O saudoso ouriço reconquista os fãs numa aventura perdida no tempo

É possível que você já tenha ouvido falar em Sonic CD. Porém, pode ser que você não tenha ideia do que é este game. Lançado há quase 20 anos, o jogo era exclusividade do Sega CD. Na época, poucos tiveram a oportunidade de se divertir com as aventuras secretas do ouriço.

Agora, a desenvolvedora decidiu presentear os fãs do personagem — e, claro, faturar uns trocados a mais — com o relançamento do game para Xbox 360, PlayStation 3, PC, Android e iOS. Com pouquíssimas alterações, o jogo chega para conquistar saudosistas e novos gamers.

A compra de Sonic CD vale muito a pena para fãs do Sonic e para jogadores que buscam um game divertido. O título pode não apresentar os melhores gráficos, todavia, a aventura desconhecida é um aspecto que chama a atenção. Ficamos muito satisfeitos com o jogo, principalmente com a linearidade alternativa, o que garante muitas horas de diversão.

Atualmente, o jogo custa 400 MSPoints, cerca de 5 dólares. Entretanto, se você não quiser gastar seu precioso dinheiro, pode optar pela versão portátil, que custa aproximadamente 5 reais para Android e 3 dólares para iOS. Testamos a versão de Android em smartphone e tablet, sendo que não há mudanças que compensem o gasto extra nos consoles.

Uma aventura desconhecida por muitos

Na época do console Sega CD, a SEGA teve uma ideia genial ao restringir Sonic CD para uma única plataforma. Não que sejamos a favor de títulos exclusivos, mas, pensando em termos de notoriedade, percebemos que lançar o game no século XXI para diversos consoles foi uma jogada muito interessante.

Claro, é notável que a desenvolvedora pensou nos lucros, porém existe o outro lado da moeda, em que vemos uma enormidade de jogadores conhecendo um jogo velho que acaba de ficar novo. Para dar esse aspecto de novidade, a desenvolvedora realizou pequenas mudanças.

Img_normal

A primeira alteração está no visual, o qual foi adaptado para a nova geração de consoles. Sonic CD roda em resolução HD e oferece suporte para televisores widescreen. Diferente de outros games da série, neste vemos pequenas mudanças de perspectiva no decorrer das fases — nada impressionante, mas ao menos é uma novidade. Os ambientes são bem amplos e recheados de caminhos alternativos.

Cada jogador tem sua própria experiência

Ao contrário de outros títulos da série, Sonic CD procura oferecer ao jogador um game exclusivo. Não falamos apenas pela chegada do jogo aos novos consoles, mas vale frisar a característica principal do jogo, em que a linha do tempo é alterada constantemente.

Img_normal

O jogo conta com um sistema de linearidade bem diferente. Durante as fases, há placas que determinam se você vai avançar no tempo ou retroceder. Esses checkpoints não servem para salvar o progresso no cenário, contudo, determinam o rumo da sua aventura.

Viagens para o futuro trazem inimigos diferentes e acontecimentos inusitados. No passado, outras situações vão determinar o nível de dificuldade e o enredo. É assim que você acaba descobrindo que há vilões mais terríveis que o Dr. Eggman (o famoso Robotnik).

Conquistando novos jogadores

Para chamar a atenção da nova geração de gamers, o título oferece configurações para mudança de visual. Essas alterações não significam que o game vai virar do avesso ou que você ficará babando em gráficos ultrarrealistas. As diferenças gráficas são mínimas e tudo que você perceberá são pequenas transformações nas cores. Ainda assim é o suficiente para arrancar um sorriso dos fãs.

São apenas duas opções de trilhas sonoras, mas elas fazem toda a diferença para quem vai se aventurar mais de uma vez pelos cenários de Sonic CD. Como era de se esperar, as músicas do jogo são muito empolgantes e os recursos sonoros são caprichados.

Por fim, vale salientar que o jogo ganhou conquistas. São apenas 12 desafios, mas com uma variedade enorme de dificuldade entre eles. Isso pode não ser algo relevante para muitos, porém, é uma característica interessante para jogadores que adoram platinar tudo.

Cadê o capricho?

A SEGA agradou a todos com o lançamento de Sonic CD para diversas plataformas. Entretanto, a desenvolvedora parece não ter se importado muito com alguns aspectos que fazem toda a diferença. A primeira delas é o gráfico do jogo. Apesar de estarmos falando de um porte, pensamos que não custava muito criar um universo mais agradável aos olhos.

Img_normal

Os pixels trazem a sensação de nostalgia, mas em um tempo em que os jogadores são exigentes, pequenas alterações de textura e uma leve remodelagem nos personagens fariam toda a diferença. O mesmo problema vale para o vídeo de introdução, uma animação que fica muito distorcida em telas de alta definição.

80 pc
Ótimo

Outras Plataformas

80 ps3
80 xbox-360