Empurre os móveis, esqueça o sofá e prepare-se para suar!

A Sony finalmente entrou na dança dos movimentos, prometendo concorrência forte para a Nintendo, agora que o PlayStation Move foi lançado. Os novos controles e a câmera podem ser comprados separadamente, mas aqueles que optarem pelo pacote completo receberão também Sports Champions.

O jogo é composto por seis modalidades, que são: vôlei de praia, tênis de mesa, bocha, combate de arena, arco e flecha e lançamento de discos. Todas têm opções para campeonatos, partidas individuais e desafios — que servem para testar o seu desempenho com missões específicas.

Os campeonatos são divididos em três categorias diferentes (Bronze, Silver e Gold), todas tendo dez partidas, além de um desafio especial que treina o jogador para condições adversas de jogo.

Img_normal

Mas afinal de contas, seria o Sports Champions apenas um brinde para os compradores do Move ou uma verdadeira demonstração do potencial dos novos controles, com direito a diversão e qualidade?

Sports Champions consegue o que parecia ser impossível: conciliar demonstrações técnicas e tecnológicas, esportes e diversão. Muito do potencial do Move torna-se evidente ao longo das partidas disputadas nas seis modalidades do game, devido à resposta excelente aos movimentos.

Apesar da apresentação rasa — principalmente no que diz respeito aos gráficos — e da baixa variedade vista em alguns dos campeonatos, os que optarem pela compra do game perderão boas horas do dia, redescobrindo a sensação de conquista que emerge dos campeonatos e desafios.

Img_normal

Apenas um último conselho: alongue-se antes das partidas e esteja preparado para sentir dor nos dias seguintes, pois os seus braços vão trabalhar pesado!

Dois jogadores ou dois controles

Todas as modalidades oferecem suporte para dois jogadores (algumas permitem a participação de até quatro pessoas), o que já aumenta a diversão. No entanto, nas horas em que os seus amigos não estiverem por perto para acompanhá-lo, você poderá empunhar os dois controles, utilizando-os simultaneamente para elevar ainda mais a fidelidade da retratação dos esportes.

Na modalidade de arco e flecha, por exemplo, um controle faz a vez do arco, enquanto o outro serve para pegar e esticar a flecha. Na arena de batalha, o escudo e a espada passam a ser manipulados individualmente, ainda que o comando de defesa deva ser ativado através dos gatilhos.

Precisão absoluta

Com exceção do vôlei de praia, todos os esportes apresentam uma resposta quase impecável aos movimentos dos jogadores. Raquetes se movimentam livremente pelo ambiente virtual, com direito a viradas de punho e cortadas, enquanto os golpes da arena são fielmente representados, ainda que isso não beneficie diretamente os gráficos.

Img_normal

O atraso entre o controle e a tela existe, mas ele é mínimo e jamais atrapalhará o seu desempenho. A verdade é que muitas pessoas nem sequer perceberão essa diferença entre execução e resposta.

Cortadas incessantes

O grande destaque do pacote é o tênis de mesa. Ao entrar na partida, você perceberá que não há como ficar quieto em um canto — algo permitido pelos jogos das concorrentes. É necessário se deslocar de um lado para o outro, uma vez que os oponentes utilizam todos os cantos da mesa virtual.

Como o posicionamento da raquete é absoluto, o jogador precisa estar ligado para pegar saque curtos, bolas com efeito e outros truques dos adversários. Assim como para a defesa, a precisão do Move pode atuar em seu favor na hora de atacar. É possível aplicar efeitos sobre a bola em todas as direções, o que confunde o oponente e abre espaço para variações no ritmo da partida.

Outro detalhe importante é que a força e a velocidade dos seus movimentos aqui têm um sentido real: movimentos leves até podem fazer com que a bola gire e vá em direção ao outro lado da mesa, mas é somente com cortadas reais que a bolinha pega fogo na tela. Se quiser ganhar nas dificuldades mais altas, esqueça o medo, perca a vergonha e solte o braço!

Img_normal

Alvos inusitados

Outra modalidade que impressiona é a de arco e flecha. A princípio o sistema de pontaria e disparo pode parecer simples, mas o charme da partida vem da variação. Dificilmente o objetivo se repete dentro de um mesmo campeonato, isto é, uma hora você tenta acertar alvos móveis, depois joga um jogo da velha dinâmico e termina a brincadeira disparando contra as bases inimigas.

A corrida contra o tempo e contra os adversários — no que diz respeito à pontuação — ajuda a criar um verdadeiro clima de competição, acentuando a atenção do jogador e garantindo muitas horas de diversão. Apenas tenha em mente que o verdadeiro desafio emerge da classe Silver em diante.

