Gone Home
Seu Review foi enviado com sucesso.
Enquanto ele fica pendente de aprovação, dê sua nota para o jogo. Sua opinião é importante para a comunidade!

Gone Home

Avaliar este jogo
Voxel
Gone Home

Gone Home

Fazer review
90
Nota
do Voxel
Avaliado no PC
Nota
da comunidade
Avaliar este jogo
Últimas atividades
12/11/2016

Corre! Gone Home está gratuito para baixar neste final de semana!

Quem está em busca de um bom negócio para PC já tem um download para colocar na lista. É que o ótimo título Gone Home, da desenvolvedora Fullbright, está de graça durante o fim de semana.
Corre! Gone Home está gratuito para baixar neste final de semana!
03/03/2015

Gone Home é cancelado para consoles

Gone Home, jogo da Fullbright, foi muito elogiado por seu roteiro excepcional e pela narrativa emocionante. Por isso, o jogo de PC era cotado para receber um port para os consoles de nova geração. Infelizmente, parece que este não será o caso, de acordo com um relato do desenvolvedor Steve Gaynor.
Gone Home é cancelado para consoles
10/09/2014

Humble Indie Bundle 12 inclui Gone Home, SteamWorld Dig e Papers, Please

Quem acompanha os pacotes promocionais do Humble Bundle encontrou recentemente uma nova série de games disponíveis para a compra virtual. O site abriu a décima segunda coleção de jogos indie, dessa vez oferecendo títulos como Gone Home e Papers, Please para serem adquiridos a preços bem em conta.
Humble Indie Bundle 12 inclui Gone Home, SteamWorld Dig e Papers, Please
02/09/2014

De volta para mais uma casa: Wii U ganha versão do premiado indie Gone Home

Apesar das baixas vendas do Wii U, a Nintendo, com décadas de experiência na indústria de video games, não brinca em serviço e deve trazer alguns reforços para sua plataforma. Durante uma apresentação na conferência Unite 2014 – focada em palestras e discussões envolvendo a engine Unity –, o gerente sênior de licenciamento e marketing da Nintendo, Damon Baker, acabou “confirmando” o lançamento do indie Gone Home no console da empresa.
De volta para mais uma casa: Wii U ganha versão do premiado indie Gone Home
11/03/2014

Sucesso indie Gone Home será lançado para consoles ainda neste ano

Uma parceria entre o estúdio The Fullbright Company e a publicadora Midnight City vai levar o aclamado game indie Gone Home para os consoles. Não se sabe ainda quais plataformas deverão rodar o jogo. É certo, porém, que o point-and-click chega em versão digital às lojas da Microsoft e/ou da Sony ainda neste ano. Em entrevista ao site IGN, Steve Gaynor, cofundador da desenvolvedora de Gone Home, disse que ideia não é nova, uma vez “que o jogo foi criado para ser uma experiência de ‘sofá’”.
Sucesso indie Gone Home será lançado para consoles ainda neste ano
23/01/2014

Dev revela que Gone Home e BioShock se passam no mesmo universo

A desenvolvedora The Fullbright Company revelou que Gone Home, BioShock e o vovô System Shock se passam dentro de um mesmo universo. A informação veio em meio ao comentário do cofundador da companhia, Steve Gaynor, falando durante o programa Tone Control: Conversations with Video Game Developers — transmitidos pelo site da prosução.
Dev revela que Gone Home e BioShock se passam no mesmo universo
19/12/2013

Jogatina ao vivo TCG: hoje tem Gone Home às 18h!

Hoje partimos para um dos indies mais comentados do ano: Gone Home. O título traz a formula "point and click" e também foca bastante na narrativa, sendo uma aventura ideal para quem gosta de uma trama bem contada. Além de sua proposta diferenciada, vale a pena conferir o game também pelo seu toque de humor e pela viagem nostálgica aos anos 1990.
Jogatina ao vivo TCG: hoje tem Gone Home às 18h!

Review enviada por

Dica enviada por
Carregar Mais
Ficha Técnica
Data de lançamento 11/03/2014
Classificação Classificação pendente
Desenvolvedora The Fullbright Company
Distribuidora The Fullbright Company
Número de jogadores 1-1
Sobre

Gone Home é um jogo estilo point-and-click focado na exploração e na descoberta de mistérios. Ao retornar de uma longa viagem pela Europa, Kaitlin Greenbriar se dirige para a nova casa nas montanhas da sua família. Ao chegar, entretanto, ela encontra apenas uma casa vazia e um bilhete de sua única irmã (mais nova): “Desculpe não estar aqui para te receber, mas foi impossível. Por favor, não me procure.”

Entretanto, Gone Home não é um jogo pródigo apenas nas letras garrafais da sua proposta. Há também um enorme mérito nos detalhes aqui, pequenas informações que se juntam não para formar um épico, mas para pintar o drama humano em suas diversas facetas: o chefe de família desiludido com as perspectivas profissionais; a esposa e mãe que passa a questionar o casamento; a filha que viaja ao longe, deixando para trás uma irmã que encara uma tumultuada adolescência (exatamente como deve ser).

Parte substancial do envolvimento conseguido por Gone Home se dá por meio da extensa exploração dos cenários da cada da família Greenbriar. Não apenas porque há muito aposentos, gavetas e cantos escondidos para se explorar aqui... Mas porque, em cada canto, novos detalhes dão mais e mais cores.

Por um lado, há a oportunidade de se enredar totalmente pela trama familiar que movimenta tudo aqui. Por outro, inúmeros detalhes vão transportá-lo para o que havia de mais singular — de mais emblemático — nos anos 90. O título tem a possibilidade adicional de iniciar com todas as portas destrancadas, de maneira que é possível ordenar livremente os novos nacos de história que são liberados.

Ver mais