Histórias mais divertidas com adoráveis protagonistas de estimação.

Os animais estão de volta neste segundo título da série Histórias, o qual traz uma jogabilidade fácil em um mundo com o mesmo visual de The Sims 2, mas com algumas limitações. A grande novidade de The Sims Histórias de Bichos, além dos próprios animais muito bem representados e bastante carismáticos, são os dois enredos mais variados e divertidos do que em Histórias da Vida, sem deixar de ter encontros e desencontros amorosos e finais felizes.

A série — que inclui os jogos Histórias da Vida, Histórias de Bichos e Histórias de Náufragos — introduz um novo modo, que consiste em guiar um personagem por diversos capítulos pré-determinados, em uma estrutura linear. Para que a história prossiga, o jogador deve cumprir o objetivo proposto no momento, os quais consistem em ações fáceis de se realizar, como dar atenção ao seu animal ou encontrar um personagem em cenário do lote comunitário.

Além desse modo história, há também o modo livre ou de simulação, no qual se joga tal como em The Sims 2. A série Histórias é independente de The Sims 2, portanto não precisa da instalação deste para ser jogada. Além disso, nenhum de seus títulos aceitam os pacotes de expansão para The Sims 2.

A volta dos bichinhos


Os bichinhos estão de volta ao mundo dos Sims.Os animais mostraram-se um tema popular, estando presentes em diversos jogos no universo de The Sims. O primeiro título da franquia recebeu os adoráveis bichinhos, em 2002, na expansão The Sims: O Bicho Vai Pegar, na qual uma família pode adquirir cães, gatos e outros animais em um pet shop, ou simplesmente adotar os que passam todas as noites pelo quintal de sua casa.

Já em 2006, os animais chegaram a The Sims 2, com a expansão Bichos de Estimação, que traz dezenas de espécies de cães, gatos e outros animais, sendo que os dois primeiros ganharam um grau de personalização tão vasto quanto os próprios personagens. The Sims 2: Bichos de Estimação foi também um dos poucos títulos que ganhou versões para consoles, sendo lançado também no PS2, no PSP, no DS e no Wii; apenas The Sims 2 e The Sims Histórias de Náufragos chegaram a outras plataformas, sendo que os outros jogos da franquia foram lançados somente para PC.
Restrições do modo história

Partindo em direção oposta à série The Sims, o modo história oferece uma jogabilidade linear, sendo que o jogador precisa seguir o objetivo proposto para que o enredo prossiga. O jogo apresenta duas histórias diferentes — O Melhor da Exposição e Baile dos Mascarados da Meia-Noite — cada uma com 14 capítulos, sendo que seus protagonistas são um Sim e um animal.

Os objetivos são propostos um de cada vez e, geralmente, consistem em encontrar um Sim um cenário do lote comunitário ou fazer com que o animal aprenda um truque; muitas vezes, eles se constituem em atividades simples, como trocar de roupa ou flertar outro Sim. Enquanto um objetivo novo não aparece, o jogador pode dedicar esse tempo para suprir as necessidades de seu Sim ou distraí-lo em outras atividades.

Os personagens são padrões e o jogador tem opções bem restritas para personalizá-los, podendo apenas mudar seu cabelo, maquiagem e roupa, sendo vedada a mudança de outras características físicas. Com os animais ocorre o mesmo, mas também é possível mudar a raça do animal durante o jogo. Já, no modo livre ou de simulação, o jogador pode fazer seus Sims humanos e animais com a personalização ampla da série.

O Melhor da Exposição


Ajude Alice a ganhar o prêmio para seu dálmata e recuperar sua casa.Em O Melhor da Exposição, temos a história de Alice e seu belo dálmata Sam, que vivem na casa da avó dela. Como a casa está hipotecada, Alice corre o risco de perdê-la, a não ser que pague a dívida de 120 mil simoleons, a moeda do jogo. Um valor bem alto, que ela não conseguiria juntar nem se passasse o dia inteiro pintando e vendendo quadros — pois ela é uma artista e já tem todos os pontos de criatividade completos desde o começo da história.

