O torneio mais sanguinolento da história chega explosivo em sua quarta edição!

Malcolm, o mercenário mais famoso do jogo!Em 1998 foi lançado um jogo de tiro que fez pouco sucesso: Unreal chegou ao PC com um impacto pequeno, e a prova disso é que poucas pessoas conhecem um dos títulos mais importantes da história dos jogos de tiro em primeira pessoa. Se você está se perguntando como um jogo desconhecido é tão importante para esse gênero que atualmente representa uma das maiores fatias do mercado de videogames, a explicação é muito simples: Aproveitando a engine, no ano seguinte a Epic Games lançava Unreal Tournament, conhecido popularmente como UT ou UT99.

O jogo não possuía enredo: seu único objetivo era sair vivo das arenas de violência extrema divididas em 6 modos de jogo diferentes ao estilo de Quake 3 Arena. Em 2003, o jogo ganhou nova versão, intitulada Unreal Tournament 2003, que ficou conhecida pelos fãs como UT2k3. O novo jogo, porém, chegou ao mercado defasado por títulos como Battlefield, que fora lançado um ano antes e já contava com veículos, o que revolucionou o gênero de tiro mais uma vez.

Em 2004, então, a Epic Games lançou Unreal Tournament 2004, que possuía a Unreal Engine 2.5. A nova versão possuía veículos futuristas incríveis, além de um aperfeiçoamento gráfico considerável e modos de jogo novos. O successo é evidente: até hoje os servidores do game lançado há quase quatro anos continuam lotados, provando que tempo e evolução gráfica não são páreos para uma jogabilidade muito bem desenvolvida.

Ainda em 2005, a Epic anunciou o lançamento de um novo título, que deveria se chamar Unreal Tournament 2007, que possuiria a Unreal Engine 3. A empresa prometia que o motor de jogo desenvolvido para o novo UT seria um dos mais aperfeiçoados de sua época, e não decepcionou. Durante o desenvolvimento, o nome foi modificado para Unreal Tournament 3.

Em time que está ganhando não se mexe

Apesar de alguns críticos haverem reclamado da repetitividade da série, a equipe BaixakiJogos não considera isso um problema, afinal o sistema de jogo da série já está consolidado e alterá-lo poderia comprometer a experiência, fazendo com que UT perdesse os inúmeros fãs que o consideram o ápice dos jogos de tiro em primeira pessoa.

Os principais modos de jogo continuam com a boa e velha
O Biorifle está de volta em um tom muito mais vibrante! fórmula, como o Deathmatch e Team Deathmatch, além dos modos Capture the Flag e Vehicle Capture the Flag. Nos dois primeiros, o objetivo é matar, matar e matar, sendo que no primeiro a matança é individual — no melhor estilo cada um por si — e no segundo são formadas duas equipes que devem combater entre si para descobrir qual delas é a mais violenta. Já Capture the Flag ou CTF é o modo onde dois times lutam para capturar a bandeira inimiga. Vehicle CTF, também conhecido como V-CTF, é o mesmo modo, mas em um mapa mais amplo que conta com veículos para que os jogadores se tranportem nele.

As armas também sofreram poucas modificações. Apesar de todas elas terem sido remodeladas graficamente, a maioria continua com a mesma função, como a BioRifle e sua gosma verde corrosiva, a pistola enforcer (arma inicial), o lançador de foguetes, o canhão de partículas conhecido como flak canon e outras armas clássicas. A Epic Games ainda desenterrou algumas armas disponíveis no primeiro Unreal Tournament, como o rifle de precisão, que não é semelhante ao de UT2k4, cuja munição era um raio elétrico.

Porém, há uma novidade no jogo que nunca esteve presente na série: a franquia Unreal Tournament não tinha história. Bastava aos jogadores saber que se encontravam em um campeonato mortal onde o único objetivo era sair vivo, e o resto não era importante. Porém o novo jogo conta com vídeos entre os níveis do modo campanha, apresentando uma história simplificada que serve como motivo para toda a violência do jogo.

UT agora tem enredo

E o enredo não é a única novidade: pela primeira vez o personagem padrão do jogo não é o mercenário Malcolm. Agora, você entra na pele de Reaper, um humano que viu seu planeta ser invadido pela raça alienígena Necris e quer vingança a qualquer custo.

