"Siga la pelota!" PES dá o seu pontapé inicial no 3DS com muito estilo

Videoanálise

A chegada de Pro Evolution Soccer 2011 ao Nintendo 3DS provou que franquia ainda tem algum talento escondido na chuteira. Depois de alguns tropeços nas plataformas caseiras, a saudosa linha de jogos futebolísticos da Konami finalmente acerta o pé e entrega um título interessante.

A primeira edição de PES para o portátil 3D da Nintendo agrada em vários quesitos. Na verdade, podemos dizer sem qualquer hesitação que Pro Evolution Soccer 2011 para o 3DS é o melhor jogo de futebol já lançado para um console portátil.

O novo hardware contribui para o sucesso, mas por debaixo de todo o brilho do portátil da Nintendo existe um jogo sólido que remete diretamente aos tempos áureos da franquia. Pro Evolution Soccer 2011 3D recria o estilo clássico da série, quando a linha reinava absoluta no PlayStation 2.

Dado o histórico recente da franquia e a comparação com outros lançamentos do gênero, fica difícil não reconhecer os méritos de PES 2011. A jogabilidade é bem amarrada, os visuais são de qualidade e a apresentação é refinada.

Pro Evolution Soccer 2011 3D faz uma estreia vitoriosa no portátil da Nintendo. O jogo é bem acabado e explora a estereoscopia de forma inteligente, mesmo que desajeitada em alguns momentos. Não é exagero algum dizer que este é o melhor jogo de futebol já produzido para um portátil, resta apenas saber se o futuro da franquia no 3DS será tão bom quanto o seu início.

Se você é um verdadeiro fã de Pro Evolution Soccer certamente não ficará desapontado com esta edição. Na verdade, alguns jogadores vão preferir o estilo clássico de PES 2011 3D em detrimento do novo sistema de “controle total” presente na edição para consoles caseiros.

Img_normal

No gramado

A grande novidade do jogo fica por conta do efeito tridimensional. A nova perspectiva de jogo traz um apela que vai um pouco além do fator “inovação”. A câmera em terceira pessoa não é nenhuma novidade na franquia, mas agora, com a estereoscopia confere profundidade ao campo, deixando a dinâmica de jogo muito mais elaborada.

A Konami se mostrou bem à vontade com o portátil da Nintendo e explorou muito bem o potencial do portátil — dada as características do gênero. Antes do lançamento era até difícil imaginar como aplicar os 3D em um jogo de futebol, sem deixar a ação confusa.

Img_normalNa verdade, esse problema não foi totalmente contornado. Porém, a utilização de diferentes ângulos de câmera faz pleno uso da estereoscopia e aumenta consideravelmente a imersão do jogador.

Mesmo assim, a precisão nos movimentos é incrementada por conta da sensação de profundidade. Graças ao efeito 3D, os cruzamentos e chutes de longa distância deixam de ser um golpe de sorte e se transformam em um diferencial técnico.

Clássico

Um dos maiores trunfos de PES 2011 3D é a sua capacidade de reeditar o estilo clássico da franquia que conquistou tantos fãs na época do glorioso PlayStation 2. A jogabilidade é fluida e os gráficos — apesar de pouco elaborados — são bem aproveitados.

Os comandos estão bem adaptados e o direcional analógico é uma dádiva para os jogadores — apesar de ainda sentirmos a falta de um segundo par de botões laterais (o L2 e R2). Você terá a nítida impressão de que está jogando PES no PS2, mas entenda isso com um grande elogio, dado o histórico recente da franquia.

Img_normalAo mesmo tempo, encontramos algumas novidades como a licença oficial da Copa dos Campeões da UEFA e o suporte para conexões wireless do 3DS, para partidas online e compartilhamento de dados via StreetPass. Infelizmente, como o 3DS ainda é um item raro no Brasil, a função acaba se tornando inútil.

Liga gato mestre

Como de costume a Master League é o cerne do jogo. Infelizmente o título não conta com todas as licenças dos principais clubes, no entanto, possui um robusto sistema de edição para que o jogador altere o nome das equipes, estádios e jogadores.

Mesmos em as licenças das principais ligas internacionais, esta versão conta com várias seleções nacionais e mais de uma centena de clubes, bem como recriações de famosos estádios de futebol.

O sistema de jogo é o mesmo daquele presente em outras edições da franquia. Você assume uma equipe e, além de comandar seu time em campo, também deve gerenciar o plantel, negociar contratos e afins.

Img_normal

Cartão vermelho

Apesar de ter sido lançado bem mais tarde do que as outras edições de Pro Evolution Soccer 2011, esta versão ainda traz alguns plantéis desatualizados. Um bom exemplo é o Sport Club Internacional, time brasileiro que apresenta um elenco desatualizado. Além disso, o título também não conta com a Copa Libertadores da América, um dos principais destaques das últimas versões da franquia.

Cartão amareloImg_normal

Apesar de interessantes, os efeitos 3D podem se tornar cansativos e, dependendo do ângulo de câmera escolhido, podem prejudicar a jogabilidade, deixando a ação confusa dentro de campo. Graficamente falando o jogo é muito bom, guardadas as devidas proporções, no entanto, faltou um cuidado adicional com as animações dos jogadores e especialmente com os detalhes da torcida.

A jogabilidade de PES 2011 3D é muito boa, mas poderia aproveitar fazer melhor uso dos recursos disponíveis no 3DS. A tela sensível ao toque é praticamente deixada de lado e as câmeras também poderiam ser utilizadas em algum esquema de personalização.

83 3ds
Ótimo