Seu Review foi enviado com sucesso.
Enquanto ele fica pendente de aprovação, dê sua nota para o jogo. Sua opinião é importante para a comunidade!
Avaliar este jogo
Voxel
ScreamRide
COMUN.
85
VOXEL
ScreamRide
Avaliar este jogo
Review
Avaliar este jogo

Quando os gritos de diversão valem o preço da morte

Ian Castelli

Quando ScreamRide foi anunciado para Xbox 360 e Xbox One, muitas pessoas se perguntaram se poderíamos esperar por algo semelhante aos jogos de RollerCoaster Tycoon. O fato é que ScreamRide foi desenvolvido pelo estúdio Frontier Developments, que também já produziu alguns dos games de RollerCoaster Tycoon (como o terceiro título da série), porém existem diferenças muito significativas entre os títulos.

Primeiramente, ScreamRide não é um jogo de gerenciamento de parques de diversão. O foco do título reside quase que por completo nas montanhas-russas – trata-se de um simulador de atrações radicais que não possui nenhum compromisso em representar o mundo real (um dos pontos interessantes do game, pois permite que as montanhas-russas mais malucas e impossíveis que você já viu sejam criadas).

Um lugar dedicado aos gritos e aos testes insanos

A ScreamWorks é a empresa que constrói e destrói dezenas de montanhas-russas em suas pesquisas para um futuro brilhante para a humanidade (não tente entender a relação entre o futuro brilhante e as montanhas-russas mortíferas). Com esse conceito bizarro, é de se esperar que sejamos apresentados com bastante bom-humor aos voluntários que desejam participar desses testes insanos, representados por pessoas exageradamente empolgadas e que não se preocupam nem um pouco em morrer. 

Pelo menos, você não ficará se sentindo mal por ter levado alguns desses voluntários felizes à morte, já que o que eles querem é a diversão inconsequente. Além disso, como já comentamos anteriormente, ScreamRide não possui o intuito de ser realista – o objetivo aqui é ser o mais insano possível. 

Três modos de jogo na campanha

O game é dividido em dois estilos principais: Carreira (a campanha normal do game) e Caixa de Areia (o editor de montanhas-russas). No primeiro, devemos seguir três carreiras diferentes que possuem as suas próprias características. São elas: Condutor de Gritos, Especialista em Demolição e Engenheiro.

No Condutor de Gritos, o objetivo é conduzir o carrinho das montanhas-russas. Não pense que isso é algo simples, pois você deve equilibrar o veículo nos trilhos ao pendê-lo para um lado ou para o outro, fazer com que ele não descarrile e jogue todas as pessoas para o ar, acelerar e frear nos momentos certos, além de também dever ficar atento aos comandos de turbo para adquirir mais velocidade.

Os gritos dos passageiros são medidos e conferem mais pontos, portanto acelere sempre que possível para aumentar a adrenalina. Alguns estágios possuem objetivos específicos e que servem para aumentar a dificuldade do nível – algo interessante, já que as fases não são complicadas de serem batidas. Se você jogar repetidamente, é até possível ficar com algumas náuseas (e não estamos exagerando), principalmente se você estiver próximo do televisor, o que só nos faz imaginar como seria jogar ScreamRide com óculos de realidade virtual...

“Os passageiros adoram um bom grito!”

Quando você jogar com o Especialista em Demolição, o jogo adquire outro conceito. O objetivo aqui é lançar esferas (com pessoas dentro, é claro) em construções específicas. Destruir, destruir, destruir – é isso que você faz nesse modo. Isso também é bastante divertido, especialmente quando reações em cadeia ocorrem, e você vê diversos prédios caindo aos pedaços, o que confere um efeito bem interessante.

Em determinados momentos, o Especialista em Demolição é quase um tiro ao alvo em que você deve ser bastante preciso e cuidadoso, com o mero detalhe de que está jogando pessoas em construções que vão cair ou explodir.

Já no modo Engenheiro, o objetivo é terminar de construir montanhas-russas de um jeito bem-sucedido cumprindo as especificações do estágio. Diferentemente da Caixa de Areia (em que você cria as fases do zero), como Engenheiro é preciso seguir as metas de cada fase. Surpreendentemente, o editor é bastante fácil de ser utilizado, apesar de possuir inúmeras funções, menus e itens que podem ser adicionados à montanha-russa.

Os tutoriais ajudam bastante na compreensão dessas ferramentas, além de serem claros e diretos. As três carreiras não possuem muitas fases, é verdade, e terminar a campanha por completo não é algo que demande muito tempo (especialmente se você não se importar com as pontuações).

Contudo, liberar todos os itens é algo que exige muito mais esforço e dedicação, especialmente se você quiser usar a Caixa de Areia de modo mais elaborado. Muitas das ferramentas e peças que são utilizadas no editor só são adquiridas através das três carreiras, portanto é preciso suar um pouco para então poder construir as suas montanhas-russas insanas.

