Deixe os karts e sua imaginação correrem soltos!

Img_originalO conceito é bem conhecido: crie, jogue e compartilhe. Já vimos isso em LittleBigPlanet — e o sucesso é evidente. Como se o ser humano tivesse uma necessidade inerente de mostrar aos outros aquilo que é capaz de realizar com as ferramentas que possui a sua disposição. Mas um bom conceito nunca passa muito tempo sem ser aperfeiçoado ou, ao menos, assimilado.

ModNation Racers é um título que faz uso dessa premissa. As pessoas gostam de games envolvendo corridas de karts com combates. As pessoas gostam de personalizar seus avatares em jogos eletrônicos. As pessoas gostam de expressar sua criatividade e mostrá-la ao mundo. Logo, as pessoas gostam de um produto que as permita realizar tudo isso ao mesmo tempo e de forma integrada.

Como tal, é um game que necessita absolutamente de conexão à internet. Praticamente tudo que é realizado dentro do ModSpot (nome dado ao centro de atividades, pelo qual o jogador navega, que permite acessar as diversas funções do jogo) tem alguma relação com sistemas online. Desde o compartilhamento de criações até as corridas online com outras 11 pessoas.

A United Front Games realmente fez jus às promessas anteriores ao lançamento. O jogo realmente é tudo aquilo que diziam: divertido, irreverente, flexível, coeso e — talvez o mais importante —possui identidade própria. O suficiente para conquistar inúmeros fãs ao redor do globo... Mas, certamente, não todos os que gostaria.

ModNation Racers é, sem sombra de dúvidas, um jogo muito bom. Possui falhas consideráveis, é verdade, mas do tipo que incomoda apenas tipos específicos de jogadores. O público-alvo central do game não se importa em esperar um pouco para acessar as telas e certamente não se preocupa com as falhas da jogabilidade contra o computador.

Esse conjunto torna o jogo bastante atrativo para as pessoas que estão procurando criar conteúdo próprio e participar de uma comunidade de jogo de corrida que engloba muito mais diversidade do que é possível, de fato, conferir. Ou seja, quem gosta de criar e compartilhar certamente vai encontrar um título excelente.

Quem gosta de jogar, no entanto (especialmente quem gosta apenas de jogar), não se sentirá tão à vontade. Existem vários outros games muito melhores no quesito jogabilidade e que exploram a competição e a diversão de controlar karts (ou mesmo carros) de forma muito mais adequada.

Img_original

Além disso, é preciso investir bastante tempo em ModNation para sentir os resultados e realmente extrair o máximo que ele pode oferecer. Não se trata de um jogo para comprar, sentar e já nos primeiros minutos divertir-se à beça; é preciso todo um investimento e comprometimento iniciais antes de realmente entender do que se trata e como melhor aproveitá-lo.

Sempre ressaltamos, aqui no Baixaki Jogos, que um dos principais quesitos que analisamos é o quão bem um título cumpre sua proposta. ModNation o faz muito bem, embora não perfeitamente, com o único problema de ter deixado um dos três pilares da proposta subdesenvolvido. O que certamente não estraga em nada a experiência de quem quer explorar todos: criando, jogando e compartilhando.

Integração

Integração é realmente a palavra-chave de ModNation Racers. Tudo o que se faz dentro dele está ligado a algum outro tipo de atividade. Você criou um modelo de avatar que gostaria de mostrar a outras pessoas? Com alguns apertos de botões é possível jogar na internet a sua criação, sem precisar realizar tarefas entediantes ou mesmo sair do jogo.

Está dentro de uma corrida e quer ver o que o seu oponente costuma fazer? Basta abrir seu perfil e dar uma olhada nas pistas, karts e avatares que ele montou. Tudo bastante rápido e fácil, proporcionando as bases necessárias para um aspecto social extremamente desenvolvido, que é o cerne da estrutura do título.

Aspecto social

Se integração é a palavra-chave, interação social é aquilo que encontramos ao abrir o cofre. ModNation é um daqueles jogos que necessita de uma comunidade forte para funcionar bem — e, de acordo com o que vimos, ela existe. Se não houvesse um número considerável de usuários criando, jogando e compartilhando, não haveria sentido ter todo o rol de possibilidades disponíveis ao jogador que foi inserido no produto.

Img_original

Qual seria a graça de montar uma pista sensacional se a única pessoa que a visse fosse o seu irmão? Ou por que gastar horas aperfeiçoando seu personagem se o computador não está nem aí para a aparência do avatar? Fazer parte de um grupo de usuários com os mesmos interesses é o que torna o game interessante, e ModNation consegue suportar essa experiência de forma excelente.

Engine robusta

Já que o forte do título é a capacidade de proporcionar aos jogadores as ferramentas necessárias para criar seu próprio conteúdo, o sistema de criação deve ser excepcional. E realmente é. Extremamente flexível, acessível e detalhado — o que agrada a todos os tipos de usuários que querem montar seu próprio jogo.

Quer montar apenas o formato de uma pista e em seguida deixar para o game enchê-la de acessórios, cenário e tudo o mais? Você pode. Quer escolher os mínimos detalhes, desde a pequena pedra do lado esquerdo da terceira curva do circuito até o número de ovelhas que se encontram adjacentes à terceira casa na beira da reta principal? Também pode. Além de qualquer coisa entre os dois extremos.

O mais interessante é que a integração previamente mencionada também se aplica na hora de elaborar o conteúdo próprio. Nada de “editor de mapas”, “editor de personagens” e “editor de veículos” separados do jogo em si. Embora a divisão ainda exista (no ModSpot é preciso escolher qual tipo de conteúdo você irá criar), todos os setores estão diretamente ligados ao jogo.

