Forza Motorsport 7: o ápice da série Motorsport está aqui

Vou começar essa análise com uma confissão e um esclarecimento. A confissão é de que, sim, eu tinha muito medo que Forza Motorsport 7 fosse um Forza Motorsport 6 requentado (tipo um 6+1). Não é o caso e, felizmente, eu estava errado. Isso porque eu estava acompanhando tudo sobre o game sobre a ótica do que eu queria que ele fosse, mas, a partir do momento que passei a ver pelo o que ele é, tudo mudou.

Aqui vem a parte do esclarecimento: Forza Motorsport 7 NÃO é um simulador e ele NÃO é realista – e é exatamente isso que faz com que ele nade de braçadas na disputa por melhor jogo de corrida do ano.

Essa distinção ficou bem evidente depois que experimentei Project CARS 2. O negócio do novo game da Turn 10 é ser divertido, é ser objetivo, dinâmico, envolvente, sem grandes compromissos com a realidade. É ligar o jogo e se divertir.

Com esses dois pontos esclarecidos, vamos acelerar e descobrir de vez sobre o que faz com que Forza Motorsport 7 não seja apenas a edição com o modo carreira mais bem cadenciado de todos os games da série, mas o ápice dos Motorsport até agora.

Possivelmente um dos games de corrida mais bonitos da atualidade

Vamos começar pela parte mais fácil, que é também a mais óbvia: Forza 7 é um game belíssimo

Vamos começar pela parte mais fácil, que é também a mais óbvia: Forza 7 é um game belíssimo. Finalmente o Horizon, o irmão mais novo, começou a devolver o favor à série Motorsport por, bem, ter lhe dado a vida, basicamente.

Isso veio através do excelente trabalho feito pela equipe de desenvolvimento do Forza Horizon 3 no desenvolvimento de novas texturas para os céus do game e que agora foi aproveitado no Forza Motorsport 7. O resultado são simplesmente os mais belos céus que eu já tive a oportunidade de ver em games de corrida.

Porsche

Mas não se resume a isso: a modelagem dos veículos continua com o nível quase absurdo de detalhes que a Turn 10 já está acostumada a fazer.

As pistas também acompanham a qualidade gráfica, mas aqui vou colocar um ponto bastante pessoal: por estar acostumado com simuladores que contam com versões dos circuitos do mundo escaneadas a laser, me incomoda um pouco que algumas pistas no Motorsport 7, como é o caso de Road Atlanta, ainda sejam de versões (bem) antigas e imprecisas – mais precisamente as utilizadas no Forza Motorsport 4 e anteriores.

Circuit of the Americas

Ainda assim, esse mesmo circuito recebeu um tapa no visual que o deixou extremamente bonito, no mesmo nível de todo o restante do game. Entendendo que a grande maioria da base que vai jogar o game não liga se a descida de Road Atlanta tem um braço de acesso à direita ou não, isso não é necessariamente um problema, mas seria legal ver um pouco mais de atenção da Turn 10 nesse aspecto.

Apenas em caráter de comparação, o que Project CARS 2 não teve de efeito “wow!” na parte visual, apesar de ser muito bonito também, Forza 7 tem de sobra

De qualquer forma, vale sempre lembrar: Forza Motorsport 7 não é um simulador. Ele deve ser divertido e, para isso, não precisa recriar com precisão milimétrica as pistas, que visualmente estão deslumbrantes.

O conjunto resulta no jogo mais bonito de corrida lançado nos últimos anos. Apenas em caráter de comparação, o que Project CARS 2 não teve de efeito “wow!” na parte visual, apesar de ser muito bonito também, Forza 7 tem de sobra.

Forza Motorsport 7

A cereja do bolo é que, sendo um jogo flagship que vem para extrair tudo que o hardware do Xbox One tem para oferecer, tudo roda em 1080p e 60 frames por segundo sem dar sinais de que vai deixar a peteca cair. Melhor ainda, se você tem uma usina de um PC ou paciência e dinheiro para um Xbox One X, é possível curtir tudo em 4k.

Vale apontar que, no PC, há casos em que o game apresentou problemas de otimização, em especial na parte de multi-threading, resultando no mal aproveitamento dos núcleos dos processadores. Esses problemas são similares aos que já haviam sido vistos no lançamento do Forza Horizon 3.

