Namco transcreve a franquia para o PSP com magnificência

Seu apetite por games de luta continua gigantesco, mesmo depois da enorme safra de 2009? Então prepare seus dedos, pois a Namco tem a receita certa para saciar seu apetite pelos próximos meses: Tekken 6, desta vez programado e lançado especificamente para o PSP.

A princípio tudo parecerá extremamente similar ao encontrado nas demais versões, mas depois de alguns minutos com o game em mãos já é possível perceber duas mudanças consideráveis.

A primeira delas é a implementação do modo Story Battle. A segunda mudança— em virtude da primeira — é a completa ausência do Scenario Mode. Agora os finais são obtidos diretamente pela pancadaria um a um, sem Jacks e bandidos pulando por todos os lados. Mas este detalhe, e muitos outros, serão abordados abaixo de forma mais elaborada. Vamos lá!

2013-10-24

Tekken 6 é um dos melhores jogos de luta já lançados para o PSP. A movimentação é perfeita, a jogabilidade permanece inalterada em relação às demais versões e os gráficos — mesmo em decorrência do poder de processamento limitado do video game — são excelentes, contando com sombras geradas em tempo real e ótima iluminação.

Mas de nada adiantaria ter toda a infraestrutura sem uma ótima apresentação e conteúdos para impulsioná-lo a continuar jogando, não é mesmo? É aí que entram os sistemas de ranking, a personalização praticamente interminável dos personagens e as modalidades em rede, pelas quais podem ser travadas disputas entre amigos.
 
É claro que se você tem um Xbox 360 ou um PlayStation 3, não custa checar as versões mais robustas (principalmente pelos gráficos e pelos efeitos visuais dos chefões), mas se realmente estiver decidido a levar a franquia no bolso para jogar a qualquer hora, não pense duas vezes: Tekken 6 é uma conversão praticamente perfeita para o PSP.
Tekken 6... Portátil!
 

O game é melhor ao vivo, 
pode
 acreditarDe todos os jogos que ganharam versões para o PSP, Tekken 6 é um dos que melhor mantêm a qualidade vista nas demais plataformas. O combate é ágil, os comandos são responsivos e tanto a interface quanto as imagens da luta são familiares. Todos os chefes, lutadores — incluindo os recém-chegados como Zafina, Bob, Leo, Alisa, Miguel e Lars, ótimas adições ao elenco — e golpes estão presentes.

Sob tudo isto, temos ainda cenários de combate exclusivos (ainda que sem a destruição em tempo real) o sistema de ranking de personagens trazido desde Dark Ressurection, que o incentiva a continuar progredindo.

A única coisa que foi eliminada no processo de conversão é o Scenario Mode (a campanha no estilo “Beat ‘em Up”, similar ao Tekken Force). Alguns podem reclamar disso, mas nós não. A retirada do modo Scenario favorece enormemente a jogabilidade, fazendo um retorno às raízes da série. Agora você pode assistir aos prólogos e epílogos sem ter que sofrer caçando uma série infernal de jacks, enquanto briga com os comandos que não respondem.O elenco está completo

Visual caprichado

Obviamente, os gráficos sofreram um impacto no processo de conversão, de modo a se adaptarem às capacidades técnicas do PSP. Entretanto, o resultado obtido é excelente (um dos melhores vistos na plataforma) e digno de muitos elogios.

As animações estão impecáveis, assim como os efeitos dos cenários (a exemplo das ondas ao fundo do Dojo). Para rechear ainda mais a tela estão presentes texturas nítidas e muitos elementos móveis, tais como animais e espectadores, todos tridimensionais. Mesmo com tudo isso rolando, a taxa de quadros por segundo se mantém firme, sem quedas consideráveis.

Acessível aos novatos...

Quem reclama que os botões superiores do PSP (L e R) são incômodos não pode falar absolutamente nada do jogo de luta da Namco, uma vez que — por padrão — são utilizados somente os direcionais e os botões frontais.

Esta simplicidade superficial serve como chamariz para todos os novatos no gênero ou na franquia, que sairão em questão de segundos derrubando os adversários com algumas combinações, apenas por apertarem aleatoriamente os comandos (é o famoso “button mashing”).

... E perfeito para os mestres!Xyaoiu em ação

Mas apesar disso, os que decidirem aprender mais a fundo o sistema de combate de Tekken descobrirão combinações quase ilimitadas de golpes e sequências, necessárias para torná-lo imprevisível nos ringues.

Entram em cena ações como levantamentos seguidos de contra-ataques, bloqueios de ataques em posição neutra de combate (não é necessário segurar o direcional o tempo todo para se defender), saltos em níveis e movimentação tridimensional pelo cenário. Prepare-se, pois são muitos detalhes que fazem toda a diferença quando você for lutar contra seus amigos ou contra os inimigos “gigantes”.

