Uma aventura temperada com o melhor da cultura mexicana

Alguns jogadores talvez conheçam o trabalho da Drinkbox Studios por conta de jogos como About a Blob e Mutant Blobs Attack. Agora, a obra mais recente da companhia aposta nas tradições mexicanas para embalar uma aventura cheia de pancadaria, exploração de ambientes e muito bom humor.

Em Guacamelee!, o jogador assume o papel de Juan, um homem comum que tem a sua vida completamente transformada quando, à véspera do Dia dos Mortos, o terrível vilão-esqueleto Carlos Calaca rapta a sua paixão de infância: a “filha do El Presidente”. Na tentativa de resgatá-la, Juan acaba sendo mandado para o mundo dos mortos. Contudo, em vez de acabar aí, é nesse ponto que a aventura começa, uma vez que Juan se torna um poderoso luchador no reino espiritual.

Com a ajuda de seus novos poderes, o lutador mascarado embarca em uma jornada para resgatar a sua amada e impedir o bando de Carlos Calaca – o qual deseja usar a jovem em um ritual para unir o mundo dos vivos e dos mortos.

Guacamelee! oferece uma campanha que pode ser completada entre 6 a 8 horas em média. Com um estilo de arte incrível, além de um roteiro divertido e interessante, o game é uma ótima pedida para quem deseja um jogo descompromissado e desafiador.

Para quem tem um PlayStation 3 e um Vita, o título é ainda mais tentador, uma vez é possível integrar os dois consoles com o Cross-Controller, ao mesmo tempo em que as duas versões são vendidas juntas pelo preço de uma.

Ainda assim, o game é uma ótima experiência para quem tem qualquer um dos consoles. Bem-humorado e criativo, Guacamelee! é um dos melhores jogos de plataformas já lançados nos últimos tempos. Jogue e se divertirá.

Exploração de qualidade

Guacamelee! é um jogo de plataforma com foco na exploração de ambientes (gênero também conhecido como Metroidvania, em homenagem a duas franquias clássicas do tipo). O esquema é um velho conhecido de quem gosta de video games: o jogador começa apenas com a roupa do corpo (ou uma máscara e um par de calças, nesse caso) e vai ganhando habilidades ao longo da aventura. Com a ajuda delas, ambientes antes intransponíveis podem ser acessados, ao mesmo tempo em que também é possível utilizá-las para encontrar novos cômodos em áreas antigas.


E enquanto pode ser fácil encontrar jogos assim com ambientes repetitivos e desafios similares, Guacamelee! consegue driblar esse problema com bastante criatividade. Assim, entre uma horda de inimigos e outra, sempre há espaço para variar o ritmo de jogo com puzzles e desafios distintos e bem trabalhados.

Alguns dos poderes conquistados, inclusive, dão origem a mecânicas de jogo bastante interessantes. A habilidade de transitar entre o mundo dos mortos e dos vivos, por exemplo, gera desafios semelhantes aos vistos em jogos como Outland, por exemplo. Assim, há desde puzzles envolvendo a alternância entre os planos para atravessar um penhasco até batalhas contra inimigos dos dois mundos simultaneamente.

 Ambientação muy buena

Um dos grandes destaques de Guacamelee! é a forma como a Drinkbox Studios conseguiu aproveitar todos os estereótipos da cultura mexicana para criar ambientes sensacionais. Assim, no controle de um luchador mascarado, prepare-se para enfrentar chupa-cabras e esqueletos, além de encontrar recompensas em piñatas e procurar por mariachis perdidos.

Tudo isso em cenários muito bem coloridos e vivos capazes de, não raro, fazer com que o jogador perca algum tempo apenas apreciando o local antes de prosseguir em sua jornada contra Carlos Calaca.

“Your princesa is in another castle”

Outro ponto bastante interessante utilizado pelos desenvolvedores é o numero de referências à cultura dos video games. São dezenas que exigem bastante atenção e um bom repertório do jogador para que sejam reconhecidas.

Assim, fique de olho para encontrar uma silhueta semelhante a um famoso robô azul entre os tijolos da cidade de Santa Luchita. Ao mesmo tempo, não deixe de procurar os cartazes dos luchadores “El Linko” e “El Niño de Carne”, assim como um certo viajante perdido no topo de uma montanha cheia de neve.

Além disso, as referências não se limitam apenas ao plano do puramente visual, aparecendo também em alguns elementos do jogo. Em um determinado estágio, por exemplo, o jogador precisará quebrar a cabeça em desafios envolvendo portais azuis e laranja. Lembra algo?

Tragicomédia latinoamericana

A maneira como a trama de Guacamelee! é trabalhada é bastante interessante. Enquanto ele é recheado de bom humor, a narrativa consegue alternar os momentos de comédia com outros mais sérios de maneira sensacional.

Assim, enquanto tudo começa parecendo uma telenovela fantástica mergulhada na galhofa, a jornada leva o jogador a criar empatia com todos os personagens à medida que suas motivações são reveladas – algo em que muitos jogos que se levam a sério falham miseravelmente.

Ainda assim, tem medo de não entender o que está acontecendo por não saber inglês? Não há razão para se preocupar com isso, uma vez que o game está disponível inteiramente em português do Brasil.

Jornada em dupla

A Drinkbox Studios adicionou algo pouco comum em jogos do gênero: um modo cooperativo. Assim, quem quiser assumir o segundo controle passa a assumir o papel da Guardiã da Máscara que ajuda Juan no começo do game.

Enquanto a aventura é exatamente a mesma, sem a presença de desafios adicionais para a modalidade, a possibilidade de ter um amigo dividindo as responsabilidades (e os oponentes) é sempre bem-vinda.

Integração com o PlayStation Vita

Guacamelee! é um dos jogos que a Sony quer utilizar para apostar na integração do PlayStation 3 com o Vita. A começar com o plano Cross-Buy, que oferece as duas versões na compra do jogo, o game é praticamente o mesmo nas duas plataformas (como não há modo cooperativo online, a modalidade ficou de fora no portátil), inclusive da jogabilidade – um dos pontos mais fortes do título.

Enquanto o modo cooperativo para dois jogadores só está disponível no PlayStation 3, quem tem os dois consoles pode utilizar o recurso do Cross-Controller do Vita para obter uma experiência ainda mais interessante. Ao utilizar o Vita como controle, o mapa dos ambientes fica disponível na tela do portátil – uma adição simples, mas que facilita para o jogador encontrar tesouros escondidos.

Quebrando o ritmo

Durante a análise de Guacamelee!, a busca pela filha do El Presidente foi interrompida mais de uma vez por um inimigo fora do folclore mexicano: bugs. Assim, eventos realmente de outro mundo. como portas que permanecem fechadas quando deveriam ser abertas e NPCs duplicados, ocorreram mais de uma vez. Apesar de ser uma questão pequena, capaz de ser corrigida em patchs futuros, e que não se repetiu muitas vezes ao longo da análise, ter que apelar para o reset para continuar jogando é sempre frustrante.

95 ps3
Excelente

Outras Plataformas

95 psvita