Chove chuva

Sem sair da parte de visual do game, uma das coisas que vale muito a pena destacar é a nova função de clima dinâmico presente durante as corridas. Diferente do que rolava em Forza Motorsport 6, em que você podia escolher correr em uma versão da pista com chuva, agora é possível determinar qual a probabilidade de chuva no início, meio ou fim do evento.

Forza Motorsport 7

O efeito de transição está extremamente agradável aos olhos, parece natural e a chuva em si está simplesmente sensacional. Ver o céu nublado ficando cada vez mais fechado e escuro, as primeiras gotas de chuva caindo, as poças surgindo progressivamente e tudo se transformando em uma tempestade, com raios e trovões é algo realmente legal.

Algumas pistas também tem um efeito leve de clima dinâmico, com o sol se pondo ou nascendo em determinados momentos, mas isso não é customizável – nada que quebre muito a imersão do game também.

Mais do que visual, soar bem também é importante

O ronco furioso dos V8, o estralo nas reduzidas do Audi r8 LMS Ultra, o assovio das turbinas dos carros japoneses, tudo continua soando brilhantemente bem

Além de bonito, a parte de sonora de Forza Motorsport 7 também deu um passo importante e, se na sexta edição do game ela já era boa, agora ela está ainda melhor. O ronco furioso dos V8, o estralo nas reduzidas do Audi r8 LMS Ultra, o assovio das turbinas dos carros japoneses, tudo continua soando brilhantemente bem.

Nos carros de corrida, a câmera do cockpit traz o efeito de reverberação do interior sem qualquer tipo de isolamento acústico, é possível ouvir o barulho das coisas chacoalhando dentro do veículo, os pneus dão o aviso de quando estão no limite da aderência e os demais efeitos estão com uma qualidade realmente muito boa – uma melhora que parecia difícil de conseguir diante do ótimo trabalho feito nos últimos dois games da franquia.

Forza Motorsport 7

Um ponto que foi crítico pra mim em Forza Motorsport 6, que era a trilha sonora, finalmente foi melhorado substancialmente. Embora presente só nos menus e (bem) ao fundo em partes específicas das pistas, o que antes era uma tentativa de deixar tudo grandioso com músicas épicas, agora é uma seleção acertada de sons mais envolventes, com uma pegada mais voltada para o rock e blues.

Tratando-se de uma lista de músicas autorais, diferente das licenciadas em Horizon 3, por exemplo, foi um trabalho muito bem feito e que casa muito bem com o clima do game, ajudando a ditar o ritmo de como tudo rola fora das pistas.

Direção mais pesada e precisa

A demo de Forza Motorsport 7 fez com que muita gente torcesse o nariz com a forma como o Porsche 911 GT2 RS se comportava, mas eu preferi ver a mudança na física e na jogabilidade como muito bem-vinda – uma das coisas que contribuiu bastante para acabar com meu receio de que o jogo fosse vir “requentado”.

Essa mudança, de uma forma menos brusca, veio para todos os outros veículos do game, que agora passam uma sensação melhor de peso e, em contrapartida, oferecem uma direção mais precisa. Alguns veículos estão mais fáceis de pilotar do que o outro, mas essa variedade é um dos grandes atrativos do game também.

Forza Motorsport 7

Quem tiver dificuldades pode sempre recorrer às assistências, que ajudam bastante a manter o carro onde ele deve estar: no asfalto. Para os mais experientes, basta desligar tudo e passar por um breve período de adaptação e você não deve ter qualquer problema se estiver acostumado com as versões anteriores do game.

As poças, que eram um terror em Forza Motorsport 6, agora aparecem de forma procedural e impactam de uma forma bem menos traumática

A chuva dinâmica também influencia a jogabilidade e tira a aderência à medida que a superfície vai ficando mais escorregadia. As poças, que eram um terror em Forza Motorsport 6, agora aparecem de forma procedural e impactam de uma forma bem menos traumática, o que faz com que a pilotagem na chuva seja desafiadora, mas agradável ao mesmo tempo.

O modo carreira mais envolvente da série Motorsport

Agora, uma das mudanças mais brilhantes que aconteceram em Forza Motorsport 7 foi, sem dúvida alguma, o novo modo carreira. Chamado de Copa de Pilotos Forza, este é o mais bem cadenciado da série Motorsport até agora – mas não sem causar alguns desconfortos em algumas pessoas.

