Seu Review foi enviado com sucesso.
Enquanto ele fica pendente de aprovação, dê sua nota para o jogo. Sua opinião é importante para a comunidade!
Avaliar este jogo
Voxel
Valkyria Chronicles 4
COMUN.
85
VOXEL
Valkyria Chronicles 4
Avaliar este jogo
Review
Avaliar este jogo
Compre com o menor preço:

Valkyria Chronicles 4 é o retorno da série ao caminho esperado pelos fãs

Felipe Gugelmin

Valkyria Chronicles 4 é um game que parece ter sido desenvolvido como uma resposta às críticas dos fãs ao que foi oferecido em Valkyria Revolution. Abandonando os sistemas estratégicos que ajudaram a série a encontrar um público fiel, o spin-off decepcionava tanto por suas mecânicas quanto pela história repleta de personagens nada carismáticos.

A resposta às reclamações surge na forma de um game que é bastante conservador em sua fórmula e entrega exatamente aquilo que fez o jogo original ser bem-recebido. Nele, somos levados novamente ao continente de Europa, que sofre com a Second European War desencadeada pelas forças do Império.

Enquanto o conflito acontece na mesma linha do tempo do primeiro Valkyria Chronicles, o quarto jogo numerado nos apresenta a outro front desse confronto. Como parte do Esquadrão E dos exércitos da Federação, somos os responsáveis pela Operação Northern Cross, um ataque direto ao coração do Império que tem o objetivo de destruir sua capital em um golpe rápido e brutal — tarefa que não vai ser tão fácil quanto parece.

Inspiração no passado

Ao jogar Valkyria Chronicles 4, me senti de volta aos momentos em que joguei o game que iniciou a série, na época em que ele saiu para o PlayStation 3. O game é essencialmente um “anime de guerra” em formato jogável, oferecendo um grupo de companheiros que vai evoluir e se relacionar entre si conforme a guerra se desenvolve.

Ao jogar Valkyria Chronicles 4, me senti de volta aos momentos em que joguei o game que iniciou a série

O roteiro criado pela SEGA se foca igualmente em transmitir a grandiosidade do evento e em avançar a relação entre os personagens, dois lados que entram em conflito em alguns momentos. Não foi somente uma vez que, logo após uma cena destinada a mostrar como a guerra é cruel e não deixa espaço para a inocência, o game mostrou uma cena típica de uma animação japonesa em que algo engraçado acontece para “deixar o clima mais leve”.

Esse problema de narrativas com tons conflitantes assola a maior parte da primeira parte do jogo, e confesso que em alguns momentos me senti confuso com que os desenvolvedores queriam transmitir. Felizmente, isso foi compensado por uma história que realmente engrenou em sua segunda metade e que me motivou a querer ver o que acontecia no final.

Valkyria Chronicles 4

Mais do que seus antecessores, Valkyria Chronicles 4 é uma história sobre tragédias e escolhas difíceis, chegando a me surpreender em diversos momentos. Nenhum sacrifício é feito de forma leviana, e o game faz com que você realmente sinta o peso de suas ações —  mesmo não abandonando completamente o tom otimista que vai diminuindo aos poucos sua presença.

O que eu senti falta mesmo foi a de um vilão principal de peso. Enquanto o grupo que opõe sua equipe tem alguns membros bem interessantes, o papel de “grande ameaça” atribuído ao líder dele me pareceu um tanto forçado e sem propósito, especialmente levando em consideração que outro membro da equipe já cumpria muito bem esse papel.

Valkyria Chronicles 4 é uma história sobre tragédias e escolhas difíceis

Também não contribui para a qualidade do game o fato de que as coisas podem parecer lentas demais para se desenvolver. Você só vai saber quem são seus verdadeiros adversários e objetivos quando chegar ao final da trama: o resultado final é positivo, mas sai com a sensação de que o RPG poderia ser um pouco mais rápido em estabelecer suas peças e essa demora pode acabar afastando jogadores menos comprometidos.

Pronto para a ação, meu capitão

O sistema de combate de Valkyria Chronicles 4 também é bastante centrado nas bases estabelecidas no primeiro capítulo, o que não é exatamente negativo. Através de um mapa você vê o posicionamento de suas unidades, e, ao escolhê-las, é possível se movimentar (respeitando uma base de stamina) e escolher uma ação, que pode ser atacar os inimigos, curar seus aliados ou sair de campo para retornar em um turno posterior.