Isto significa que a forma de montagem das pistas, por exemplo, é executada como se o jogador estivesse pilotando seu kart. E vai desenhando. Em seguida, seleciona os elementos que quer adicionar e vai vendo em tempo real como as coisas ficam. Caso deseje testá-la, basta selecionar no menu e será diretamente encaminhado com o kart e o personagem de sua escolha para o circuito — podendo ver rapidamente se tudo está funcionando.

Img_original

Limites existem, obviamente. Mas eles são mais práticos do que qualquer outra coisa, e geralmente foram colocados para poder tornar possível o compartilhamento eficiente dos conteúdos personalizados. Imagine ter que baixar uma pista gigantesca de dezenas de megas de tamanho antes de jogá-la... Seria inviável. Mas os limites são abrangentes o suficiente.

Tão abrangentes, na verdade, que vemos karts iguaizinhos ao carro de Fórmula 1 da Ferrari, vemos avatares quase idênticos a Mario, Link, Kratos, Ronald McDonald... Vemos até mesmo pistas que parecem ter saído direto de uma pintura surrealista, tamanha a criatividade e atenção ao detalhe empregadas em sua elaboração.

Irreverência

ModNation é recheado de humor. As animações durante a corrida, o próprio estilo de arte, as cenas entre as partidas, o comentário dos narradores. Tudo é bem engraçado, irônico, satírico e debochado. O que combina perfeitamente com a forma como a história é contada, especialmente no modo carreira.

Multiplayer

Embora a experiência toda se baseie na ideia de que o jogador estará conectado à internet, precisamos mencionar como um ponto positivo o aspecto multiplayer do título. Afinal de contas, interagir com os outros usuários dentro deste game é bastante divertido, e o suporte para voz dentro dos lobbies, partidas e vários locais virtuais é muito bem feito.

Simplicidade nas partidas

Img_originalComo já dissemos, o foco é em criar, jogar e compartilhar. Jogar é, portanto, apenas um de três pilares que compõem a premissa de ModNation Racers. Logo, montar algo extremamente complexo não faria o menor sentido. Algo que os desenvolvedores parecem ter entendido — com uma exceção que iremos mencionar nos pontos negativos, e que será responsável por esta análise ter o mesmo título para um ponto positivo e um negativo!

Assim, a jogabilidade é composta pelos elementos tradicionais que vemos em outros jogos de corrida focados mais na diversão do que na simulação: ausência de marchas, existência de ataques contra outros competidores, possibilidade de defesa, foco grande no drift e milhares de pulos e outras manobras tecnicamente impossíveis.

Desta forma é possível jogar as pistas criadas por outros usuários desde o primeiro momento — embora não do jeito mais eficiente, é claro — sem se arrebentar inteiro nas paredes a cada três segundos. Algo bastante necessário quando a graça do jogo é, de fato, experimentar tudo aquilo que os outros jogadores inventaram.

Simplicidade nas partidas

Aqui está o ponto negativo que possui o mesmo título que o positivo logo acima! De fato, a simplicidade da jogabilidade de ModNation Racers é uma faca de dois gumes — ambos bastante afiados. Isso porque afeta bastante a experiência de jogo, diminuindo em muito a diversão da competição inerente a qualquer jogo de corrida.

Existem poucas características a serem dominadas — notadamente, o drift — e a diferença entre aqueles que são veteranos e os novatos é absurdamente grande. Além disso, não há distinção na hora de colocar os usuários dentro das salas de jogo, o que faz com que alguém que esteja jogando pela primeira vez possa enfrentar outro com centenas de corridas atrás de si.

Img_original

A simplicidade excessiva é facilmente percebida na hora em que o jogador percebe que está se divertindo mais ao conferir os modelos de karts e os avatares dos outros competidores do que ao tentar pilotar de forma precisa o seu veículo, com o objetivo de chegar em primeiro lugar. O que é, sem dúvida alguma, um problema.

Difícil e truncado no single player

Muitos dos jogadores que não têm vasta experiência com games do gênero ficarão frustrados com o single player de ModNation. A inteligência artificial não perdoa e os sistemas de jogo em si favorecem bastante o computador — o esquema de utilização do escudo exemplifica bem esse aspecto. Isso significa que a pessoa vai perder muito em alguns circuitos antes de conseguir completar os objetivos.

Jogar sozinho também é a única forma de desbloquear alguns dos itens a serem utilizados nas ferramentas de criação de conteúdo. Algo que vai totalmente contra o conceito do jogo, que é o de interação com outros usuários através da internet. Correr online não destrava itens, mas correr contra o computador sim. Dá para entender?

Tempo de carregamento

Img_originalO principal ponto negativo do game, sem sombra de dúvida. A demora no carregamento das diferentes telas do jogo é simplesmente assombrosa. Chega-se ao cúmulo de, em alguns momentos, passar mais tempo esperando para jogar do que dentro da partida em si — basta olhar para algumas pistas que possuem três voltas de 15 segundos e para os dois minutos de espera para entrar nela.

Em um game que faz com que o jogador alterne constantemente entre os diferentes modos, isso é quase imperdoável. Transforma completamente o rosto do produto e faz com que seja um título extremamente casual, para ser jogado tranquilamente — sem pressa, sem preocupações e podendo realizar outras tarefas ao mesmo tempo, como preparar comida!

82 ps3
Ótimo