A NBA pode estar em greve, mas graças à 2K o basquete não para!

NBA 2K11 redefiniu o gênero de simulação de basquete. Com modalidades inventivas, jogabilidade afiada e uma apresentação impecável, o jogo foi tão bom que a Electronic Arts resolveu cancelar a sua edição de NBA Live — concorrente direto da linha 2K.

Agora, a série iniciada em 1999 — como uma exclusividade do saudoso SEGA Dreamcast — retorna com uma nova edição disposta a cravar o último prego no caixão de NBA Live. Seguindo os passos, ou melhor, completando a “ponte aérea” iniciada por seu predecessor, NBA 2K12 traz pequenas mudanças, mas incrementa a edição anterior em todos os aspectos.

Destacando-se pelo realismo, a nova edição da franquia não decepciona os fãs. Os pontos positivos de NBA 2K11 foram reforçados, enquanto que suas falhas foram corrigidas, ou pelo menos atenuadas. Em suma, NBA 2K12 supera seu precursor e mantém a franquia no topo dos simuladores de basquete.

Como já dissemos ao longo de toda a análise, NBA 2K12 supera a edição do ano passado e assume o título de melhor jogo de basquete do mercado. São pequenas melhorias, mas em grande quantidade e que incrementam significativamente a qualidade do jogo.

A introdução de novos desafios históricos é um prato cheio para os fãs do esporte, que encontrarão conteúdo que vai muito além de um jogo de video game. Ademais, o suporte para partidas online no modo Association deixa tudo ainda mais interessante, haja vista a possibilidade de comandar sua equipe em um liga contra outros jogadores reais.

NBA 2K12 é uma compra certa, mesmo para aqueles que ainda estão espremendo o suco da edição passada. O título aproveita as lições da versão passada e entrega um jogo ainda melhor.

Clique aqui para saber como funcionam os critérios das análises do Baixaki Jogos!

#23 +

Img_normalNBA 2K11 foi praticamente uma edição especial dedicada ao genial número 23 do Chicago Bulls, Michael “Air” Jordan. Além de colocar o astro na caixa do título, o jogo também portava uma modalidade diferenciada e uma sessão dedicada exclusivamente ao fantástico “Air Jordan”.

No modo Jordan, você podia explorar momentos célebres da carreira do jogador. Os “Jordan Challenges” reviveram digitalmente momentos-chave da história do atleta nas quadras, sendo que para vencer você deveria cumprir certos objetivos para somar pontos e desbloquear novos conteúdos de jogo.

Agora, a magia é ainda maior, pois Jordan está acompanhado. Magic Johnson, Kareem Abdul-Jabbar, Larry Bird, Karl Malone e muitos outros ganham o mesmo tratamento dado a Jordan na edição passada, propondo desafios únicos através da história da NBA.

Partidas que marcaram para sempre a história do basquete estadunidense, e porque não mundial, são recriadas em detalhes, com direito a apresentação estilizada. Na verdade, todo o sistema de desafios foi incrementado, tornando-se muito mais dinâmico e envolvente, algo feito sobmedida para os fãs do esporte.

A proverbial “cereja do bolo” fica por conta da apresentação desses desafios. Cada partida apresenta uma estética singular, estilizada de acordo com a época em que foi disputada originalmente. Um bom exemplo é o desafio estrelado por Jerry West e os Lakers dos anos 1960. Toda a transmissão é em preto e branco e o vídeo ainda conta com filtros que deixam a imagem granulada, com um aspecto ainda mais envelhecido.

O mesmo se aplica a jogos disputados nas décadas de 1970 e 1980 — com tons saturados —, até chegarmos aos eventos contemporâneos, repletos de cores e propagandas cintilantes. Resumindo, a construção dos desafios é tão boa que você se diverte tanto assistindo como jogando.

Novo, de novo

Como já comentamos, NBA 2K12 promove pequenas mudanças em relação ao seu predecessor. No entanto, são várias e significativas, tornando o título ainda melhor do que a edição passada.