Um dia, ao voltar de um passeio com Sam, ela lê no jornal que haverá um concurso de cães e o prêmio para o melhor da exposição será, nada mais, nada menos, que 120 mil simoleons. Alice e Sam enchem-se de alegria, mas logo aparece o desafio de suas histórias: será possível treinar o dálmata a tempo?

Além de treinar Sam a custo com equipamentos ganhos dos amigos, Alice trava uma disputa com a futura compradora de sua casa, Diana A. Borrece, a vilã da história, que, além de querer tomar a casa que o falecido avô de Alice construiu, também se esforça por levar o prêmio de Melhor da Exposição para sua poodle. E junto a tudo isso, Alice tenta encontrar um tempo para a vida amorosa, encontrando-se dividida entre alguns pretendentes.

Baile dos Mascarados da Meia-Noite

O Baile dos Mascarados da Meia-Noite é desbloqueado depois de se completar o terceiro capítulo de O Melhor da Exposição e narra a história de Estevão, um chef de cozinha bem-sucedido, que decide, após ver sua prima preferida casar-se, que está na hora de também de encontrar o seu par ideal. Essa tarefa — que por si só não é simples no mundo de The Sims — é atrapalhada por Geraldo, um novo morador da vizinhança, que parece já ter conquistado de todas as mulheres de quem Estevão tenta se aproximar.
Diva, a gatinha que vai virar a vida de Estevão de cabeça para baixo.
No campo profissional, Estevão ganha uma promoção e a responsabilidade de, em poucos dias, cozinhar o prato principal do Baile dos Mascarados da Meia-Noite, um evento badalado da cidade. Como se não bastasse, sua prima pede-lhe que cuide de Diva, sua gata mimada e imprevisível, enquanto ela estiver viajando em sua lua-de-mel — sem data para retorno.

Não é difícil imaginar que Diva fará de tudo para atrapalhar os planos amorosos e culinários de Estevão, atrapalhando os dois pombinhos, quando eles estiverem namorando e subindo no balcão da cozinha e comendo seus pratos, enquanto ele estiver preparando o esperado menu.

Histórias mais divertidas

Como é possível perceber, ambas as histórias trazem enredos envolventes, que se ramificam em diversas situações diferentes, ao invés de focalizar em apenas um aspecto da vida dos Sims, como ocorre em Histórias da Vida, em que aparecem, quase exclusivamente, as histórias amorosas de Rita e Brito.

Ao final de cada capítulo, aparece um diário, recontando o que ocorreu naquele dia, tal como ocorre em Histórias da Vida. A novidade está no começo de um novo capítulo, quando aparece o seu título no alto da tela, o que é uma adição interessante à série. Ao longo dos capítulos, os personagens ganham recompensas da história, as quais são objetos úteis, como os equipamentos de treinamento para o Sam e um arranhador de três andares para a Diva.

Entre as novidades de Histórias de Bichos está o maior número de cenários no lote comunitário, chegando a 11 locais diferentes para se visitar, o que, no título anterior, se restringia a um número bem menor. Mas, ainda assim, não se compara à quantidade de cenários a se visitar em qualquer uma das expansões de The Sims 2.

Cuidando dos Sims e dos animais
Os animais também precisam de banho.

Assim como em The Sims 2 e seus pacotes de expansão, em Histórias de Bichos, o jogador deve satisfazer as necessidades de seus personagens, como comer, dormir, divertir-se, ir ao banheiro, entre outros.

Além disso, os Sims têm três desejos, que variam com passar do dia, como conversar com outro personagem ou comer um determinado prato. Ao realizar esses desejos, ganha-se pontos de aspiração, que fazem seu Sim ficar de um bom humor e desbloqueiam recompensas, além de obter-se pontos de influência, os quais permitem que o jogador tenha o controle sobre um Sim que não está sob seu comando.

