Os Sims finalmente entram para o agitado universo das baladas.

O pacote de expansão Vida Noturna para The Sims 2 traz a possibilidade dos seus Sims marcarem encontros amorosos ou curtirem as melhores baladas com seus grupos de amigos em ambientes novos no centro da cidade. Além disso, você pode ter um carro e não precisar mais de carona para o trabalho ou de táxi para chegar a outros lugares da vizinhança. E, o melhor, dentro do seu carro você pode ligar o som, acender os faróis e bater um papo até o amanhecer.
 
Era uma vez...
 
O primeiro The Sims foi um grande sucesso quando lançado, em 2000, por possibilitar o controle das vidas de pequenas pessoas dentro do jogo, os Sims, satisfazendo suas necessidades básicas, como dormir, tomar banho, comer, além de arranjar-lhes um emprego e manter seus relacionamentos com outros Sims. O The Sims 2, lançado quatro anos depois, é uma excelente seqüência que trouxe melhores gráficos e sons, adicionou outras necessidades a serem satisfeitas (seus desejos e temores), além de proporcionar o crescimento e envelhecimento dos Sims, entre muitas outras novidades.
 
Os desenvolvedores Maxis são famosos por oferecerem vários pacotes de expansão para a série, que trazem novas opções de diversão para os jogadores. Se por um lado, o jogo original, depois de um tempo, fica sem graça sem nenhum pacote de expansão, por outro lado, você tem uma infinidade de coisas a descobrir e inúmeros cenários a explorar, se conseguir ter todos os pacotes de expansão para um título. Mas por enquanto, ficaremos com as novidades de Vida Noturna, uma expansão que visa a oferecer mais possibilidades para o divertimento e relacionamento dos seus Sims.
 
Antes de mais nada, uma dica: assim que você começar a jogar, uma janela automática será aberta, perguntando se você deseja deixar as dicas ativadas. Para que você possa desfrutar melhor de todas as novidades de Vida Noturna, recomendamos que ative essas dicas, senão será mais trabalhoso descobrir tudo sozinho...
 
Bem me quer, mal me quer...
 
A primeira novidade já aparece quando você está criando o seu Sim: coisas legais e coisas não legais é uma lista de fatores que fazem o seu Sim se interessar por alguém e vice versa. Você poderá escolher duas coisas legais e uma não legal dentre perfume, mau cheiro, obesidade, (boa) forma física, cores de cabelo (ruivo, loiro, preto, grisalho), vampirismo e muitas outras opções. Se alguém apresentar uma característica que você determinar como não legal, o seu Sim não vai se interessar por ele e, conseqüentemente, o seu relacionamento tem poucas chances de dar certo. Mas se o outro tiver algo que o seu Sim acha legal, esse já será um bom começo.
 
É só um bom começo, porque, como os fãs do jogo já sabem, vários fatores influenciam num relacionamento entre Sims, como os signos, os interesses, a personalidade e o próprio humor deles naquele momento.
 
Antes de fazer amizade com um Sim, você pode apenas olhá-lo de longe e ter uma idéia se ele apresenta as coisas legais que você selecionou. Essa é a opção “dar uma sacada na área”, que aparece no menu “flertar”, quando você clica sobre o outro Sim. Se os dois forem compatíveis, aparecerá um pensamento pegando fogo acima do seu Sim, e se eles forem incompatíveis aparecerá um pensamento com um cubo de gelo.
 
Essa opção de flertar torna o jogo mais realista, introduzindo um fator da vida real: a química, ou seja, a atração ou repulsa que temos por uma característica de alguém ao conhecê-lo pela primeira vez.
 
Apenas receber em casa vizinhos e colegas de trabalho pode não ser o suficiente para conhecer alguém novo. Em Vida Noturna, você pode chamar a cigana casamenteira para arrumar um encontro para você – quanto melhor você pagá-la, maiores são as suas chances de achar o par perfeito. Além disso, você pode ir a algum lugar no centro da cidade e conversar com alguém que esteja passando por lá.
 