As modalidades que fizeram sucesso em NBA 2K11 estão de volta, mas com ajustes que deixam tudo mais dinâmico e divertido. Destaque para o modo Association, que passa a contar com suporte para disputas online.

Agora, você poderá comandar sua franquia da NBA em partidas online, competindo com seus amigos e levando a sua equipe favorita para o topo das tabelas. Porém, o grande destaque é o modo My Player.

A modalidade que permite a criação e edição de um jogador já foi um dos mais elogiados de 2K11 e dessa vez chega ainda mais incrementado e profundo. O sistema de criação foi simplificado e está mais acessível aos jogadores inexperientes.

Img_normalO esquema de evolução foi revitalizado, para deixar as coisas mais ágeis. Na edição anterior as coisas demoravam um pouco para ficar realmente interessantes, obrigando o jogador a participar de uma série de partidas sem importância até poder embarcar nos jogos de peso. Com as mudanças basta um simples jogo de apresentação, que credencia o seu atleta para o Draft, e você já está pronto para atuar em uma grande equipe.

“De chuá!”

Os controles de NBA 2K12 estão mais refinados do que antes. Sem sombra de dúvida estamos falando do melhor simulador de basquete disponível no mercado. Da mesma forma que seu antecessor estabeleceu os parâmetros a serem seguidos, essa nova edição aprende toda a teoria e ainda aprimora na prática.

O novo sistema de arremesso com os manches analógico torna tudo mais intuitivo e fluido. A movimentação é simples e acompanha o ritmo natural de uma partida de basquete verdadeira. Estratégia e habilidade são igualmente importantes para o sucesso dentro das quadras. Saber coordenar a defesa e o ataque é essencial para marcar e não deixar o adversário sufocar a sua equipe.

A inteligência artificial ainda apresenta alguns sinais de fraqueza, mas está muito mais adaptada do que a da última edição — seja positivamente ou negativamente. A defesa adversária é fechada, mas comete as mesmas injustiças de NBA 2K11.

Como se tudo isso não fosse suficiente, a versão para o PlayStation 3 ainda conta com suporte para o PlayStation Move, deixando a jogabilidade ainda mais dinâmica.

Show nas quadrasImg_normal

Os visuais e a apresentação geral do título são impressionantes. As partidas parecem transmissões reais de televisão, utilizando ângulos de câmera parecidos e veiculando comerciais ao longo do jogo. Além disso, ainda temos as recriações dos desafios históricos, cujo visual estilizado é show a parte.

O clima da arquibancada e os comentários recriam com muita propriedade a festa da NBA. Graficamente falando o jogo dá um show, apesar de alguns modelos apresentarem falhas grotescas. A movimentação dos atletas e até mesmo o comportamento do banco de reservas e das arquibancadas foi trabalhado, conferindo maior realismo ao jogo.

E não podemos nos esquecer de que o jogo também conta com suporte para visualizações em 3D. Isso mesmo, NBA 2K12 conta com 3D estereoscópico, uma excelente pedida para quem possui um televisor 3D.

Quase lá

NBA 2K12 é um jogo excepcional, mesmo assim ainda apresenta alguns erros. O pior de tudo é que se trata de problemas reincidentes, sendo que a desenvolvedora já conseguiu atenuar algumas dessas questões.

A inteligência artificial está boa; mesmo assim, encontramos alguns erros simplesmente grotescos. Apesar de extremamente afiada dentro das quadras, a IA do jogo parece não ter o mínimo tino para os negócios, realizando trocas absurdas, vendendo grandes estrelas em troca de jogadores ainda inexperientes.

No quesito gráfico as coisas seguem a mesma linha, ao mesmo tempo em que a apresentação é a melhor do gênero, e de muitos outros títulos esportivos, ainda encontramos alguns modelos de aspecto realmente amedrontador. A movimentação dentro de jogo é bem trabalhada, mas em determinados momentos podemos conferir algumas animações “quebradas”, o que realmente prejudica o visual realista do título.

90 pc
Excelente

Outras Plataformas

90 ps3
90 xbox-360