Isso porque o novo modo tem um senso de progressão muito, mas muito bom mesmo. É um balanço ótimo entre corridas nas mais diferentes categorias e eventos especiais que vão colocar você em diferentes situações, como fazendo boliche com uma limusine, ou disputando uma corrida contra a versão virtual do Ken Block, ou participando de corridas com carros de Fórmula 1 da década de 50 e tudo isso contribui absurdamente para fazer com que a coisa toda não se torne repetitiva.

Forza Motorsport 7

A recompensa por dedicar seu tempo pilotando vem na forma de experiência e dinheiro, que pode ser trocado por carros e pelas novas loot boxes, ou caixas de prêmios. Através delas, você pode conseguir os modificadores que haviam sido introduzidos no Motorsport 6, só que agora mais focados na parte de te pagar um bônus de pagamento desde que você obedeça algumas situações específicas.

Pode parecer algo pequeno, mas quando você vê a quantidade de roupas bacanas e o potencial de coleção desse aspecto do game, é fácil entender que isso pode ser um belo motivador pra que você jogue mais e mais

Além dos modificadores, você pode ganhar roupas – o que, na minha singela opinião, é uma das novidades mais bacanas. Pode parecer algo pequeno, mas quando você vê a quantidade de roupas bacanas e o potencial de coleção desse aspecto do game, é fácil entender que isso pode ser um belo motivador pra que você jogue mais e mais.

As opções vão desde as mais sérias, passando pelas clássicas e acabando nas engraçadas, com macacões que fazem seu piloto parecer um soldador, um fazendeiro, um lenhador, um chef de cozinha, um astronauta, um carateca e por aí vai.

Forza Motorsport 7

Existe um espaço para que a Turn 10 coloque uma microtransação aqui e até existe um rumor forte de que isso vá acontecer, mas tudo é alcançável através de horas jogadas sem maiores problemas.

Para fechar, você também pode ganhar carros raros – e é aqui que vem a parte controversa.

Temos que pegar!

Você já deve ter tido ou pelo menos visto álbuns de figurinhas, certo? Pois bem, uma das novas mecânicas do Forza Motorsport 7 consiste na Coleção de Carros. Por que isso é controverso? Porque, dos mais de 750 modelos do game, nem todos estão disponíveis para compra logo de cara.

Dos mais de 750 modelos do game, nem todos estão disponíveis para compra logo de cara

Você tem o chamado “nível de colecionador”, que estimula você a comprar carros de um determinado nível para liberar o próximo e assim sucessivamente. É perfeitamente entendível que algumas pessoas vão se frustrar com isso. Por outro lado, no entanto, é um processo bastante natural você jogar para juntar dinheiro para comprar carros e fazer tudo aquilo que você normalmente faz com um jogo, certo?

Forza Motorsport 7

É por isso que é válido reforçar que o ritmo do modo carreira e do jogo em si está muito bem acertado: não é difícil conseguir carros suficientes para alcançar os níveis mais altos e destravar boa parte dos veículos disponíveis. Tudo acontece de forma bastante natural e, durante as horas que coloquei até agora, não me senti “travado” em momento algum.

Além disso, ver os carros como, novamente, um álbum de figurinhas, facilita muito o processo de “colecionar” e dá um sentido para você comprar todo e qualquer veículo disponível no jogo. Complecionistas vão regozijar com isso, eu tenho certeza.

Para ajudar, existe inclusive um vendedor especial para carros raros que você não consegue por meios convencionais.

Falando em carros...

Um dos principais argumentos de venda do Forza Motorsport 7 é justamente a quantidade de veículos presentes no game logo em seu lançamento. De fato, é algo muito bacana: você tem uma seleção extremamente variadas, com clássicos da década de 30, caminhões, fórmulas, ícones do rally, os japoneses altamente customizáveis, hipercarros atuais, lendas do automobilismo e a lista vai (bem) longe.

Forza Motorsport 7

Embora ela seja uma lista sensacional, é sentida a ausência de carros atualizados de categorias como GT3, endurance e WTCC – mas isso está longe de ser um problema sério, apenas um detalhe que poderia ser melhor.