Em outras palavras, a história é uma desculpa esfarrapada para sangue, destruição e explosões, mas é justamente isso que os fãs da série buscam, portanto o enredo pobre do jogo, que termina de maneira abrupta e sem o menor sentido, não é um ponto negativo. Na verdade esperar que Unreal Tournament 3 contasse uma história profunda é pedir demais num jogo regido pela violência gratuita.

Novos veículos e mapas interativos

Aproveitando a história da invasão Necris, os jogadores poderão jogar agora com veículos da raça alienígena que ataca o planeta Terra no modo campanha. Os veículos Necris chamam atenção por suas formas e armas inovadoras.

O Dark Walker é um veículo gigantesco que conta com três pernas longas sobre a qual está posicionado um corpo que conta com um par de raios laser poderosíssimo. O veículo comporta dois jogadores, sendo que o segundo fica na parte inferior do corpo, onde existe um canhão de projéteis comuns que o jogador controla. Este tripé desajeitado lembra muito um dos veículos alienígenas que são vistos no filme A guerra dos mundos, dirigido por Steven Spielberg e estrelado por Tom Cruise.

O Scavenger é uma nave com tentáculos que lança o mesmo par de lasers, porém movimentando-se muito mais rapidamente. Sua desvantagem com relação ao Dark Walker é que seu primo terrestre possui resistência muito superior, tornando muito difícil sua destruição.

Além deles, também é possível pilotar o Nemesis: outro tripé, porém pequeno e ágil, que possui uma bola de energia envolvendo seu cockpit. O Nemesis é capaz de retrair suas “pernas”, transformando-se numa bola de energia que rola muito rapidamente pelo cenário.

Pilote o Viper, uma moto voadora alienígena.Já o Viper é uma nave que flutua sobre o solo a pequenas alturas — com exceção dos momentos em que salta — em uma super velocidade. O veículo é a versão Necris do Manta, um flutuador presente na série desde UT2004. Existem também o Fury, que faz parte dos veículos voadores dos Necris, e o Nightshade, que é capaz de tornar-se invisível.

Unreal Tournamente 3 trouxe alguns mapas já consagrados na série — que foram remodelados — e outros novos, porém o interessante neles é a interatividade do jogador com o cenário. Um excelente exemplo disso é o mapa Deimos, onde existe um par de plataformas que troca de lugar quando um personagem sobe nelas. É uma maneira muito interessante de navegar pelo mapa.

Uma engine muito real

A Unreal Engine 3 é um dos motores de jogo mais completos do momento, sendo que além de possuir física excepcional, seus cálculos são extrememante otimizados, permitindo que um pc com configuração baixa rode gráficos de altíssima qualidade. Apesar da engine ter sido desenvolvida especialmente para UT3, sua qualidade comprovada garantiu que a Epic fornecesse a Engine a diversas desenvolvedoras que trabalharam inúmeros jogos usando o mesmo motor.

Muitos dos principais jogos de 2006 e 2007 foram desenvolvidos utilizando a Unreal Engine 3. Bons exemplos são Gears of War, da própria Epic Games, Bioshock, Mass Effect, Medal of Honor: Airborne, Tom Clancy's Rainbow Six: Vegas, Stranglehold e muitos outros, bem como alguns jogos lançados em 2008, como Gears of War 2, Army of Two e Turok.

A performance de Unreal Tournament mostra todo o poder dessa engine
maravilhosa que deverá encabeçar muitos outros títulos de sucesso durante um bom tempo. O jogo oferece uma performance gráfica maravilhosa sem exigir um PC de última geração, e foi isso que garantiu a Unreal Tournament 3 uma nota 10 no quesito gráfico.

Texturas inacreditáveis

Unreal Tournament 3 é graficamente impecável. As texturas do jogo foram construidas com um cuidado impressionante: seja no caso das armas ou do cenário, a percepção das texturas chamam muita atenção, bem como os wefeitos de iluminação, que rendem um grande aperfeiçoamento na experiência.
A Link Gun é uma das armas mais versáteis de UT.
O mapa Deimos serve como exemplo perfeito para a qualidade dos efeitos de luz do jogo: Deimos é uma base espacial que possui gravidade artificial. Para delimitar a saída e a entrada da base, existe uma espécie de bolha de luz. O jogador pode atravessar algumas dessas camadas de luz, e um brilho ofuscante permeia a tela nesse instante.

