Seu Review foi enviado com sucesso.
Enquanto ele fica pendente de aprovação, dê sua nota para o jogo. Sua opinião é importante para a comunidade!
Avaliar este jogo
Voxel
Super Smash Bros. for 3DS
COMUN.
90
VOXEL
Super Smash Bros. for 3DS
Avaliar este jogo
Review
Avaliar este jogo
Compre com o menor preço:

A homenagem definitiva aos fãs da Big N chega finalmente aos portáteis

Paulo Guilherme

Videoanálise

Quem diria que um conceito tão diferente para um jogo de luta como o de Super Smash Bros. se tornaria uma das séries de maior sucesso entre o mundo dos games? Atualmente uma das principais apostas da Nintendo, o título tem como principal proposta colocar o maior número possível de “estrelas” da empresa em uma porradaria desenfreada entre até quatro amigos.

Para quem não conhece nada da franquia, Super Smash Bros. é um game de luta em sidescrolling que vem com um conceito bem diferente do normal. Enquanto outros jogos do gênero simplesmente consistem em acabar com a barra de vida do adversário usando golpes e poderes, este título poderia ser considerado uma partida de sumô: vence aquele que conseguir arremessar os inimigos para fora da arena, causando o maior dano possível para jogá-los cada vez mais longe com seus ataques.

Assim, cada jogador tem não apenas o vasto arsenal de poderes de seus lutadores (que inclui quase 50 personagens famosos da Nintendo), mas também um enorme número de itens de séries da Big N. Entre eles, temos bob-ombs, estrelas, heart containers, pokébolas, cogumelos, cascos, bananas e muitos outros. Junto disso, todos os cenários são tematizados com franquias da empresa.

Pode parecer uma ideia estranha para quem nunca jogou. Mas acredite: a proposta funciona. Tanto que, desde o primeiro título, para Nintendo 64, a Big N vem lançando um novo game da franquia para cada console. E estes sempre são aclamados pela crítica.

O novo Super Smash Bros., porém, vem para marcar a entrada da franquia nos portáteis. E convenhamos que essa é uma aposta complicada – afinal, será que um jogo de luta tão maluco é capaz de rodar no 3DS com a mesma qualidade que vemos nos consoles? O BJ testou o game exaustivamente para chegar a essa resposta, e concluímos que o título não é apenas ótimo na plataforma: ele parece ter sido feito para ela, atingindo todo o seu potencial.

Maior do que nunca, mas cabe no bolso

Quem é fã de longa data da série provavelmente vai notar, de cara, uma mudança considerável na velocidade do game. Isso porque, enquanto Melee era rápido demais e Brawl era lento demais, o novo Super Smash Bros. segue com um meio termo que é bastante agradável.

Agora, as partidas ocorrem de maneira muito mais fluida, sem serem rápidas ou lentas. Ao mesmo tempo, os controles continuam exatamente como antes; ou seja, basta uma combinação simples de comandos para executar seus ataques. Assim, a Nintendo conseguiu um equilíbrio que torna toda a proposta fácil de aprender para novatos, mas sem tornar o ritmo enfadonho para os veteranos na série.

Mas isso é só um pouco daquilo que o novo Super Smash Bros. oferece. Há uma quantidade absurda de conteúdo a ser desbloqueada, como os já conhecidos trophies e os challenges. Novos itens também dão as caras por aqui como prêmio para suas vitórias, como upgrades para os personagens e novos golpes.

Já nos modos de jogo, temos uma mudança e tanto mesmo nas opções antigas. O modo Classic, por exemplo, trouxe a liberdade para o jogador escolher o nível de dificuldade de cada partida. O All-Star, por sua vez, mudou de uma disputa aleatória contra os adversários para uma sequência de batalhas em ordem de “idade” de cada franquia.

O novo sistema do modo Classic traz diferentes desafios, marcando as dificuldades com cores distintas

Quanto aos modos novos em folha, há o Smash Run, que permite ao jogador correr por cenários infestados de inimigos, coletando upgrades que deixam seu personagem mais forte para uma partida contra lutadores “anabolizados”. E junto de minigames clássicos, como o Home Run Contest e o Multi-Man Smash, temos agora o Trophy Rush e o Target Blast!.

O melhor de tudo isso, no entanto, não está apenas na enorme quantidade de conteúdo oferecido, mas no fato de que toda a experiência de Super Smash Bros. é extremamente rápida. Independente do modo escolhido, a partida não dura mais do que dois ou três minutos, o que é ideal para um jogo de portátil. Assim, você pode abrir o game enquanto espera em uma fila ou no caminho para o trabalho, por exemplo, e terminar assim que precisar sem ficar com aquela sensação frustrante de ter que parar no meio da jogatina.

No modo Smash Run, você coleta emblemas especiais para aumentar os atributos do personagem

O lutador dos sonhos

Além de todo esse conteúdo, a Nintendo adicionou um sistema de customização de personagens que se mostra um dos pontos mais interessantes para a série. Todos os lutadores agora podem ser personalizados, ganhando não apenas versões alternativas de seus poderes mas também atributos personalizados – é possível, por exemplo, ter um Bowser rápido como Sonic ou mesmo um Pikachu incrivelmente resistente.