Os animais apresentam as mesmas necessidades, sendo que os cães precisam também mastigar e os gatos, arranhar — o que significa que, se eles não tiverem, respectivamente, um osso de brinquedo ou um arranhador, irão destruir os móveis da casa para satisfazer essa necessidade.

A jogabilidade dos animais é muito parecida com a que se encontra em The Sims 2: Bichos de Estimação, pois eles não podem ser controlados diretamente e suas atividades não podem ser canceladas. Durante as duas histórias, os personagens têm que ensinar os seus animais alguns comandos, como virem até o dono quando chamados, além de repreendê-los por fazerem algo desagradável e elogiá-los por fazerem algo certo.

A liberdade dos Sims

Em The Sims Histórias de Bichos, há também a possibilidade de se jogar o modo simulação, sem se preocupar em cumprir objetivos, nem em seguir uma história pré-determinada. A jogabilidade é igual à série The Sims 2, sendo que é preciso suprir as necessidades dos Sims, realizar seus desejos ou temores, além de preservar os relacionamentos e buscar sua ascensão profissional. Mas, tal como em The Sims Histórias da Vida, há algumas limitações, se comparado a The Sims 2, como apenas uma vizinhança para os Sims habitarem.

Em Histórias de Bichos é possível ter até oito Sims (entre pessoas e animais) uma mesma casa, sendo que o máximo de animais permitidos é seis; já na expansão de animais para The Sims 2, o jogador pode ter até dez personagens em uma casa.
Ampla liberdade na criação dos animais.

Mas ainda há liberdade total para criar os Sims, o que não ocorre no modo história. O jogador pode escolher entre as 52 raças de cães (incluindo Terrier, Labrador, Boxer, Pit Bull, São Bernardo, Rottweiller, entre outras) e 32 raças de gatos (entre Persa, Maine Coon, Himalaia, Birmanês, Bombain e muitas outras). Já a expansão Bichos de Estimação apresenta mais 20 espécies de cães, embora tenha o mesmo número de raças felinas.

No editor de criação, também é possível personalizar diversas camadas dos pelos dos cães, escolhendo cores diferentes para cada uma de suas pernas, por exemplo. Tal como em Bichos de Estimação, o jogador pode modificar diversas características físicas dos animais, escolher sua coleira e montar sua personalidade. Os gatos e cachorros também podem ter uma carreira profissional, trabalhando nas áreas de segurança, show business ou serviço.

A opção de criar outros animais é bem mais restrita do que em Bichos de Estimação, porque há apenas a possibilidade de se ter um roedor ou peixes, os quais são adquiridos, respectivamente, ao se comprar uma gaiola ou um aquário.

Boa introdução ao universo The Sims

O modo história é uma boa introdução à jogabilidade de The Sims 2, tal como Histórias da Vida. A série presta uma grande atenção a quem nunca jogou The Sims 2: oferece um modo tutorial, que ensina comandos básicos e avançados; coloca o jogador no comando de apenas um personagem, que precisa cuidar de um só animal; e o seu Sim está sempre de bom humor, os amigos são compreensivos com sua ausência e os gatos e cachorros não exigem uma atenção constante.

Boa introdução aos complexos relacionamentos de The Sims 2.Já o modo livre se assemelha mais à série The Sims 2, com os personagens ficando mal humorados com mais facilidade, ao não terem suas necessidades e desejos satisfeitos, e os animais sendo mais carentes de atenção. Além de precisar dar mais atenção aos Sims, o jogador não pode esquecer os seus relacionamentos, pois os amigos cortam relações, se os personagens ficam muito tempo sem entrar em contato.

