Você manja de física? Gosta de quebra-cabeças? Mechanic Master vai agradar ao seu gosto!

Um jogo simples criado pela MWE e distribuído pela Midway consegue se mostrar potencialmente divertido para aqueles que procuram por desafios ao estilo puzzle.  Estamos falando de Mechanic Master, um game no qual você deve derrotar alienígenas de forma indireta com o posicionamento de peças e o conhecimento básico de física.

Não há personagens ou se quer a apresentação de uma história genérica em Mechanic Master, aspectos que realmente são dispensáveis nessa proposta de jogo. O jogador simplesmente precisa saber que existem umas criaturas roxas, que lembram em muito a dupla alienígena que aparece em Os Simpsons, e para derrotá-los você necessita posicionar acessórios livremente pelo cenário de forma que de alguma forma eles morram de forma nada dramática.

Apesar de podermos afirmar que o game é completamente simples em todos os aspectos, a centena de fases disponibilizadas aumenta de dificuldade gradualmente a ponto de ocupar um bom tempo com pensamentos sobre como superar os desafios espertamente bolados.

É só carregar os objetos na tela

Para cada nível, diferentes ferramentas são oferecidas para o jogador e diante limitações de quantidade e funções, cada item deve ser posicionado cautelosamente no cenário, isso antes da ação começar. Ou seja, para colocar as peças o jogo pausa e jogador pode ativar a ação assim que desejar. Uma bigorna no topo da tela só irá cair quando o jogo sair desse estado de pausa, para exemplificar.

Para dar um pequeno exemplo da ação em Mechanic Master: o jogador coloca um motor próximo de uma esteira, depois adiciona uma corda entre os dois para fazer a esteira rolar para a esquerda... Por preguiça vou escrever que na esteira tinha uma bomba com um isqueiro perto dele e no lado esquerdo estava o alienígena e foi assim que o jogador ganhou... Não queremos complicar muito a explicação, certo?

O jogo tem uma jogabilidade complexa, mas não é complicada. Existem dúzias de ferramentas com funções diferentes que variam de simples barreiras até portais dimensionais. E além da necessidade de matar as geleias roxas, o jogador deve salvar os humanos também. Se algo der errado, algo que provavelmente ocorrerá muitas vezes, um recomeço rápido é realizável.

Onde isso começa!? Ignorem por alguns instantes nossos prós e contra para gravarem essa conclusão sobre Mechanic Master: o jogo é absurdamente simples, desafiador e divertido. Agora pode voltar a considerar o resto da análise, pois o que nós pensamos sobre o título é que apesar do que citamos de ruim, no fim ele é bom.

Não devemos exigir macarrão quando pedimos carne (ou qualquer outra metáfora estúpida com o mesmo sentido), ou seja, quando você comprar Mechanic Master, você estará comprando um jogo de puzzles e dentro de sua proposta ele é ótimo e certamente irá agradar aqueles que procuram por desafios relacionados com a física.
Puzzles realmente desafiantes

Mechanic Master demonstra algumas possibilidades interessantes de terminar uma fase, ao avançar para a próxima o jogador provavelmente irá se deparar com um novo enigma para desvendar sobre a maneira de concluir o estágio. Ou seja, o jogador sempre terá que pensar na solução em invés de simplesmente copiar mais ou menos o que já fez em outras fases.

Diversidade

Uma quantidade satisfatória de objetos, recursos e funções são ofertados em Mechanic Master. Algumas fases até permitem caminhos diferentes para matar ETs e salvar humanos, algo que facilita as coisas.

É só usar a cabeça meu filhoBom pro DS, um portátil

 Sempre devemos levar em consideração não somente a capacidade do console, mas também o como ele é usado. Um portátil é o tipo de console que você joga em viagens ou em tempo livre longe do conforto de casa e outras atividades, portanto algo curto que possa ser apreciado nesses momentos é sempre bem vindo para os gamers. Nesse sentido, Mechanic Master é excelente.