Quase sem limites para as suas criações

A Caixa de Areia traz todos os recursos para você desenvolver as suas próprias montanhas-russas e compartilhar com a comunidade do ScreamRide, permitindo que pessoas do mundo todo possam correr pelos seus trilhos. Além disso, também é possível criar estágios baseados no Especialista em Demolição e no Engenheiro.

De acordo com os cenários, os itens e as peças que você desbloqueou através das fases de carreiras, é possível criar níveis mais interessantes. O ScreamRide oferece um altíssimo grau de personalização, possibilitando que você determine os caminhos, os tipos de loopings, as velocidades e até mesmo os objetivos das fases. Não é algo complicado mexer no editor e verificar se o projeto é viável ou não, e você sempre pode testar o trajeto para ver se os carrinhos seguem os trilhos corretamente.

Por mais que existam muitos menus e ferramentas abrangentes, é possível consultar os tutoriais a qualquer momento para esclarecer dúvidas e ver dicas de como criar montanhas-russas emocionantes e funcionais. Quando você sentir que a atração está digna de muitos gritos, é chegado o momento de compartilhar o projeto com o mundo, na Central de Níveis do ScreamRide.

Dúzias de fases para descobrir

Apesar de as três carreiras apresentarem poucos estágios, um dos grandes trunfos de ScreamRide reside no compartilhamento de fases com outros jogadores, que oferece dezenas de desafios novos diariamente.

Esse é essencialmente um jogo de construção e compartilhamento de montanhas-russas – um editor elaborado que também oferece, de brinde, outros estilos mais dinâmicos de jogo. Por isso, além de o fator replay ser bastante alto, existem dúzias de fases feitas pelos próprios usuários que podem ser descobertas.

Um game sobre diversão

A dublagem em português de ScreamRide está excelente, com uma voz robótica feminina que faz apresentações e explicações objetivas em quase todas as fases. As músicas também combinam com o contexto do título – frenéticas durante as corridas do Condutor de Gritos e mais calmas quando você estiver no modo Caixa de Areia.

Os gráficos em 3D estão caprichados, com cores fortes e chapadas que dão um visual mais clean ao título (até um tanto futurista). Os gráficos podem não ser revolucionários, é verdade, porém esse jamais foi o intuito de ScreamRide, já que o foco dos desenvolvedores reside na diversão do jogador – e podemos garantir que você vai se divertir bastante aqui.

Contudo, é preciso mencionar alguns aspectos técnicos que podem atrapalhar um pouco as jogatinas. Infelizmente, em determinados momentos não contamos com uma visualização de câmera adequada, o que faz com que sejam exibidas imagens que não queremos ver.

Por exemplo, você quer olhar o carrinho em ação pelos trilhos, porém é possível que durante um descarrilamento as imagens girem de modo confuso e acabem por não exibir o veículo corretamente. Além disso, existem certos bugs que, apesar de pequenos, estão lá para nós os observarmos – como quando os carrinhos voam pelos cenários e você ainda pode controlá-los.

Vale a pena?

Em resumo, ScreamRide é um jogo bastante único e que não possui semelhanças tão fortes com os games da série RollerCoaster Tycoon, como pode sugerir de início (apesar de muitas pessoas fazerem essas comparações). Trata-se de um título com um conceito específico, focado na construção de montanhas-russas, na destruição das mais variadas construções e na própria ação que ocorre nos trilhos.

As três carreiras oferecem experiências distintas no mesmo jogo, além de também possuírem um alto nível de replay para que novos materiais sejam desbloqueados no editor de projetos. O compartilhamento de fases é algo excelente e que traz sempre novas experiências aos jogadores que querem descobrir mais montanhas-russas. Apesar dos problemas de visibilidade da câmera (que são recorrentes), eles não chegam a prejudicar extensivamente as jogatinas.

ScreamRide é um jogo para você se divertir despretensiosamente, ficar grudado e tenso no sofá ao segurar o controle e comandar um carrinho em altíssima velocidade, além de também poder libertar a imaginação para criar as montanhas-russas mais improváveis e alucinantes do mundo. Não se preocupar com a realidade (e principalmente não se levar a sério) é um dos pontos mais bacanas do jogo. E ele é exatamente o que propõe: um game divertido para todos os fãs de montanhas-russas.

85 xbox-one
Ótimo
"Sem se prender à realidade, ScreamRide consegue proporcionar as experiências mais insanas e divertidas com montanhas-russas e um fácil editor de fases"

Pontos Positivos

  • Extremamente divertido
  • Boa dublagem em português
  • O fator replay é bastante alto
  • Três modos de jogo divertidos
  • As ferramentas de criação de montanhas-russas são ótimas, criativas e fáceis de usar

Pontos Negativos

  • Às vezes, alguns bugs bizarros ocorrem nos cenários
  • A visão da câmera não é eficiente em determinados momentos

Outras Plataformas

85 xbox-360