar outro atleta, deixando o jogador mais próximo à bola sem reação. Apesar de tudo, houve bom senso ao menos no agrupamento dos comandos essenciais, que estão fáceis de acessar. Além disso, existe a possibilidade de personalização completa dos comandos.

Em FIFA 07, jogador deve confiar plenamente no seu goleiro, pois depende 100% dele para não tomar uma goleada. Isso pode soar redundante, mas, diferente de Winning Eleven, não é possível controlar as defesas do guarda-redes. Muitas vezes ele comete falhas imperdoáveis, deixando a bola rolar para dentro do gol ridiculamente, ou permitindo ao adversário obter um ótimo ângulo de visão para marcar o gol.

Apesar dos esforços da Electronic Arts para aumentar o realismo, o atleta com a bola ainda consegue correr mais do que os outros, sendo, na maioria das vezes, difícil interceptá-lo. Não raramente estes se livram da marcação em determinados contra-ataques, ficando cara a cara com o goleiro, que com freqüência realiza ações desajeitadas e ineficientes para evitar o gol.

Construindo uma carreira de glórias

Há diversas opções de jogo diferentes em FIFA 07. Pode-se, como sempre, escolher participar desde partidas amistosas, sem nenhum compromisso, até de grandes torneio. Nestes, é possível escolher a liga cujos times participarão das partidas, assim como selecionar os times a dedo.

Outro grande destaque fica por conta do modo dirigente, no qual você incorpora um técnico, tendo que efetuar contratações, renovar contratos, buscar patrocínios e gerenciar o time nos mais diversos aspectos. É claro que é incumbida ao jogador, a tarefa de ganhar os jogos das temporadas e satisfazer sua torcida, fazendo com que o número de vendas de ingressos em seu estádio aumente.

Há ainda a possibilidade de criar seu próprio atleta, personalizando-o nos mais diversos aspectos e atributos. É possível mudar diversas características faciais, escolher o time no qual ele vai atuar, além de seus atributos físicos e atitudes (a qual determina sua conduta em campo). Além do personagem, você pode personalizar um time inteiro, selecionando seus jogadores entre os mais de 10 mil disponíveis, escolhendo o desenho e cor da camisa, além do escudo do clube.

Os craques fazem bonito no videogame

O grande destaque de FIFA 07, ao ser comparado com seus concorrentes, fica por conta dos gráficos. O desenho das faces dos personagens é muito bem feito, sendo difícil aos entusiastas do esporte não reconhecê-los logo de cara. As texturas dos personagens também merecem destaque, pois tornam-nos muito realistas, principalmente ao vistos nos replays ou nas animações que precedem a entrada dos jogadores em campo, por exemplo.

Tamanha atenção ao desenho dos jogadores, porém, provavelmente tenha deixado os desenvolvedores desatentos aos cenários, pois estes são simples e mal cuidados. O gramado é estranho, contando com uma textura pobre. A torcida continua parecendo ter sido feita de papelão, pois, por serem simplesmente uma imagem colada no cenário, não são agraciadas com a terceira dimensão — profundidade — que está presente apenas nos personagens em campo.

E o “juizão” apitou com cartão vermelho

Os sons que envolvem as partidas de FIFA 07 são bastante realistas e interessantes. Nota-se que cada torcida tem suas peculiaridades, e vibra cantando em sua respectiva língua. Não há nada o que se reclamar dos efeitos sonoros em campo.

A versão nacional do game é completamente em português, o que facilita bastante o entendimento, obviamente. Vale ressaltar o trabalho dos comentaristas brasileiros, que com certeza chamam a atenção: se forem encarados com uma boa dose de humor são bastante divertidos, porém, muitos não gostarão de ouvir o narrador se referindo ao árbitro como “juizão”, ou a um zagueiro como “zagueirão”.

Matou no peito e detonou com o jogo

A série ainda deixa a desejar em relação ao sseu principal concorrente: Winning Eleven. Apesar de sua qualidade gráfica superior, o game perde pontos no quesito jogabilidade, devido à falta de recursos e comandos desajeitados, principalmente quando se utiliza o teclado.

Por fim, mesmo tendo a jogabilidade inferior em relação à franquia concorrente, FIFA 07 ainda é uma boa opção para fãs da série e novatos no gênero. Apesar do modo lounge, que tanto fez sucesso nas outras versões da série, não ter sido incorporado este ano à franquia, há diversas opções de jogo que garantem a diversão dos fãs, como os modos torneio, dirigente e online, por exemplo.
81 pc
Ótimo