Pelo bem da população (e de sua conta no exterior)!

Dois anos após o lançamento de seu antecessor, Tropico 4 traz de volta todos os encantos (e problemas) de um pequeno arquipélago paridisíaco situado em algum lugar fictício do globo terrestre.

A primeira vista, o game parece se tratar de uma expansão do jogo anterior, uma vez que muitos dos trabalhos sonoros e dos recursos gráficos de outrora se apresentam. Contudo, há conteúdo suficiente para que até mesmo os veteranos da série se encantem descobrindo as novidades.

Como em qualquer título de gestão de cidades, a harmonia entre os seus cidadãos só será obtida atendendo desde as suas necessidades mais básicas até as suas vontades específicas. Desse modo, todo mundo irá receber com gosto a abertura de novas clínicas e escolas. Já a criação de um jornal, por exemplo, irá agradar os intelectuais ao mesmo tempo em que pode desagradar outras facções de seu país de acordo com o tipo de conteúdo publicado.

Img_normalA grande diferença, no entanto, desta franquia em relação a outros títulos no qual o jogador assume o comando do administrador é que as suas maiores preocupações não são as mesmas de seu povo. É claro que se for contrariada, a população pode se rebelar e a sua carreira de ditador pode acabar mais cedo.

Contudo, além de fazer com que tudo corra bem na sua ilha, a verdadeira forma de vencer é engordando a sua conta bancária secreta em um banco suíço. Afinal, governar é cansativo e que mal há em organizar a aposentadoria que um líder merece, não é mesmo?

Tropico 4 é um jogo bastante complexo. É possível controlar cada um dos habitantes da ilha tropical e saber as suas preferências ideológicas assim como as suas principais reclamações. Tudo isso ao mesmo tempo em que é necessário pensar em escala global, ao tentar administrar as tensões com potências mundiais.

Tudo isso é um prato cheio para os fãs do gênero, que irão se deliciar com que tudo o que o jogo oferece. Ainda que haja algumas falhas, elas podem ser sanadas por meio da experiência com o jogo, algo que pode ser resolvido logo.

Assim, se você estiver pensando em assumir o posto de governador de Tropico e gosta do gênero, não perca tempo e vá logo engordar a sua conta na Suíça. Se você não é muito fã de gerenciamento de cidades ou é novo no gênero, este é um game que pode ensiná-lo a gostar disso.

Um líder para muitas camadas demográficas comandar

Se há algo que não se pode negar a respeito de Tropico 4 é a sua complexidade. São nacionalistas, militares, ambientalistas, comunistas, capitalistas, religiosos e sabe-se lá quantas mais facções presentes em seu pequeno país tropical.

Desse modo, enquanto você constrói a infraestrutura básica de uma cidade e garante moradia e educação para todos não haverá sobre o que se preocupar. Tão logo você decida extrair dinheiro com a exploração dos recursos naturais da ilha, contudo, prepare-se para ouvir o discurso dos ambientalistas.

Img_normal

Para lidar com tudo isso, o jogo oferece muitas informações detalhadas em um almanaque que será consultado muitas e muitas vezes durante a partida. Nele será possível verificar, por exemplo, quais os níveis de aprovação de cada facção, assim como suas demandas mais urgentes. Algo que torna o seu trabalho um pouco mais fácil.

A globalização é inevitável

Diferentemente de Fidel Castro (presente no jogo, para os entusiastas de Cuba), El Presidente não precisa se preocupar com nenhum embargo econômico. Muito pelo contrário, a sobrevivência de Tropico é extremamente dependente da ajuda externa.

De tempos em tempos, por exemplo, pacotes de dinheiro vindo dos Estados Unidos e da União Soviética irão chegar para salvar as suas finanças. A grande novidade da quarta versão do game é a inclusão de outras regiões do mundo.

Assim, enquanto elas não irão influenciar tanto a política do seu país (e nem invadir a sua ilha se contrariadas), Europa, Oriente Médio e China estão presentes para oferecer acordos comerciais e oferecer (assim como pedir) ajuda nos momentos de maior sufoco.

Campanha extensa e de fácil assimilação

A campanha principal de Tropico 4 oferece 20 missões espalhadas por diversas ilhas (incluindo a Isla Nublar, criada exatamente como a famosa ilha onde se situava o Jurassic Park do filme de Steven Spielberg) do arquipélago que compõe o seu país.

Img_normal

Em cada uma das missões há alguns pequenos objetivos que devem ser cumpridos para que o presidente consiga alcançar o seu sucesso. Desse modo, enquanto na missão inicial é necessário garantir atender às necessidades básicas da sua população e alcançar popularidade suficiente para ganhar as eleições, outra exige que você consiga aproveitar a riqueza de minérios presente em uma ilha famosa por seus terremotos.

Em meio a todos esses objetivos, é possível (e muitas vezes necessário) atender a diversos pedidos de sua comunidade e dos países internacionais para conseguir administrar crises políticas e ganhar mais dinheiro (seja para a sua conta pessoal ou para o Tesouro Nacional).

Para encontrar esses desafios, basta clicar sobre alguns ícones que aparecem espalhados pelo mapa para ouvir as propostas e decidir se irá aceitá-las ou não. Uma vez que isso é feito, ícones no canto inferior esquerdo da tela lembram o jogador de seus objetivos, além de mostrar quão próximo ele está de alcançá-los.

Pense rápido!

Img_normalAinda que as ilhas de Tropico pareçam verdadeiros pedaços do paraíso, elas não estão livres de desastres. De tornados a terremotos, eventos como esses podem abalar as estruturas de uma economia tão dependente quanto a sua, assim como a dos pobres edifícios de sua ilha.

Para ajudar a resolver isso, a quarta versão da franquia introduz as ações imediatas. Com elas, é possível erguer (ou reerguer) edificações instantaneamente ou resolver logo alguns problemas (driblando a seca com o auxílio de um helicóptero irrigador, por exemplo). Tudo isso em troca de algumas unidades monetárias, é claro. Embora isso seja uma alternativa mais cara, ela pode compensar bastante em situações de emergência ou quando o caixa do governo estiver cheio.

Opções escondidas

Há muitas opções de construções em Tropico 4, assim como diversos modos de administrá-las. É possível desde diminuir ou aumentar o salário de um emprego específico, assim como modificar regras de trabalho de um determinado local.

Contudo, será necessário descobrir sozinho essas e várias funções oferecidas pelo jogo. Algo que pode custar um montante de dinheiro que seria muito bem-vindo em momentos de crise aguda.

Img_normal

Fazer é fácil, demolir é o problema

A opção de demolir edificações pode se enquadrar no primeiro item reprovado do game, pois está situada dentro de um dos menus de construção do game em vez de estar separada. Isso acaba sendo um problema inicialmente. Afinal, como qualquer fã do gênero já sabe, é bastante fácil construir algo em um local indesejado e se arrepender logo depois.

Compre com o menor preço:
87 pc
Ótimo