E atenção aos golpes de finalização: deixar um adversário com a vida “por um fio” muitas vezes pode significar a sua morte, uma vez que o adversário entrará no chamado Rage Mode, causando dano duplicado com cada golpe. Seja esperto e finalize a luta de uma vez!

Sistema de Instalação completo

De uma luta a outra em apenas alguns segundos. Isso é o que a versão portátil do game de luta oferece a você! Ao contrário do que foi visto no Xbox 360 e no PlayStation 3, os tempos de carregamento no PSP são extremamente curtos, o que aumenta ainda mais a dose de ação e adrenalina.

Não se preocupe se você comprou a versão em UMD, pois a velocidade do leitor do console não será nenhum empecilho: através do menu é possível instalar o jogo no cartão de memória, para que a velocidade de leitura dos dados seja idêntica à da versão adquirida digitalmente.Bryan, mais sinistro do que 
nunca

Rivalidade posta à prova

As modalidades de combate online do game se restringem à pancadaria pela conexão Ad-Hoc (portanto é bom ter um amigo que também tenha comprado Tekken 6 para PSP), mas o resultado é extremamente sólido, com desempenho perfeito.

Além de poder entrar em combates, você pode utilizar a conexão Ad-Hoc para baixar as informações de ranking e combate de outros jogadores. Estas informações de “Ghosts”, ou fantasmas, podem lhe ser úteis para o treino, uma vez que os dados baixados são aproveitados sob a forma de inteligência artificial através do modo Ghost Battle.

Por ele, você experimentará algo muito mais próximo do que é jogar online, já que os dados foram colhidos de outros jogadores de Tekken 6.

Personalização de sobra

Praticamente todas as lutas dentro de Tekken 6 rendem dinheiro, que se acumula lentamente na sua carteira virtual. Com ele, você poderá comprar peças de roupas para todas as partes do corpo, acessórios e efeitos sinistros, como o “Olho do Mal”, de Kazuya.

Além das simples roupas, estão à sua disposição uma série de efeitos visuais, ativados em casos como, por exemplo, a entrada do Rage Mode. Mas o mais importante é que as suas configurações são carregadas para as partidas em rede. Seus oponentes terão muita inveja!

Narrativa resumida

Em nossa análise anterior (para Xbox 360 e PlayStation 3), consideramos como um ponto forte a presença da recapitulação dos fatos, ideal para quem “pegou o bonde andando” e começou a jogar Tekken recentemente.

Infelizmente, no PSP esta recapitulação foi substituída apenas pelas ilustrações que aparecem ao início de cada partida no modo Story Battle, sendo suficientes somente para contextualizar os personagens nos eventos do sexto Campeonato do Punho de Ferro (The Iron Fist Tournament).

Música estranha, não?Alisa com seus golpes 
malucos

Assim como na versão dos consoles de mesa, Tekken 6 para o PSP traz uma trilha sonora bem variada... Talvez até em excesso! Algumas músicas o deixarão pronto para o combate, misturando rock pesado com batidas eletrônicas.

Mas por outro lado, algumas vezes você se perguntará se está ouvindo um CD de relaxamento, ou se está assistindo a um programa de humor (sim, algumas das faixas da trilha sonora chegam a este ponto). Isso é notável no cenário das montanhas, ainda mais em conjunto com um bando de “ovelhas felizes” correndo de um lado para o outro.

Fotografias de baixa qualidade

Alguns dos elementos bidimensionais da tela (principalmente dos menus de seleção de personagens e da tela inicial — a qual contém a logomarca do game) ficaram extremamente “pixelizados”, isto é, quadriculados.

Se isto fosse regra, poderíamos afirmar que o problema é com a resolução do console, mas como são apenas alguns casos específicos, imaginamos que o aparecimento deste efeito pontilhado seja decorrente da conversão direta dos elementos utilizados nas demais versões de Tekken 6.

Aproveitamento da tela

A tela de seleção de personagens ficou espremida, com retratos mínimos das faces dos lutadores. Novamente, trata-se de um reaproveitamento dos padrões da versão anterior, sem cuidado especial com o formato da tela do PSP. O resultado é claustrofóbico.Bryan e Alisa


 
Por fim, nos chefes gigantes, a impressão passada é a de que a escala foi levemente reduzida. Isto se deve ao posicionamento da câmera, que agora permite a visualização completa tanto de Azazel quanto de Nancy.
Compre com o menor preço:
82 ps3
Ótimo

Outras Plataformas

84 psp
82 xbox-360