Além disso, Deimos também oferece uma boa percepção das texturas, já que nessas mesmas camadas brilhantes encontram-se feixes coloridos que parecem estar flutuando sobre a camada, algo que seria imperceptível sem um trabalho extensivo sobre as texturas do jogo.

Como se não bastassem as texturas impressionantes e os efeitos de luz que transformam o visual de UT3 em um dos gráficos mais incríveis já vistos, a grande vantagem é a leveza dos gráficos. Graças à Unreal Engine 3, a otimização de todos os efeitos foi muito aperfeiçoada, garantindo gráficos excepcionais mesmo em computadores sem uma placa de vídeo de última geração.

Ao contrário de Crysis, que apesar de possuir gráficos excepcionais exige que as placas de vídeo mais novas do mercado se esforcem ao máximo para uma experiência mediana, Unreal Tournament 3 apresenta toda essa atmosfera de altíssima qualidade sem pedir configurações astronômicas. Mesmo placas de porte médio, como a GeForce 8600GT, cujo valor é bem mais acessível que as monstruosas GeForce 8800GT, GTS e GTX, o jogo roda no máximo, nas mais altas resoluções e numa taxa de quadros bem acima do mínimo necessário para jogar.

Rampage!

Sem dúvida nenhuma, um dos momentos mais excitantes de todas as versões de Unreal Tournament é quando o narrador faz ecoar termos como “Rampage”, “Multi Kill”, “Killing Spree”, “Monster Kill”, “Dominating” e outros.

Todos esses termos exaltam o número de mortes que o jogador executou. No caso de Multi Kill, Monster Kill, Double Kill e outros, os termos representam assassinatos consecutivos, ou seja, matar um grande número de adversários em um período curtíssimo de tempo. Já Rampage, Killing Spree, Godlike e Dominating demonstram o número de assassinatos realizados sem morrer nem mesmo uma vez.

O resultado é um dos efeitos sonoros mais incríveis do jogo, que torna a experiência única e envolvente. Jogar UT3 online ouvindo repetidas explosões e a voz do narrador anunciando os combos atingidos é simplesmente emocionante. O restante dos efeitos de som também agrada muito. Assim, áudio e gráficos completam-se para fazerem de Unreal Tournament 3 um dos melhores jogos do ano.

O modo online desagradou

Nos testes do BaixakiJogos, o modo online de Unreal Tournament 3 foi uma experiência péssima, por um motivo muito simples: como o jogo ainda não conta com servidores nacionais, o atraso na resposta é constante e impede que a experiência seja digna do melhor jogo online da história. Esse aspecto tirou pontos de jogabilidade e da diversão no jogo, impedindo que UT3 chegasse num nível utópico.

É de se esperar que, com o tempo, a Epic Games lance um servidor oficial no Brasil, acelerando a velocidade dos jogos e tornando a experiência muito mais agradável. Até lá, os jogadores brasileiros têm duas opções: contentar-se com o modo campanha e jogos em rede offine ou tentar jogar com a resposta muito atrasada no modo online.

Unreal Tournament mantém a sanguinolência de sempre!

A caixa de Unreal Tournament contém a indicação etária do jogo, que é acima de 18 anos, e nela alguns dos motivos para a idade mínima estão apresentados. O último deles é “glamurização da violência”, o que define perfeitamente o título. Se você é fã de filmes como Rambo e outros, onde a violência é tudo que importa, pode estar certo que Unreal Tournament 3 e suas comemorações pelos litros de sangue derramados no cenário foram feitos justamente para você. Já se sua linha é mais voltada a um enredo profundo que, ainda que contenha violência, dê bons motivos para sua existência, provavelmente você não vá se ligar muito em UT3.
 
Unreal Tournament 3 é o mesmo jogaço de sempre!

Não há muito mais o que falar para concluir a análise de mais um jogo de uma das franquias de maior sucesso do gênero tiro em primeira pessoa. UT3 mantém a linha de Unreal Tournament 2004, porém com gráficos aperfeiçoados, armas e veículos ainda mais violentos e uma das engines mais bem desenvolvidas da história dos videogames. Portanto, se você é fã de UT, levante agora da cadeira para comprar mais esse título perfeito que a Epic Games trouxe para você.

98 pc
Excelente

Outras Plataformas

90 ps3