Velocidade frenética embalada por uma das melhores trilhas sonoras até hoje

WipEout 2048 foi um dos primeiros games anunciados para o PlayStation Vita e, como não poderia ser diferente, foi lançado em uma data muito próxima a data em que o portátil chegou ao mercado. A franquia já conta com vários títulos em sua bagagem, abrangendo diferentes consoles como PlayStation, SEGA Saturn e até PC.

A premissa básica é geralmente a mesma: WipEout propõe aos gamers corridas em veículos antigravitacionais. Isto certamente implica em ação desenfreada e muitas curvas frenéticas, e a versão para PS Vita não vai fugir dos conceitos do resto da série. Mas será que a novidade conseguiu levar o nome da franquia com qualidade? Vejamos.

WipEout 2048 é um game que tem um nome a zelar. E consegue cumprir muito bem a premissa de chegar junto ao PS Vita e ficar entre os jogos que a maioria dos donos do console certamente terá.

O jogo é excelente, fenomenal? Certamente não, pois as inovações apresentadas no jogo ficam mais por conta da excentricidade de jogar uma obra com visuais tão belos em um portátil do que pela jogabilidade e novidades propriamente dita.

Img_normal

Enfim, WipEout 2048 vale a pena e muito, principalmente para quem é fã de games de corridas. Ainda, para fazer constar, o título apresenta uma das trilhas sonoras mais bem renomadas e mais frenéticas de todo o mundo dos games.

Se 2048 for seu primeiro WipEout, é diversão garantida! Agora, se você já conhece o HD e o Fury, pode ser que você não se impressione tanto.

Visual antigravitacional

Os games para o Vita vão todos carregar um estima de “é preciso ter ótimos gráficos”. WipEout 2048 cumpre bastante bem essa premissa, apresentando gráficos muito limpos e bonitos. O destaque fica por conta dos circuitos com design futurista, sendo que as superfícies das pistas muitas vezes são reflexivas e parecem feitas de pura energia.

Img_normal

O visual dos circuitos realmente chama bastante atenção, pois, os planos de fundo são grandes e muito variados. Em certo ponto, essa característica amplia a sensação de velocidade que se tem ao percorrer as pistas acelerando cada vez mais e passando por cima das flechas que aumentam temporariamente a velocidade.

Mecânica básica

Quem já conhece algum jogo da série WipEout não terá absolutamente nenhum problema de adaptação com o novo 2048. E quem ainda não jogou nenhum outro título da franquia pegará o jeito da jogabilidade com muita facilidade.

Mesmo sem grandes inovações na jogabilidade, os controles são precisos e a sensação de movimento é frenética. Os jogadores, como de costume, podem desbloquear várias naves diferentes, sendo que cada uma delas apresenta uma forma de controle diferenciada.

Img_normal

Com isso, a estratégia se faz presente em cada um dos modos de jogo. Isso deixa a aventura mais séria e interessante. E falando em seriedade, para os pilotos conseguirem o melhor desempenho em cada uma das corridas, WipEout 2048 exige muita concentração e conhecimento das pistas.

O modo single player tem um tamanho muito bom e é muito bem resolvido. Nota-se que o game foi pensado em vários detalhes para a experiência de um só jogador pudesse ser muito bem aproveitada.

Trilha sonora alucinante!

A trilha sonora do game deveria trazer um anúncio mais ou menos nos seguintes termos: “se for dirigir na vida real, não use essas músicas”. A sensação de empolgação e de velocidade é muito potencializada com os sons das melhores músicas eletrônicas, fazendo com que você nem se lembre dos ruídos que os veículos antigravitacionais emitem.

Entre as bandas famosas que constam na composição das canções do game estão The Prodigy, The Chemical Brothers, Orbital, Kraftwerk, Camo & Krooke, além de várias outras. A princípio, você não gosta de música eletrônica? Pode ter certeza de que em WipEout, as canções computadorizadas merecem uma chance.

Aguarde para ser atendido

WipEout 2048 é extremamente bonito e conta com sons muito acima da média. No entanto, antes de começar qualquer corrida você deve aguardar o jogo carregar, o que demora um pouco. No começo da jogabilidade isso está tranquilo, “ora, é tão bonito que tudo bem esperar umpouco”.

Agora, depois de certo tempo jogando continuamente, esse tempo de espera vai se tornando cada vez mais irritante. E não há o que fazer. Você tem que simplesmente olhara para a tela e aguardar a corrida começar. Ao menos é possível cortar as animações iniciais.

Img_normal

Agora, se você estiver no meio de uma corrida e quiser começá-la novamente, o loading será muito rapidinho, certo? Errado. Você, por alguma razão qualquer, terá que esperar quase o mesmo tempo que esperou para carregar a corrida pela primeira vez.

Inovação Vita

Infelizmente o único defeito de jogabilidade do game aparece quando os comandos novos entram em cena. Os controles que utilizam a sensibilidade ao toque e o giroscópio do portátil da Sony não são muito úteis. Eles acabam gerando uma dificuldade muito maior do que os gamers precisam ao jogar.

A precisão não é ruim, os controles respondem até que bem. Mas o problema está em controlar as naves nas velocidades frenéticas em que se precisa fazer as curvas. Mesmo quem tem familiaridade com o sistema, que certamente é o nosso caso, ainda assim ele não é muito recomendado para jogar para conseguir bons desempenhos nas corridas.

Img_normal

Multiplayer

O modo multiplayer é interessante, relativamente bem fácil de conectar e de se manter conectado. Entretanto, no geral a experiência é um pouco confusa e os modos são pouco interessantes, o que faz com que você canse logo. A experiência single player é muito melhor e mais bem resolvida.

79 psvita
Bom