Terra, Água, Fogo e Ar: harmonize-se com os quatro elementos no novo MotorStorm.

Quando o PlayStation 3 estava prestes a aportar no mercado de games, e a Sony estava decidindo quais seriam os títulos a chamar a atenção dos gamers para seu console, foi anunciada uma exclusividade marcante: MotorStorm.

O título, no gênero corrida offroad, prometia marcar os jogadores com uma gama de possibilidades única, além de qualidade gráfica simplesmente emocionante e muita adrenalina para garantir diversão plena.

O jogo cumpriu suas promessas de forma convincente, e tornou-se um verdadeiro sucesso no PlayStation 3, garantindo muitas aquisições para o console que recebeu, posteriormente, um bundle (pacote) que conta com o jogo, e é vendido assim até hoje.

Com cerca de um ano após o lançamento do primeiro jogo, a Sony anunciou a produção de um novo título, que na época foi chamado MotorStorm 2. Durante a produção o projeto mudou de nome para MotorStorm: Pacific Rift, título com o qual foi lançado.

O sucesso imediato da primeira versão se repetiu: os fãs do jogo aderiram claramente ao novo sucesso, que agora conta com novidades ainda mais marcantes para seus jogadores, e grandes melhorias no jogo.


Terra, água, fogo e ar

Uma das grandes novidades de MotorStorm é a expansão da interação entre a natureza presente na pista e os veículos. Agora as pistas estão divididas em quatro setores: o primeiro é Earth (terra, em inglês), e oferece pistas cujo principal elemento é a terra, obviamente.

Algumas destas pistas são, no entanto, próximas à praia, e portanto a água se faz presente em abundância nela também. Já o segundo setor de pistas é Fire (fogo, em inglês).

Todas as pistas deste setor são ambientadas em vulcões, e contam com lava escorrendo pelo terreno. Tanto água quanto fogo são muito importantes em MotorStorm, levando em conta o boost do jogo.

Assim como no título anterior, o jogador pode usar uma espécie de nitro a qualquer momento e irrestritamente. Entretanto, da mesma forma que em MotorStorm, aqui sua limitação é o aquecimento do motor: se você usar o boost, como é chamado o nitro do jogo, por muito tempo, seu motor superaquece até explodir, de forma muito bonita, diga-se de passagem.
Direita ou esquerda?

Saber a hora de utilizar o Boost é o que fará de você um vitorioso ou um perdedor nesta série. E no caso de Pacific Rift, um novo quesito deve ser pesado para decidir o momento correto de utilizar o Boost.

A água resfria o motor, permitindo que o jogador utilize o Boost por mais tempo sem correr o risco de explodir. Já o fogo superaquece mais rapidamente o motor, é óbvio. Se você está pensando, no entanto, que passar pela água no jogo é um oceano de vantagens, está muito enganado.

A água desacelera muito seu veículo, portanto é prudente utilizá-la de maneira comedida, e preferencialmente correndo somente pelas bordas dela. Existem, no entanto, classes de veículos capazes de passar pelas poças d’água quase sem desacelerar, como os caminhões e monster trucks, enquanto motos e quadriciclos sofrem muito ao passar na água.

Voltando aos setores de pistas, além de Earth e Fire, temos também Air (ar) e Water (água): as pistas do elemento ar são ambientadas em montanhas e as do elemento água são sempre próximas a cachoeiras, rios, cascatas e afins.

Trilha sonora e gráficos de alta qualidade

Além disso, MotorStorm possui uma trilha sonora emocionante, perfeita para os bons momentos de corridas cheias de adrenalina. Os efeitos sonoros também foram muito bem desenvolvidos.

Entre tantos efeitos, é possível ouvir o som do nitro assobiando, e um apito marca o momento em que seu veículo está prestes a explodir. As explosões forma desenvolvidas de maneira incrível, mesmo em seus detalhes sonoros.

Do ponto de vista gráfico, poucos são os defeitos do jogo. O fogo está muito bem estilizado, as texturas possuem, em sua maioria, grande qualidade, e o cenário como um todo é belo, oferecendo interação de grande qualidade.

