A EA Sports traz um simulador feito na medida para os fãs mais fervorosos do Futebol Americano.

Lançado originalmente em 2006, a franquia NFL Head Coach é um dos poucos simuladores de Futebol Americano a despontarem nos consoles caseiros. Pensado e produzido pela gigante EA Sports, a série se diferenciou por ser o primeiro título de estratégia desportiva em 3D.

O conceito por trás do jogo era bem claro, colocar o jogador no lugar do diretor geral de uma grande equipe da NFL. Os usuários poderiam editar os elencos, preparar jogadas, treinar a equipe, contratar funcionários, etc. Tudo no melhor estilo Championship Manager ou FIFA Manager, só que foltado para o universo do esporte estadunidense.

O título foi muito bem recebido pelo publico alvo (fanáticos por Futebol Americano) e logo sua fama se espalhou criando uma pequena, mas fervorosa, lista de fãs. Fato que credenciou a linha a uma nova temporada, anunciada oficialmente no dia 26 de fevereiro pela EA Sports.

Agora, NFL Head Coach 09 retorna aos videogames, agora invadindo os consoles de última geração.


Construindo uma carreira

O cerne de toda a experiência de jogo de NFL Head Coach está no modo Carreira (carrer) e tudo começa com a escolha de uma equipe. Além poder escolher entre qualquer uma dos grandes times presentes na NFL, você também poderá optar por assumir o papel de um treinador real ou criar o seu personagem do zero.

Se você preferir criar o seu próprio treinador terá pela frente uma série de escolhas pela frente. Do nome até o tipo físico, que por sinal alberga mais de uma centena de avatares diferentes, mas infelizmente ao traz nenhum suporte para personalização de quaisquer características físicas.

Além disso, o jogador também terá que moldar a personalidade do seu personagem, isso mesmo. Dependendo da sua escolha o seu treinador irá assumir diferentes posturas frente aos desafios do dia-a-dia do clube, diferentes reações dentro dos jogos e assim por diante.

Como se isso não bastasse você ainda terá que escolher as habilidades do seu profissional. Aqui você vai encontrar outro menu incrivelmente expansivo, abrangendo desde habilidades motivacionais até como você consegue trabalhar os atributos físicos de seus jogadores. Tudo em um sistema que funciona de forma muito similar de um RPG, sendo que as suas escolhas vão influenciar diretamente o desempenho da sua equipe dentro e fora dos campos.


Concentrado na pré-temporada


É aqui, na pré-temporada, que NFL Head Coach dá o seu primeiro soco no estomago do jogador (no bom sentido — se é que isso é possível).

Quem mandou derrubar a bola! Independentemente da sua escolha de começar o jogo na temporada de preparação (período de preparação que precede o início da temporada) ou ir diretamente para a pré-temporada (espaço que compreende os primeiros treinos, seleção do elenco, “draft” e muitas outras ações pertinentes para a temporada do clube) a incrível quantidade de tarefas a ser realizada irá tirar o fôlego de qualquer jogador.

Não é nenhum exagero dizer que NFLHC 09 pode muito bem ser o mais complexo e intimidante simulador esportivo disponível no mercado. São tantas ações que você pode acabar se perdendo no meio da preparação, mas aqui fica uma dica, persista! Pois se você conseguir superar a primeira hora de jogo certamente irá apreciar um dos melhores simuladores de futebol americano já feito.

É verdade que toda esta parte pode ser rapidamente ultrapassada com um simples pressionar de botão, optando pela simulação de todo o processo de compra e venda de jogadores, negociação de contratos, sorteio das ligas universitárias (draft), organização tática, construção do livro de jogadas e todo o resto da pré-temporada, mas certamente muito do brilho do jogo ficaria perdido nos saltos temporais das simulações do calendário.

Para facilitar um pouco a vida dos treinadores inexperientes o jogo utilize uma interface de acesso rápido, apelidada de clipboard (prancheta). Você poderá acompanhar rapidamente todas as suas tarefas do dia com uma simples conferida na sua prancheta.


Preleção

Durante a semana que precede uma partida tudo fica um pouco mais complicado, mas não se preocupe. Se na primeira vez as ações fluírem de forma estranha tudo fica muito mais simples conforme você pratique e descubra os meandros do jogo.

Durante a sua preparação você deverá treinar o seu time para o confronto. Nestes treinos o jogador poderá escolher entre algumas opções procedimentais. Treinar jogadas específicas, focar seu trabalho em um determinado jogador ou organizar estratégias de jogo.

Se você optar por treinar uma jogada específica esta terá um índice de acerto muito superior as outras, entretanto o seu cardápio de ações durante o jogo será afetado pela falta de opções, já que seus atletas dominam apenas uma jogada.

Treinar jogadores em particular aumenta seus atributos e habilidades e podem criar verdadeiras estrelas do futebol. Em contrapartida acabam baixando o rendimento geral da equipe que acaba trabalhando somente em torno de um personagem.