Os comandos são iguais aos títulos de The Sims 2, com exceção de uma pequena diferença para o controle da câmera. Como Histórias de Bichos não ocupa toda a tela do monitor, foi desabilitada a opção de mover a câmera para cima, para baixo e para os lados a partir do mouse (o que era feito ao se aproximar o mouse das margens da tela). Agora, só restou o controle feito pelo teclado, com as teclas A e D, para cada lado, e W e S, para cima e para baixo, respectivamente.

Histórias de Bichos foi otimizado para notebooks, o que significa que, ao não ocupar a tela inteira do computador, é possível fazer outras atividades, como acessar programas ou a internet, sem precisar parar o jogo. Além disso, Histórias de Bichos apresenta teclas de atalho que facilitam o controle dos Sims, bastando, por exemplo, pressionar B ou Y para que eles vão ao banheiro ou tomem banho, respectivamente, ou H para prepararem algum prato, melhorando seu humor rapidamente.

Com a cara de The Sims 2


O modo história é introduzido por uma cena pré-renderizada, o que não ocorre em Histórias da Vida. Essas cenas, que aparecem em momentos esporádicos, são de melhor qualidade do que no título anterior, porque não focalizam os personagens de perto, omitindo defeitos gráficos.


The Sims em capítulos pode agradar aos fãs da série.O jogo apresenta o mesmo visual de The Sims 2 e suas expansões, e, portanto, alguns dos mesmos problemas gráficos, como os objetos que muitas vezes ficam na frente da câmera, obstruindo o campo de visão. Apesar de ser baseado em gráficos um tanto ultrapassados (pois The Sims 2 foi lançado em 2004), Histórias de Bichos apresenta efeitos de sombra, reflexos em tempo real nos espelhos e bons modelos de animais.

Tal com em Histórias da Vida, as casas próximas podem ser vistas além do quintal, o que melhora a sensação de se estar no meio do nada, como ocorre em The Sims 2. Apesar dessa melhoria, há cenários dos lotes comunitários com pouco tratamento gráfico, nos quais, no limite do terreno, aparece um fundo azul claro, o qual poderia ter sido preenchido com uma textura mais realista.

Os diálogos e músicas são os mesmos da série The Sims 2, com algumas novas adições, traduzidas para o simlish, a linguagem peculiar da franquia. No modo história, aparecem caixas de diálogo, mostrando os textos falados, sem o som da conversa. Um destaque deve ser feito para os sons dos animais, os quais reproduzem latidos e miados convincentes e diferenciados para cada bichinho.

Enredos mais envolventes

O jogo apresenta o mesmo visual e sons de The Sims 2, mas tem algumas limitações quanto ao número de vizinhanças disponíveis e a personalização dos animais. Mesmo assim, o jogo apresenta-se como uma boa introdução ao universo de The Sims, sendo um bom passatempo para jogadores casuais da franquia. Para os fãs e donos de outros títulos de The Sims 2, o jogo pode ser muito fácil e limitado (principalmente se comparado a The Sims 2: Bichos de Estimação), mas oferece histórias interessantes, capazes de agradar a diversos gostos.

Mais diversão para os Sims e seus animais. The Sims Histórias de Bichos chega poucos meses depois do primeiro título da série Histórias, a qual inaugura uma nova jogabilidade no universo de The Sims, possibilitando que o jogador guie personagens por um enredo pré-determinado. As histórias estão mais divertidas e intrigantes do que em Histórias da Vida, mais ainda geram a expectativa sobre como os protagonistas terminarão, mesmo sabendo-se que, como em uma novela, há sempre finais felizes.

Se o título anterior focalizava nos encontros e desencontros amorosos dos personagens Rita e Brito, Histórias de Bichos acrescenta outros elementos, como o treinamento dos animais, a própria atenção que deve ser dispensada aos bichinhos e a preocupação com a carreira profissional, formando enredos mais envolventes — sem deixar de lado as histórias amorosas e inimizades de Alice e Estevão, os quais são os elementos que sempre chamam mais a atenção em uma história.

81 pc
Ótimo