A tempestade motorizada chega ao ártico

Depois de explodir no PlayStation 3, ainda em 2006, a franquia MotorStorm conseguiu deixar sua marca no mundo dos jogos de corrida com uma jogabilidade atraente, gráficos de qualidade e muita velocidade.

Depois de duas edições muito bem sucedidas no PS3, a linha MotorStorm finalmente muda de pista e acelera no PSP e PS2. Arctic Edge tirou os explosivos veículos da série dos desérticos cenários da primeira edição, sobrevoando as ilhas do pacífico da segunda versão, para aterrissar nos nevados circuitos do Ártico — que de gélidos tem somente a paisagem, já que ação é fervente.

Arctic Edge pode estar contido em uma plataforma menor e portátil, porém traz para dentro do seu bolso todos os prós e contras da franquia. Cada percurso é meticulosamente construído para maximizar o estilo vertiginoso, rápido e totalmente ensandecido que consagrou a linha.

Assim, o que apresentou-se como mais um port dos tradicionais consoles caseiros da Sony para o seu xodó portátil transforma-se em uma justa adição ao PlayStation Portable.
 

Em linhas gerais, MotorStorm impressiona pelo seu acabamento gráficos de boa qualidade, efeitos sonoros bons e jogabilidade envolvente. O modo single player é extenso repleto de conteúdos extras, enquanto que o multiplayer não fica muito atrás — apresentando apenas algumas questões referentes às partidas online.

A dificuldade é desafiadora, porém não é frustrante, sendo que o título oferece um sistema de progressão eficiente. MotorStorm não tem qualquer intenção de oferecer uma simulação automobilística, sendo que o seu objetivo é entreter, algo que consegue com grande facilidade.

Acertando o caminho

As pistas são simplesmente alucinantes. Bem construídas e com traçados interessantes, os circuitos de Arctic Edge são tão perigosos quanto divertidos. São caminhos que bifurcam-se oferecendo caminhos alternativos, atalhos ou trechos paralelos mais desafiadores.

Carteira de habilitação

Os veículos são variados e possuem atributos distintos, cada um assume uma dirigibilidade própria o que torna a jogabilidade muito mais variada. Além disso, o modo campanha — chamado de Motorstorm Festival — oferece um sistema de progressão inteligente que aumenta a dificuldade gradualmente e libera veículos e outros aprimoramentos ao longo da disputa.Sai da 
frente!

Design arrojado

Os gráficos estão muito bons, apesar de um pouco abaixo do excepcional Gran Turmismo PSP, Motorstorm consegue ultrapassar a obra da Polyphony Digital em alguns aspectos.
 
Enquanto que Gran Turismo apresenta iluminação e campo de visão mais detalhados, Arctic Edge consegue entregar muito mais veículos dentro da pista, sem que isso prejudique a sua taxa de quadros por segundo (fps) — que mantêm-se estável e alta ao longo de todas as corridas.
 
Online, off-line
 
As modalidades de disputa multiplayer podem ser bem divertidas. Com suporte para até seis usuários simultâneos, as partidas multiplayer via ad-hoc são um ponto forte, porém quando o assunto são as corridas online, Arctic Edge, transforma-se em um exercício de pura frustração (porém acredita-se que tais problemas ainda possam ser resolvidos).

Mão na buzina
 
O som também é um destaque de Arctic Edge. Normalmente notado somente quando abaixo das expectativas, os efeitos sonoros do Motorstorm de bolso estão muito bem cuidados. Do soar das buzinas dos caminhões e motocicletas, ao estouro do oxido nitroso que impulsiona as máquinas a perigosas velocidades.
 
Os cenários também possuem sons particulares, apesar destes acabarem ficando “apagados” pelo caos sonoro que toma conta do ambiente no auge da ação. As músicas também merecem destaque mantendo-se bem próxima dos elementos eletrônicos e heavy rock que embalam as corridas dos títulos anteriores.
 

Anarquia motorizada

A jogabilidade e a dirigibilidade estão fiéis ao estilo da série, porém a física muito sensível acaba deixando os veículos ainda mais instáveis, contribuindo muito para ao tom anárquico das disputas.

Retardatário

A inteligência artificial dos pilotos adversários não é a mais elaborada possível. Muitas vezes você verá oponentes colidindo contra paredes ou simplesmente perdendo o controle do veículo de forma inexplicável.

79 psp
Bom