Você sempre precisa bolar um esquema diabólico, no bom sentido

O jogador precisa pensar em tudo que provavelmente irá acontecer quando ele permitir que a ação do jogo role. E para realizar movimentos que são aparentemente simples, é necessário implantar diversos recursos para esse único ato, como acionar uma bomba: a bomba precisa ser acesa por um isqueiro e para isso talvez seja importante empregar corretamente o uso de uma esteira, um motor e uma corda, e quem sabe ainda mais objetos. Vale relembrar que tudo isso deve ser pensado previamente.

Um game com esse nome não poderia ter uma mecânica ruim

Seria algo imbecil se esse jogo tivesse uma mecânica de funcionalidade física ruim, não se preocupe que esse não é o caso. Em Mechanic Master tudo flui de maneira plausível, nada de muito inesperado ocorrerá além de um erro de cálculos, o que acontecerá muitas vezes quando o método de tentativa e erro pode ser aplicado aqui.

Divertido, para quem gostar...

Muitos jogos de baixa produção recebem muitos créditos em diversas características que no fim afetam o nível de diversão da experiência. No caso desse título, o tipo de jogabilidade é o maior atrativo e pode conquistar um publico bem específico (quem quer puzzles) e ganhar admiração do resto (é o resto mesmo).

E que todos os tutoriais queimem no inferno!

Mechanic Master se esquiva de tutoriais ao apresentar o modo de jogar logo na primeira fase de forma simples ao convidar o jogador a descobrir como se joga intuitivamente rápido. Que mundo lindo que seria a Terra se isso fosse uma constante em jogos, não? Só restaria nos preocupar com probleminhas menores como a poluição, violência, intolerância, problemas de saúde, possíveis apocalipses, fome mundial, desemprego, crise econômicas, educação, saneamento básico e todas essas coisinhas ignoráveis.

Design degradante

O visual é simples até demais, acho que até eu conseguiria criar algo melhor em um dia de dor de cabeça, ferido gravemente por uma bala e com uma criança me atazanando. Bem, exageros a parte, o design de Mechanic Master não é dos mais criativos mesmo para sua proposta, pois sempre esperamos algo pelo menos “bonitinho”, um rank ao qual esse jogo passa longe. Por outro lado, estamos falando de DS não é? O pobre coitado não aguenta muita coisa, devemos dar um desconto para ele.Gráfico bonito feito minha cicatriz nas 
costas

A trilha sonora só é superada pelo silencio

Não exigimos muito desse aspecto, contudo Mechanic Master não apresenta nenhum trabalho impressionante com relação com a parte sonora. Alguns ruídos, nenhuma música empolgante e mais nada tentam fechar um triste vazio nesse título.

É para quem gosta de puzzles

Parece meio estúpido comentar como um contra algo tão lógico, sendo que devemos analisar um jogo dentro de sua proposta. De qualquer jeito, Mechanic Master é carente de muitos elementos que até os jogos mais comuns apresentam e tudo que ele oferece são seus desafios baseados em uma jogabilidade esperta, o que na realidade deveria ser o ponto forte do título e não sua única atração. Já na capa de Mechanic Master encontramos um resumo de tudo com uma frase que quer dizer “Temos 100 desafios aqui.”.

Está bem, quer dizer que tudo que tenho que fazer é isso?

Mais um ponto negativo do qual nos sentimos ligeiramente cruéis ao fazer a reclamação. Porém, seu objetivo nunca irá variar em Mechanic Master, por mais que os contra argumentos sejam fortes ao dizer que o game muda a cada fase o jeito de vencer, no fim você sempre estará matando ETs e salvando pessoas. Isso entra como um aspecto negativo do design também, já que uma pequena variação de visual poderia deixar toda a situação menos monótona.

E contradizendo um dos prós, no game, depois de algumas dezenas de casos solucionados, você provavelmente vai achar tudo um tanto repetitivo. As respostam de fato mudam, mas nem tanto às vezes...
72 ds
Bom