Outro detalhe, que também não é um contra, apenas uma observação, é que a Turn 10 parece estar indo para um caminho similar ao escolhido pela Polyphony Digital com seu “mais de 1000 veículos” e oferecendo uma lista com mais de 20 carros praticamente iguais. Isso acontece no Forza Motorsport 7 com os veículos da Formula E, que são o mesmo modelo de chassi e só mudam as pinturas, e da NASCAR, que são apenas três modelos, com mudança apenas nas pinturas também.

Forza Motorsport 7

Isso faz com que a lista de carros caia em descrédito? Não – mas é um indício preocupante sobre as táticas que podem ser usadas para inflar uma informação para os jogadores.

Sim, ele também é possivelmente o melhor jogo de corrida do ano

A Turn 10 resolveu trazer uma bazuca para a briga de facas e entregou aquele que pode ser o melhor jogo de corrida do ano com sobras

Embora 2017 ainda reserve dois grandes títulos no gênero de corrida – Gran Turismo Sport e Need For Speed: Payback –, a Turn 10 resolveu trazer uma bazuca para a briga de facas e entregou aquele que pode ser o melhor jogo de corrida do ano com sobras.

Embora possa soar prematuro, a Polyphony Digital vai ter que remar muito e entregar um Gran Turismo no mesmo nível de grandiosidade dos seus melhores e mais conhecidos títulos (GT2/GT3/GT4) para tentar ameaçar Forza Motorsport 7 – e, dado o escopo mais limitado do Sport nesse ano, isso vai ser bastante difícil de acontecer.

Embora Project CARS 2 seja um game excelente, ele é para um público muito específico, o que o deixa em desvantagem nessa briga.

Forza 7, por sua vez, arriscou na mudança da jogabilidade e das mecânicas. Embora algumas coisas bastante específicas realmente tenham sido reaproveitadas de jogos anteriores (mais uma vez), o resultado final é um game que remete muito aos tempos de ouro do Gran Turismo – envolvente, dinâmico, objetivo e, mais importante, divertido para gamers com diferentes níveis de envolvimento no gênero de corrida.

Se não bastasse, o jogo está simplesmente maravilhoso visualmente e a parte sonora acompanha tudo isso. Mesmo que os passos na evolução do game estejam sendo pequenos, são passos para frente e é entendível que fica difícil fazer algo que já é bom ficar ainda melhor.

Forza Motorsport 7

Isso não quer dizer que Forza Motorsport 7 seja perfeito. Para você aproveitar o game, você precisa encará-lo pelo o que ele é e não pelo o que seus desenvolvedores dizem que ele é: ele não é um simulador, ele não é realista... E ele não precisa ser. Ele precisa ser acessível, divertido, objetivo e direto e o game entrega tudo isso.

No fim do dia, se você ignorar todas as balelas que o Dan Greenawalt fala e aprecia Forza Motorsport 7 pelo o que o game é, você aproveita muito mais e consegue perceber qual é o seu real valor – e esse valor faz dele o melhor Motorsport até agora e, sim, potencialmente o melhor jogo de corrida de 2017.

95 xbox-one
Excelente
"Forza Motorsport 7 é o ápice da série Motorsport até agora, com destaque para as novas mecânicas de colecionáveis e o novo modo carreira repaginado"

Pontos Positivos

  • A parte visual está absolutamente incrivel, desde os carros e pistas até o céu
  • A parte sonora está substancialmente melhor que o game anterior
  • Modo carreira reformulado é o mais bem cadenciado dos games da série Motorsport
  • Sistema de caixas de prêmios e coleção de carros estimula e dá um ótimo senso de conquista
  • Lista de carros extremamente abrangente com mais de 750 veículos
  • Jogabilidade recebeu mudanças e está mais precisa, sem perder o caráter abrangente
  • Performance do game está sólida, digna de um flagship do console

Pontos Negativos

  • Problemas de otimização no PC fazem a experiência ser menos fluida que nos consoles
  • Algumas telas de loading demoram significativamente nos consoles
  • A lista de carros poderia ser um pouquinho mais atualizada sem a necessidade de DLCs
  • Não ter todos os carros disponíveis logo de cara pode frustrar alguns jogadores

Outras Plataformas

93 pc