Voxel
Ride to Hell: Retribution

Ride to Hell: Retribution

Sobre
Nota Voxel
15
Avaliado no PC
Últimas atividades
19/08/2013

Jogatina ao vivo TCG: hoje tem Ride to Hell: Retribution às 15h!

A TRANSMISSÃO SE INICIA ÀS 15h00!
Jogatina ao vivo TCG: hoje tem Ride to Hell: Retribution às 15h!
09/08/2013

O jogo da semana no TCG (09/08/2013)

Ride to Hell: Retribution
O jogo da semana no TCG (09/08/2013)
06/08/2013 às 19:52h

Ride to Hell: Retribution

Vista seu colete de couro, aperte seus coturnos e suba na sua motocicleta para distribuir violência pelo mundo, onde não há leis e tampouco regras que precisam ser seguidas. Sua vida consiste em rodar pelo asfalto quente do deserto americano, sem objetivos complexos ou estratégias de vida. Apenas rodar, rodar e não pensar em mais nada...
Review enviada por Maurício M. Tadra

Review enviada por

Dica enviada por
Carregar Mais
Ficha Técnica
Data de lançamento 25/06/2013
Classificação Para maiores de 17 anos
Desenvolvedora Eutechnyx
Distribuidora Deep Silver
Número de jogadores 1-1
Sobre

Com uma proposta que parece legal, Ride to Hell: Retribution é o segundo título de uma série que já conta com Ride to Hell: Route 666 e deve ser finalizada por Ride to Hell: Beatdown. Em Retribution, você encarna o papel de Jake Conway, um ex-combatente do Vietnã, que procura vingança contra uma gigantesca gangue de motoqueiros, chamada The Devil’s Hand.

O jogo se passa no final dos anos 60 ou 70, o que é um dado que não acrescenta muito, pois não há muito sentido na história. Fora isso, você só precisa saber que o título conseguiu atenção da mídia mundial por ter sido alvejado com avaliações que exibiram notas muito próximas de zero...

Portanto, não precisa achar nada estranho ao encontrar inúmeros defeitos gráficos, texturas faltando e visual digno de PlayStation 2. Tudo isso é permeado por uma jogabilidade horrível, câmeras mal posicionadas, mecânica de combate bastante travada e um trabalho de dublagem especialmente ruim.

Pelo menos a temática é muito legal, com motocicletas nervosas e com muita violência para todos os lados!

Ver mais