O resultado disso acaba sendo bastante divertido. Afinal, quem não gostaria que certo golpe do seu personagem favorito não fosse um pouquinho diferente? E aqui finalmente temos a chance de tornar isso real. Isso sem falar que essa mecânica se torna um ótimo incentivo para explorar os modos de jogo de Smash Bros., já que eles recompensam o jogador com ainda mais opções de golpes e melhorias de atributos, como falamos anteriormente.

Para melhorar ainda mais, temos também a chegadas dos Mii Fighters. E quem achava se tratar mais de uma piada aqui está redondamente enganado, pois os lutadores são uma amálgama de tudo o que há de melhor nos guerreiros de Super Smash Bros.

Em resumo, cada uma das versões de lutadores – divididas entre artistas marciais, espadachins e atiradores – conta com um enorme arsenal de poderes para seus golpes especiais (muitos baseados nos ataques dos outros personagens do game). Combiná-los é uma tarefa interessante, pois permite criar um guerreiro que luta exatamente no seu estilo; isso sem falar na possibilidade de personalizar detalhes estéticos e outros.

Miis Gunner, Brawler e Swordfighter, da esquerda para a direita

Jogatina em grupo? Só cara a cara

Se fosse até aí, o Super Smash Bros. para 3DS seria simplesmente perfeito. Um único problema que muitos fãs já temiam, porém, continua persistente: assim como em Brawl, parece que a Nintendo deixou o multiplayer online para a última hora.

Em resumo, esteja preparado para muitas, mas muitas dores de cabeça, simplesmente para conseguir chegar até o menu de seleção de personagens. A cada um dos vários passos necessários para começar a jogatina, temos uma nova chance de que um erro de conexão ocorra e traga-o até o início.

Mesmo quando conseguimos contornar tudo, o resultado foi desastroso. Em metade das vezes, o nível de lag foi tanto que uma partida com duração de 2 minutos levou entre três e cinco vezes esse tempo. Nas restantes, o melhor que conseguimos foi um atraso considerável na resposta dos comandos – o que acabou gerando partidas hilárias, já que todos os personagens, também sofrendo com o delay, acabavam atacando o nada frequentemente.

Felizmente, o caso não é o mesmo quando as partidas são locais: em nossos testes, batalhas “offline” funcionaram com perfeição praticamente sempre. Apenas em um ou outro caso tivemos problemas de conexão, e mesmo neles foram lags que não duraram mais do que um instante. Então pode jogar o modo sem medo.

Pela diversão ou pela glória?

Falando no modo multiplayer, não podemos deixar de notar uma das principais mudanças trazidas ao game para agradar a gregos e troianos.

O fato é que Super Smash Bros. sempre foi criticado pelos fãs que preferem uma jogatina multiplayer mais séria pela proposta “bagunçada” das partidas. Com tantos fatores a influenciarem a vitória, como itens que podem mudar toda a batalha ou fases com uma composição de plataformas complexas, não é de se surpreender.

A solução, com isso, foi a divisão da jogatina online entre os modos “For Fun” e “For Glory”. O primeiro traz exatamente aquilo que sempre vimos na série. Já o segundo, feito para competidores profissionais, oferece batalhas muito mais justas: nada de itens ou outros fatores aleatórios; todas as arenas são apenas uma plataforma reta (chamada por eles de “Ω Form”), mantendo somente o visual original da fase.

Felizmente, nada foi retirado do game original; muito pelo contrário. As novas opções só foram adicionadas, sem a necessidade de retirar nada do conteúdo original. Com isso, a Nintendo realmente conseguiu oferecer uma experiência bastante divertida, seja você um fã das partidas sérias ou de uma simples jogatina descontraída entre amigos.

Vale a Pena?

Ultrapassando facilmente os padrões de seus antecessores, Super Smash Bros. para 3DS é simplesmente uma obra-prima sem igual. Tudo o que os fãs de longa data da série esperavam está aqui, mas dando um passo a mais do que vimos anteriormente – o enorme número de personagens e modos de jogo, além da jogabilidade melhorada, que o digam.

Infelizmente, porém, o game não atinge a perfeição por um único motivo – o multiplayer online –, mas que acaba pesando consideravelmente. Afinal de contas, uma das principais partes na experiência de um jogo de luta é poder enfrentar outras pessoas e, por mais que você ainda possa desafiar seus amigos cara a cara, já estava na hora da Nintendo aprender a lidar com serviços online.

Tirando essa única questão, o novo Super Smash Bros. realmente impressiona. Mesmo o fato de ser um game para 3DS, que poderia muito bem limitar a experiência, acaba se mostrando o extremo contrário, já que ele acabou se tornando aquele jogo perfeito para uma partida rápida nos momentos de espera.

Analisando tudo isso, fica fácil concluir que Super Smash Bros. tem o potencial de se tornar uma das mais incríveis experiências que o 3DS pode oferecer em todos os aspectos, mantendo sempre uma jogatina divertida por centenas de horas. Então não pense duas vezes e dê uma chance para este game – poucos títulos a darem as caras no portátil prometem uma experiência tão boa quanto este.

Compre com o menor preço:
90 3ds
Excelente
"Superando seu antecessor em todos os aspectos, Super Smash Bros. é o game de luta definitivo para 3DS – desde que você não queira jogar online."

Pontos Positivos

  • Jogabilidade precisa
  • Enorme quantidade de personagens disponíveis
  • Conteúdo extra garante centenas de horas de jogo
  • Lutadores agora podem ser personalizados

Pontos Negativos

  • Multiplayer online pouco estável