Depois de conhecer alguém, você pode ligar para esse Sim e marcar um encontro. Durante o encontro, você tem o tempo cronometrado e um medidor, que acusa se o encontro está sendo bom para ambos os Sims. O medidor de encontro tem a forma de um termômetro graduado em vários níveis, desde “encontro dos sonhos” até “horrível”. Assim fica mais fácil saber se você está agradando o seu parceiro.
 
Quando os Sims são compatíveis nas primeiras conversas, facilmente chega-se ao status de encontro dos sonhos. Então, se o encontro terminar bem, o outro Sim deixará um buquê de flores na frente de sua casa, e, se o encontro tiver uma má pontuação, você receberá uma encomenda desagradável.
 
Além de um encontro amoroso, você pode curtir a noite convidando um grupo de até quatro Sims para sair com você. Aqui a amizade é essencial: você só pode convidar um grupo de pessoas que são seus amigos, do contrário, ninguém aceitará sair com você. O mesmo medidor de encontro aparece na tela quando você marca uma balada com os amigos, mas, dessa vez medindo a diversão que todos estão tendo. A pontuação pode variar desde “ultra super” até “desastre”. Mas fique atento: garantir que todos estejam se divertindo é mais desafiante do que manter um bom encontro a dois, já que há mais Sims em jogo.
 
Muitos novos lugares para visitar
 
Os encontros a dois e com os amigos podem ser marcados na sua casa ou na sua vizinhança. Mas essa expansão traz mais uma possibilidade, que é a de marcar um encontro em algum dos diversos lugares no centro da cidade. Há uma grande variedade de locais para visitar, entre lanchonetes, restaurantes, danceterias, parques, lojas, mercearias, museus, casas de boliche, karaokês, lan houses e muitos outros.
 
Mas, infelizmente, em alguns locais não há muito o que fazer, ainda mais se você estiver sozinho. No Museu de Arte Moderna Javi Isso, onde há algumas obras em exposição, não há muito o que fazer, além de olhar quadros — que, aliás, são bem detalhados e distintos uns dos outros — e ficar discursando sobre eles no estranho idioma dos Sims. Não sei ao certo se isso chega a ser um ponto negativo, pois também não temos muito o que fazer além de olhar quadros — e teorizar sobre arte — num museu de verdade.
 
Na loja Panus Finus, pode-se escolher algumas roupas e experimentá-las no provador, além de poder comprar algumas revistas na entrada. Ir a uma loja de roupas pode ser uma boa opção, quando você fica cansado de ver o seu Sim usando aquele mesmo modelito todos os dias.
 
A Lanchonete Anos 50 é um cenário interessante por ser temático, resgatando as cores, os banquinhos e mesas daquela época. Tem até um jukebox dos anos 50, no qual você pode escolher uma música. Infelizmente, a animação do Sim programando a música no jukebox não é nada realista, pois sem ele se mover, a música muda sozinha, o que destoa das muitas animações bem feitas ao longo do primeiro e do segundo The Sims.
 
No Clube a Noite Toda, como em outras danceterias, os Sims podem ser os DJs da noite e se divertirem com os amigos na pista de dança. Lá você pode também colocar o seu Sim para girar dentro de uma esfera em três velocidades (lento, médio e rápido), aumentando a sua diversão na balada. Mas cuidado, porque se o seu Sim não estiver acostumado, ele pode ter uma péssima experiência ao girar muito rápido nessa esfera.
 
Como de costume, a diversão em The Sims já começa pelos nomes de todas as coisas no jogo. Com os nomes dos novos lugares também não podia ser diferente. Roupas Panus Finus, Boliche Ripa no Pino, Labirinto Verde Perdido de Amor, Parque Vem Cá Benzinho e Museu de Arte Moderna Javi Isso são alguns dos nomes engraçados que aparecem nesse pacote de expansão.
 
Num primeiro momento, pode ser interessante visitar o maior número de locais possíveis, até que você descubra quais são os que mais lhe agradam. Mas cuidado ao ficar a noite toda perambulando pelo centro da cidade: vampiros estão à solta nessa nova expansão. Porém raramente você esbarra neles, mesmo depois de algumas horas de jogo. Se você encontrar um deles (que podem ser ou o Conde ou a Condessa), você pode lhe pedir que o morda e, assim, se tornar também um vampiro – o que traz benefícios, mas também desvantagens ao longo do jogo.
 