Na pele do gladiador

A última “grande modalidade” de Sports Champions é a de combate em arenas. Aqui os jogadores realmente entram na pele dos lutadores, tendo que desferir golpes precisos, desviando dos escudos alheios. À medida que as partidas progridem, o jogador passará a ter contato com sistemas mais complexos, como os de esquiva e de golpes especiais, que são carregados sempre que uma defesa é realizada com sucesso.

A combinação da movimentação com o sistema de ataque e defesa diverte, gerando risadas ao término das lutas, momento no qual um golpe em cheio pode fazer com que o inimigo voe para longe, quebrando colunas e outras partes dos cenários. Absurdo? Com toda a certeza, mas a diversão está justamente no exagero.

Img_normal

Lançando discos e esferas

Apesar de não merecerem o mesmo destaques das modalidades listadas acima, tanto a bocha quanto o lançamento de discos servem ao propósito do pacote, que é revelar o potencial do PlayStation Move. As partidas são mais tradicionais, exigindo que o jogador atinja as melhores pontuações ou a melhor sequência de lançamentos dentro do que é estipulado para cada percurso.

Mesmo assim, ainda há espaço para testes com efeitos, ângulos e posições. As bolas de bocha podem bater no chão e sair rodopiando para uma direção completamente oposta (desde que haja uma torção de pulso no momento do lançamento), enquanto os discos podem ser jogados de forma que consigam até mesmo contornar obstáculos.

Pirulitos, fantasias e muitas risadas

Cansado do visual dos protagonistas? Sports Champions traz uma série de roupas, itens e acessórios que podem ser destravados conforme há progresso pelas partidas dos campeonatos. Embora não haja efeito direto sobre o desempenho dos atletas virtuais, alguns dos acessórios garantem boas risadas aos jogadores.

Os exemplos mais inusitados incluem pirulitos e raquetes de tênis que podem ser usadas no tênis de mesa, além de roupas coloridas, que tornam ainda mais chamativo o visual de personagens como o grande Tatupu.

Nem tudo é perfeito

Pela nossa experiência com o jogo, acreditamos que apenas uma modalidade destoa do pacote: o vôlei de praia. Nela não há qualquer controle sobre o posicionamento dos atletas, restando ao jogador simplesmente movimentar os braços para cima e para baixo de acordo com o que é indicado na tela.

A dificuldade está em fazer tudo no tempo correto, de forma que os mostradores sejam perfeitamente respeitados. É uma pena, uma vez que rapidamente se percebem os limites da proposta. Só nos resta imaginar o quão empolgante seria a partida caso houvesse controle direto sobre o personagem.

Quer uma ajudinha?

Faça uma experiência: selecione qualquer uma das classes de campeonato (Bronze, Silver ou Gold) do tênis de mesa, inicie a partida e deixe a raquete em pé, exatamente no centro da mesa, sem movimentá-la. É só com esse teste que se percebe o quão maleável Sports Champions é com os jogadores. Há uma assistência enorme para as devoluções, uma vez que a raquete consegue rebater em uma área equivalente ao triplo de seu tamanho.

Img_normal

Uma solução viável e rápida seria deixar a assistência nas partidas da classe Bronze e reduzi-la gradualmente na medida em que se aproximam as partidas finais, de modo que a área da raquete (vista na tela) fosse exatamente a utilizada para rebatidas.

Apresentação rasa

Durante o nosso primeiro contato com Sports Champions, estranhamos o visual dos personagens, mas logo vimos que o estilo — exagerado nas proporções — é adequado à proposta. Mesmo assim, não há como negar que o jogo é um tanto chapado. As texturas são boas, mas faltam detalhes nos cenários, que geralmente se restringem a campos com grama, algumas árvores e cidades ao fundo.

Queremos mais!

Apesar de trazer seis esportes bem diferentes uns dos outros, é inegável que o conteúdo de Sports Champions ainda é um dos aspectos mais fracos do game. Os campeonatos divertidos terminam rápido. Os outros se tornam repetitivos dentro de alguns dias. A situação poderia ser facilmente contornada com a inclusão de modos online.

Img_normal

Nossa última reclamação é referente às poses de vitória: as fotos ficam muito engraçadas, mas se o jogador não exportá-las para o Facebook na primeira vez, não há outra forma de compartilhá-la, porque a imagem não é salva no disco rígido do console. Uma pena, pois nós realmente tínhamos boas cenas capturadas com a turma do Baixaki e do Baixaki Jogos...

Compre com o menor preço:
80 ps3
Ótimo