Liga o limpador de pára-brisa!

A água é uma das falhas mais graves em MotorStorm. Sua movimentação não é ruim e a textura, na maioria das vezes, é bastante convincente. A única falha é na linha de divisa da água, que está delineada de maneira extremamente forçada.

Entretanto, isso ocorre somente no caso do mar, e existem outros locais onde a modelagem da água também está muito bonita. Isso comprova o alto nível gráfico do jogo, já que mesmo sua falha mais grave ainda é bastante sutil.

Outro aspecto que chama muita atenção em MotorStorm é a vegetação da pista, que oferece um nível de interação incrível. Ao passar sobre a vegetação rasteira e de porte intermediário, ela se move como se estivesse sendo atropelada, ao invés dos veículos simplesmente atravessarem-na.

Cardápio variado

As opções de veículos em MotorStorm são outro enorme diferencial do jogo. São cerca de 20 classes de veículos diferentes, desde motocicletas até monster trucks, passando por buggys, caminhonetes, quadriciclos e caminhões.

Neste quesito, o que mais chama atenção é a variação da experiência entre um veículo e outro. Enquanto motocicletas são leves, rápidas e instáveis, caminhões possuem aceleração lenta, mas atingem alta velocidade e possuem uma grande estabilidade.

Cada veículo é único, e oferece uma experiência igualmente particular. Para adicionar ainda mais singularidade, as pistas possuem diversas rotas diferentes, sendo que a escolha de cada rota deve estar relacionada diretamente à classe de veículo selecionada.
Se ficar na frente, vai virar pastel.

Funciona da seguinte maneira: todas as rotas estão sempre na pista, mas se você é um motociclista, deverá dar preferência às rotas altas, que possuem um maior número de rampas de pulo. Além disso, é imprescindível evitar, a qualquer custo, a água.

Caminhões e monster-trucks, ao contrário, devem seguir pelas rotas planas. Estes podem usufruir à vontade (ou quase) da água, aproveitando-a como seu fortalecedor. Isso pois uma vez na água, o piloto do caminhão pode ativar constantemente o boost, sem superaquecer o motor.

Escolher uma classe diferente muda completamente a a experiência de jogo, e é essa uma das maiores vantagens em se jogar MotorStorm. O resultado é uma gama de experiências incrivelmente ampla e diversificada.

Cada uma das classes possui uma enorme gama de modelos de veículos diferentes, que é liberada de acordo com o seu número de vitórias. Além do modelo, é possível ainda escolher a cor da pintura do veículo, bem como dos uniformes de motoristas disponíveis, que também são desbloqueados conforme você acumula vitórias.

Para desbloquear novos conteúdos, basta avançar de nível. Cada nível possui uma pontuação mínima para ser atingido, tais pontos são concedidos pelo seu número de vitórias: medalhas de ouro valem 100 pontos, de prata valem 75 e de bronze, 50 pontos. Ao cumprir pequenos desafios, o jogador libera ainda mais pistas ou modos de jogo.

Se você tem um PS3, compre MotorStorm: Pacific Rift agora!

O novo título da Sony não fica atrás do primeiro jogo de corrida offroad lançado para o PS3 há cerca de dois anos. MotorStorm: Pacific Rift faz jus ao nome ao apresentar uma experiência ainda mais emocionante e diversificada.

Nada mais romântico do que ver o pôr-do-sol.

Não há sequer um jogo de nova geração que possa ser comparado com a série MotorStorm. O único título que possui um sistema quase semelhante ao do jogo lançado pela Sony é MX Vs. ATV Untamed. Porém este último simplesmente não vale a pena.

Concluindo, se você possui um PlayStation 3 e além disso é fã incondicional de jogos de corrida, ou ainda esportes radicais. MotorStorm: Pacific Rift é um título que deverá fazer parte obrigatória de sua coleção.
Compre com o menor preço:
87 ps3
Ótimo