Seus adversários não ficam parados enquanto isso acontece: passe muito perto por um deles para se tornar o alvo de tiros, e é sempre bom tomar cuidado com as minas plantadas em áreas estratégicas. O outro lado da ação, controlado pela inteligência artificial, está sujeito às mesmas regras, e a partir de certo momento também é capaz de usar o recurso conhecido como “Ordens”, que estabelece algumas condições especiais (algo que você também vai destravar aos poucos).

O ritmo do gameplay é cadenciado, mas pode se tornar especialmente lento quando há muitos adversários em campo — não há como pular animações, resultando em batalhas que duram entre 1 a 2 horas, sem contar com o tempo necessário para refazê-las, se necessário. A grande novidade do game é a presença de unidades conhecidas como granadeiros, que podem fazer ataques estratégicos indefensáveis e servir como barreira para o avanço de unidades motorizadas.

O ritmo do gameplay é cadenciado, mas pode se tornar especialmente lento quando há muitos adversários em campo

Enquanto o ciclo de ação básico de Valkyria Chronicles 4 é competente por si próprio, o game se destaca entre opções estratégicas por nunca oferecer uma batalha exatamente igual à outra. Isso funciona tanto a favor quanto contra o game: ao mesmo tempo em que garante variedade, essa opção acaba resultando em alguns experimentos que nem sempre parecem justos devido à falta de informações dadas ao jogador.

Durante minha jogatina, fui forçado a refazer um cenário ao qual já havia dedicado mais de uma hora porque o jogo decidiu apresentar uma reviravolta à qual eu não tinha como me preparar. Depois de derrotar as bases inimigas, surgiu uma nova missão que me obrigava a defende-las durante três turnos — perder somente uma já significava a derrota.

Valkyria Chronicles 4

Para complicar tudo, a cada um desses turnos os inimigos ganhavam novas unidades em locais do mapa longe do ponto em que eu havia colocado minhas unidades. A única forma de vencer o cenário foi, ciente dessas condições, já posicionar meus soldados de maneira a contra-atacar os adversários, cuja existência e posicionamento eu só tinha como saber por já ter falhado anteriormente.

Esse caso específico ficou em minha memória devido à injustiça que senti, mas, felizmente, a maioria dos cenários do game não transmite a mesma sensação. Só sai com uma sensação ligeiramente amarga da aventura porque a batalha final é terrivelmente arrastada, especialmente devido ao fato de que não há como pular algumas das longas animações que são reproduzidas a cada turno dela.

Vale a pena?

Valkyria Chronicles 4 é um game de altos e baixos, mas as partes altas felizmente dominam a aventura. Sem me estender muito em atividades secundárias, completei a missão principal em pouco mais de 36 horas, a maior parte delas muito bem aproveitadas.

Valkyria Chronicles 4

O game não se distancia muito de suas raízes, mas isso não é exatamente algo negativo: não somente o esquema de jogabilidade criado há quase uma década se mantém firme, como a engine CANVAS se mantém uma bela opção artística — mesmo que seu visual de desenho não tenha mais o impacto do passado.

Quem gosta de um jogo tático “parrudo”, em que uma batalha não dura menos de uma hora, vai ter muito a aproveitar e tem muitas opções para tentar “quebrar” as regras do jogo e bolar táticas de ataque destruidoras. Da mesma forma, a história se sustenta bem a maior parte do tempo, mesmo que demore um pouco para engrenar e nem sempre acerte no tom.

Valkyria Chronicles 4 é um game que sem dúvida vai agradar quem já era fã da série, mas também serve como uma ótima porta de entrada para ela. Caso você esteja curioso sobre o resultado final, vale a pena baixar a demonstração gratuita oferecida pela SEGA antes de decidir investir seu tempo e dinheiro na versão final.

Compre com o menor preço:
85 ps4
Ótimo
"Valkyria Chronicles 4 olha para o passado para entregar uma experiência tática de qualidade"

Pontos Positivos

  • Uma história interessante sobre derrota e perseverança mesmo quando tudo parece estar contra você
  • Um bom elenco de personagens, que traz personalidades variadas e que se desenvolvem bem conforme a trama evolui
  • Sistema de combate com bases sólidas e com desafios que nunca se repetem

Pontos Negativos

  • A história é boa, mas demora para engrenar e muitas vezes apresenta temas com tons conflitantes entre si
  • Algumas das condições de combate e reviravoltas fazem com que o game pareça um tanto injusto
  • Uma batalha final que se arrasta tempo demais e deixa uma sensação um tanto amarga (por favor, me deixem pular as animações)
Voltar para notícia
Carregando...
Comentários
Carregando...
Este comentário foi apagado. Desfazer
+1
-1
Este comentário foi apagado. Desfazer
Responder Excluir Editar
+1
-1
Ver mais comentários Ver mais comentários