A Attitude Era está de volta [vídeo]

JOGATINA BJ

Durante anos, fãs de luta-livre, em particular daquelas promovidas pela WWE, clamavam pelo retorno à época de ouro da empresa: a Attitude Era. Histórias absurdas, cadeiradas na cabeça, golpes mirabolantes, momentos que faziam os fãs gritarem “MEU DEUS DO CÉU!”.

Tudo aquilo deu lugar a uma WWE contida, voltada a um público mais amplo, que não se sente muito à vontade em ver uma pessoa ser jogada do alto de uma grade de 10 metros de altura.

THQ pensou bem nisso e, tentando atender ao público que apoiou a WWE na década de 90, resolveu revitalizar a sua série de games com WWE' 13. Tendo CM Punk, o lutador que conseguiu trazer novo fôlego à empresa nos tempos atuais, o título traz os grandes momentos da Attitude Era e coloca os astros de ontem enfrentando as estrelas de hoje.

Será que o game  conseguiu capturar todos os grandes momentos do “esporte”?

Vale a pena?

WWE 13 é o jogo ideal para os fãs da World Wrestling Entertainment, misturando as estrelas de hoje com os astros do passado e reproduzindo os grandes momentos que cativaram multidões durante anos.

Para aqueles que não fazem ideia de por que que tanta gente acha graça em marmanjos se batendo em lutas roteirizadas, o modo Attitude Era pode apresentar aquele universo de uma maneira mais eficaz do que a THQ e a WWE poderiam imaginar.

O game ainda está longe de ser perfeito, mas consegue ser divertido e empolgante na medida certa.

“MEU DEUS, ELE MORREU! ELE MORREU! ELE QUEBROU AO MEIO!”

O grande atrativo de WWE 13 é, com certeza, o modo Attitude Era. O modo Road to Wrestlemania, presente nos títulos anteriores, se despede, deixando no lugar uma recriação de todos os grandes momentos que definiram a WWE durante os anos 90 e a colocou na frente da WCW, empresa concorrente durante uma batalha ferrenha pela audiência.

O modo Attitude Era se divide em sete partes: o surgimento do grupo DX, capitaneado pelos lutadores Triple H e Shawn Michaels; a soberania de Stone Cold Steve Austin; as lutas da dupla Kane e Undertaker; os grandes momentos do The Rock; as diversas surras e vitórias de Mankind; as lutas do Wrestlemania XV e alguns combates com lutadores que ajudaram a definir uma era inteira da WWE.

Img_normalSim, Mike Tyson já entrou em um ringue da WWE!

Todas as lutas tentam emular o que aconteceu, então você pode destravar arenas e lutadores caso consiga reencenar os momentos da Attitude Era.

A THQ foi um pouco além, colocando, além dos vídeos reais que apresentam as lutas, os comentários feitos por Jerry Lawler e Jim Ross, tirados diretamente dos arquivos da WWE. Isso ajuda bastante na climatização das lutas e acaba com o show de repetições de frases prontas, deixando tudo mais fluido, como se os comentaristas realmente estivessem narrando as lutas.

Sua chance de lutar ao lado de John Cena, CM Punk ou Stone Cold Steve Austin

WWE 13, assim como os outros jogos da série, traz a chance de você criar um lutador para entrar no ringue contra todas as superestrelas da WWE. O modo de construção de personagens é bem completo, sendo possível personalizar desde o corpo do lutador ou lutadora até detalhes nas suas roupas.

Img_normal

Como se isso não fosse o bastante, você pode personalizar todos os golpes do seu personagem, assim como música de entrada e efeitos quando ele chega ao ringue. O jogo também disponibiliza a chance de você criar arenas, assim como histórias inteiras para serem protagonizadas pelos lutadores da WWE.

Se você não tem paciência de ficar criando tudo isso, é possível baixar as criações feitas por outros jogadores. Você não vai ter dificuldade em colocar Kratos, Coringa, Batman ou Homem-Aranha numa ladder match ao lado de CM Punk ou The Rock.

Um jogo de luta diferente dos outros

Por se tratar de um tipo de luta completamente diferente das que todo mundo está acostumado, WWE 13 tem uma jogabilidade diferente dos Street Fighters, Tekkens e UFCs da vida.

Os socos e agarrões estão lá, mas, como acontece na vida real, tudo parece mais como uma dança do que uma luta desenfreada para ganhar. Você pode revidar agarrões, reverter especiais e conseguir ganhar depois de ter apanhado como poucos já apanharam.

Img_normal

Superiores aos encontrados em WWE 12, os controles do novo jogo conseguem ser mais agradáveis e relativamente fáceis para quem nunca jogou algo do gênero. Você ainda não poderá apertar todos os botões e esperar que seu lutador saia vencedor, mas não demora muito para você conseguir fazer coisas absurdas com eles.

Junte seus amigos e se prepare para a porrada

Uma das coisas mais legais de WWE 13 é o seu modo multiplayer. Apesar de o computador conseguir se mostrar desafiador o bastante, a grande graça é juntar alguns amigos (no mesmo lugar ou online) e enfrentá-los em lutas em celas, no ringue ou nos vestiários, utilizando mesas, escadas, cadeiras e o que mais você puder usar contra eles.

Img_normal

Pelo estilo do jogo, é difícil uma luta se tornar monótona e, durante os testes, foi possível realizar uma ladder match com seis lutadores que durou quase uma hora. As trapaças, golpes espetaculares, alianças que são criadas no calor do momento (e desfeitas logo em seguida com uma chave de braço) conseguem deixar WWE 13 extremamente divertido.

Gráficos bem mais ou menos

WWE 12 não era um jogo bonito. Você ainda conseguia identificar vários lutadores e arenas, mas era tudo tão artificial que prejudicava até a movimentação dos personagens, que pareciam bonecos de cera.

WWE 13 consegue ser um pouco melhor nesse aspecto, trazendo mais detalhes aos modelos de personagens, mas ainda é feio quando comparado a outros games.

Img_normal

Durante os testes, o jogo (que ainda não tinha recebido nenhuma atualização) apresentava alguns bugs estranhos, como pernas alongadas e que se balançavam freneticamente quando o lutador era jogado para fora do ringue ou mesas que eram quebradas quando os combatentes mal encostavam nelas. Isso quando o framerate do jogo não caía durante trocas de câmera, deixando tudo lento. Não chega a atrapalhar o jogo, mas não deixa de incomodar em alguns momentos.

Servidores que dão vontade de acertar dois pés no peito

Uma esperança que os fãs que compraram WWE 12 tinham era que os servidores da THQ seriam melhorados para o lançamento do novo jogo, já que problemas de conexão eram frequentes no título do ano passado.

Img_normal

Infelizmente, os problemas continuaram e, mais de uma vez, jogadores estavam esperando para que fosse possível um amigo entrar, enquanto esse recebia avisos de que o servidor estava fora do ar.

Problemas com o lag em partidas, dificuldade em acessar as criações da comunidade ou para entrar nos servidores ainda fazem parte do jogo, tirando grande parte de sua graça. Espera-se que a THQ resolva isso durante o período de vida do game, mas, os problemas que circulam a empresa no momento fazem com que isso seja pouco provável.

Compre com o menor preço:
82 ps3
Ótimo

Outras Plataformas

82 xbox-360