Para ir de um lugar ao outro você ainda pode pedir um táxi, mas agora fica muito mais interessante ir com o seu próprio carro. Infelizmente, você tem poucas opções de modelos, pois há apenas cinco tipos de carro, dos quais você pode apenas escolher a cor. Mas isso é compensado pelo fato de que os veículos, além de serem meios de transporte, servem como um bom local para conversar, ouvir uma música e até namorar depois de um encontro com outro Sim.
 
A Landrebeca da Raveola é a opção mais em conta se você estiver com pouco dinheiro: um modelo de carro popular com direito a tudo (até a ter que bater duas vezes a porta para fechar direito e a balançar quando a pessoa entra e sai do carro). O mais cobiçado (e caro) é o Ronca 711, um esportivo com várias opções de pintura, algumas bem estilizadas.

Defeitos da série e desafios da expansão
 
Um defeito dos Sims, que é característico de toda a série, é a sua dispersão, quando você não os manda fazer alguma coisa a todo o momento. Em outras palavras, se você mandar um Sim assistir TV e se descuidar dele, de repente ele pode levantar do sofá e abrir a geladeira para fazer um lanche, e talvez você gostaria de mandá-lo fazer uma janta, que o alimenta melhor.
 
Para controlar melhor o seu Sim, você pode desabilitar a opção de vontade própria na configuração do jogo. Ou você pode mandá-lo fazer uma coisa atrás da outra, criando uma lista de coisas a fazer, assim ele estará sempre ocupado. Algumas vezes, essa vontade própria é boa, por exemplo, quando você tem vários Sims a controlar e se esquece de um deles que realmente precisa ir ao banheiro (então, ele vai ao banheiro sozinho). Mas, em algumas situações, essa dispersão entre uma tarefa e outra pode atrapalhar o andamento do jogo.
 
Quanto a essa expansão em particular, é fácil aprender a jogá-la, pois você apenas terá que explorar novos cenários, divertindo os seus Sims e os amigos deles. O maior desafio está em fazer essas novas amizades, pois os Sims estão mais exigentes na hora de gostar de alguém, se compararmos com o primeiro The Sims. E sem amigos, o novo centro da cidade não oferece toda a diversão a que se propõe.
 
Ótima qualidade gráfica e sonora
 
The Sims 2 realmente fez uma revolução gráfica em comparação com o título anterior. Vários ângulos de câmera (praticamente todos os possíveis), novas animações e a própria personalização dos Sims no começo do jogo – são algumas novidades desse segundo título, que são mantidas por essa expansão. Mas há pequenos problemas gráficos que ainda não foram resolvidos, mas que não chegam a comprometer a jogabilidade.
 
A boa qualidade de imagem de The Sims 2 também é mantida, com cenários novos, bem construídos e muito variados em sua quantidade. As novas animações são bem feitas, como, por exemplo, Sims jogando boliche, ou atuando como DJs numa danceteria. Os carros, apesar de pouco variados, são bem distintos uns dos outros e através de seus vidros pode-se ver claramente os Sims dentro deles, conversando ou ouvindo música.
 
The Sims sempre se destacou por sua originalidade, quando se trata de sons, principalmente ao remixar clássicos de diversos gêneros musicais e ao inventar uma nova língua para a comunicação entre os Sims. Tanto um quanto outro são mantidos nessa expansão, que traz também novas músicas de fundo para os menus e novos remixes para as danceterias. Além disso, há sons para os mínimos detalhes, desde a bola que atinge os pinos no boliche, até o ronco do motor dos carros, como é próprio da série.
 
Diversão, diversão e mais diversão
 
Diversão é a proposta principal de Vida Noturna, não apenas para o jogador, mas também para os Sims em jogo. Porém essa diversão só será alcançada se você construir uma boa rede social para seu Sim, o que era dispensável nos outros títulos. Fazer amigos leva algum tempo, pois os Sims estão mais exigentes e podem demorar para achar alguém de quem gostem. Mas vela a pena o esforço, afinal não é muito divertido jogar boliche ou cantar karaokê sozinho.
83 pc
Ótimo