Preparar estratégias de jogo pode ser uma boa opção para lidar o dinamismo inerente a uma partida de futebol americano, fazendo com que seu time reaja de forma coerente a várias situações de jogo. Mas esse tipo de treino acaba limitando a criatividade da sua equipe.

Cada uma destas opções irá influenciar no desempenho de seu time nas mais varias extensões do jogo. Um bom exemplo é quando as coisas vão muito mal: se os treinos não forem bem planejados o comentarista oficial de NFL Head Coach 09 irá aparecer em um programa de televisão falando quão mal preparado está a sua equipe. Um bom equilíbrio entre todos os tipos de treino é a melhor resposta para uma equipe bem preparada.

Bem na fita

Além de prepara o time você também terá que lidar com a química da equipe. Ser um bom treinador também envolve uma grande parcela de psicologia e trabalho com o lado sentimental de seus atletas.


Dá umas bicudinha nos tornozelos.Conforme os treinos e jogos se desenvolvem os jogadores irão indicar um nível de aprovação geral do de você e do seu trabalho, fato que pode afetar direta, ou indiretamente o rendimento deles dentro do campo.

Um bom exemplo é quando um determinado jogador da equipe reserva teve de entrar para substituir o wide-receiver titular.

Após três erros consecutivos nenhuma bronca ou reclamação foi emitida, entretanto o jogador diminuiu o seu índice de aprovação do trabalho do treinador. Depois disso todos os lances em que ele cometeu algum erro ou não consegui o resultado pretendido foi seguido de uma veemente reprimenda. O índice de aprovação continuou baixo, mas o jogador não errou mais nenhum lance, a ponto de merecer uma vaga entre os titulares.


Os espinhos da rosa

Mas nem tudo são rosa, ou melhor, toda rosa tem espinhos. NFL Head Coach é sem sombra de dúvida o melhor simulador de Futebol Americano disponível no mercado — o que por si só não significa muito, já que não existem muitos títulos deste gênero disponíveis para os consoles caseiros —, mas isso não significa dizer que o título é perfeito.


A interface está muito boa, mas certamente pode se beneficiar de algumas melhorias em especial no que tange as negociações de contratos em um ponto de vital importância os audibles defensivos (mudanças táticas rápidas gritadas pelo quarterback em plena jogada).

A ausência dos audibles defensivos torna as investidas ofensivas organizadas sem pausa estratégica (no hudle) letais a ponto da frustração, já que sempre pegam a sua defesa desprevenida. O modo online é ridículo e de nada acrescenta ao jogo. São poucas modalidades e nenhum jogador.


Interrompemos esta transmissão por problemas técnicos

A primeira vista você terá a impressão que está jogando um título da geração passada, quem sabe o próprio Madden NFL do Xbox ou do PS2. Isso acontece porque o título está rodando com a engine ultrapassada, visto que os gráficos de Madden NFL 09 passaram por uma reformulação e estão exuberantes.

As texturas do gramado são toscas e os próprios jogadores sofrem com os problemas de modelagem e renderização, independentemente do ângulo de câmera escolhido. Por falar nas câmeras, esta é uma boa característica do jogo, que oferece diferentes perspectivas do campo de batalha. Entretanto, mesmo com tantas opções os gráficos continuam falhos e evidentemente ultrapassados.

Outro problema presente ao longo de todo o jogo é a instabilidade na taxa de quadros por segundo (frame rate). Durante vários momentos você poderá conferir uma queda significativa dos quadros evidenciados pelas odiosas quebras na imagem (lag).

Se os gráficos decepcionam o áudio consegue trazer alguns bons elementos. Mesmo que não haja nenhum ponto de destaque os efeitos sonoros são bem representados ao longo de todo o jogo.

Contanto inclusive com os comentários do famoso colunista esportivo, Adam Schefter, além de uma integração excepcional com a NFL Network. Ouvir os comentários pertinentes de Schefter sobre a preparação das suas jogadas e é sem sombra de dúvida um dos pontos altos do jogo.

Feito para os fãs

Ao final de uma exaustiva temporada NFL Head Coach 09 prova que é um dos melhores jogos do gênero. Vale aqui um grande porem, este jogo é voltado exclusivamente para os fãs mais ardorosos do Gridiron (Futebol Americano).

Dos termos próprios do esporte estadunidense até a falta de ação efetiva (em nenhum momento do jogo você pode controlar os atletas, ficando encarregado somente da gerência do time). A série NFL Head Coach toma contornos que somente os fãs do esporte, aficionados pela estratégia, tática e exigência mental que o futebol americano exige de seus atletas e treinadores.

Mesmo com alguns problemas na sua interface e gráficos ultrapassados, NFLHC 09 consegue se destacar em um meio pouco explorado nos videogames.

72 ps3
Bom

Outras Plataformas

72 xbox-360