Need for Speed Carbon: Own the City
Seu Review foi enviado com sucesso.
Enquanto ele fica pendente de aprovação, dê sua nota para o jogo. Sua opinião é importante para a comunidade!

Need for Speed Carbon: Own the City

Avaliar este jogo
Voxel
Need for Speed Carbon: Own the City

Need for Speed Carbon: Own the City

Fazer review
81
Nota
do Voxel
Avaliado no PSP
Nota
da comunidade
Avaliar este jogo
Últimas atividades
Nenhum resultado

Review enviada por

Dica enviada por
Carregar Mais
Ficha Técnica
Data de lançamento 31/10/2006
Classificação Para maiores de 6 anos
Desenvolvedora Electronic Arts Canada
Distribuidora Electronic Arts
Número de jogadores 1-3
Sobre

A franquia Need for Speed marcou o gênero de corrida durante a década de 90, sempre desfilando carrões de marcas licenciadas em cenários bonitos e agradáveis. Por volta de 2003 a série mudou de caráter drasticamente, aderindo à moda iniciada pelo filme Velozes e Furiosos, onde máquinas altamente modificadas servem de instrumento para perseguições ilegais durante a noite.

Need for Speed Carbon: Own the City é versão ligeiramente similar da versão Carbon para o Pc e consoles. Primeiramente, o enredo é diferente: o protagonista vive outro drama onde, após um acidente que o deixa no hospital, o jogador constata que seu irmão está morto e que as circunstâncias da tragédia podem ter sido provocadas de maneira proposital. Com o auxílio da ex-namorada do falecido, o objetivo agora passa a ser a busca da vingança, em uma carreira longa onde o jogador é líder de uma gangue de agressivos e destemidos pilotos.

Com um enredo razoavelmente melhor do que as outras versões Carbon, Need For Speed Carbon: Own The City apresenta uma cidade inteiramente nova (Coast City), uma ótima jogabilidade e bons gráficos. Virtudes agradáveis que só são manchadas pela resposta inadequada do auxílio dos membros da gangue e da falta de personalização variada e profunda do carro, característica marcante da série. Mesmo assim, não é possível deixar de dar os créditos à EA Canada por não ter se limitado a fazer uma adaptação grosseira das versões para os consoles e sim reformular totalmente o jogo para ele se acomodar melhor ao formato do portátil PSP e Nintendo DS.

Ver mais