Pilotar e jogar baralho ao mesmo tempo?

Criado originalmente em 1996 a franquia de mangás, animês e jogos de cartas, Yu-Gi-Oh! parece ter sido explorada a exaustão. No entanto a cada nova “re-invenção” da série uma nova legião de fãs re-descobre o apelo do complexo jogo de cartas mágicas capazes de conjurar incríveis monstros de duelo.

Agora é a vez de Yu-Gi-Oh! 5D’s (os 5D’s se referem a cinco dragões). O novo anime da linha foi ao ar na televisão japonesa em abril de 2008 e rapidamente conquistou uma nova leva de seguidores, o que credenciou o lançamento de uma versão em mangá (que começou a ser publicada em agosto deste ano) e, é claro, video games.

Mas se você acha que Yu-Gi-Oh! 5D’s é apenas mais uma edição de uma franquia já saturada é melhor rever os seus conceitos. A nova animação muda um pouco o cenário introduzindo novos elementos a dinâmica patenteada da série, além de novas cartas 5D’s coloca toda a ação dos duelos sobre duas rodas.

Em Wheelie Breakers, o jogador invade o mundo acelerado de Yu-Gi-Oh! 5D’s para disputar os tradicionais duelos de cartas a bordo de um Duel Runner (uma moto capas de conjurar as cartas do usuário). O jogo lançado com exclusividade par ao Nintendo Wii apresenta três modalidades: corridas rápidas, modo história e competição multiplayer.


D-Wheels

“Riding Duel”, esse é o nome da competição que coloca os duelistas de Yu-Gi-Oh 5D’s a bordo de motos velozes e multifuncionais. Em Wheelie Brakers a sua capacidade em conduzir as motos é tão importante quanto a sua escolha estratégica das cartas que irão compor o seu deck, bem como a utilização destas durante a corrida.

A trama principal do jogo acompanha a saga de um piloto/duelista (controlado por você) protegido por Rally Dawson, cujos ensinamentos prometem credenciá-lo ao título de campeão do Wheelie Breakers Championship.


Presta atenção na pista mané!Para tanto você terá que duelar com varias pessoas em arenas virtuais antes mesmo de chegar ao campeonato real, no qual você irá encarar o temível Yusei Fudo.
 
Montado na bala

É verdade que a jogabilidade não é das melhores, não que seja exatamente falha, mas por não ser tão acessível (mesmo porque o jogo não oferece nenhum tipo de tutorial), pilotar as motos e duelar com cartas é um desafio por si só.

A dirigibilidade do veículo é bem simples e totalmente comandada pelo Nunchuk, enquanto que as ações ligadas ao duelo de cartas ficam atreladas ao Wiimote. Apesar da premissa o título acaba não oferecendo um desafio tão grande quanto o proposto.

A maioria dos jogadores não terá dificuldade para manejar a Duel Runner (moto) ou de utilizar as suas cartas. O grande problema é que em nenhum momento do jogo você recebe uma explicação dos comandos ou das propriedades de cada carta. Assim você deve “tatear” os controles até encontrar todas as funções.

Outro problema refere-se às idiossincrasias do sistema de jogo e tipos de cartas disponíveis na plataforma Yu-Gi-Oh!. Assim, os não iniciados ao universo dos duelos de cartas certamente terá muita dificuldade para escolher os componentes de seu deck, além de outras peculiaridades das regras, próprias dos duelos.


Super Yugi Kart

No final das contas Wheelie Breakers é uma espécie de Mario Kart, ambientado no mundo de Yu-Gi-Oh!. Você corre contra vários oponentes e ao invés de coletar cascos de tartaruga e outros itens singulares, o jogador pega cartas que por sua vez podem ser utilizadas para atacar seu oponente, se defender ou utilizar bônus.

Cartas de magia afetarão o seu corredor positivamente (ativando uma espécie de “nitro” mágico) ou dificultarão a vida dos seus adversários (“queimando” cartas de seus decks, ou diminuindo a sua velocidade e assim por diante).

Cuidado para não cair... da bicicleta! Os monstros por sua vez, podem ser conjurados para afetar diretamente os outros corredores. Os ataques podem ser dirigidos tanto para adversários que estiverem na frente quanto para os da retaguarda. As regras que valem são as mesmas de sempre: caso o poder de ataque de um monstro seja maior do que o de outro, o ataque é bem sucedido.

Se você causar dano suficiente a um determinado piloto ele irá diminuir a velocidade ou rodar na pista abrindo assim o caminho para a vitória. Mas cuidado, mais importante do que eliminar um concorrente é administrar sabiamente as cartas do seu deck.

Gerenciar as suas magias e monstros disponíveis criando uma estratégia de combate é uma arte dominada pelos verdadeiros duelistas. Pense que apesar de estar sobre uma moto o universo do jogo ainda é o mesmo dos outros jogos, animês e mangás da linha Yu-Gi-Oh!, portanto estratégia acima de tudo.

Animê desanimado

Os gráficos são relativamente bons. O aspecto cel-shade dos personagens é certamente o ponto alto dos visuais e assemelham-se muito aos do anime, Yu-Gi-Oh! 5D’s. Outro ponto positive é a taxa estável de quadros por segundo (framerates ou fps), bem como os cenários, variados e interessantes, com muitas cores e modelos bem trabalhados.

No entanto se o quesito gráfico se destaca o aspecto sonoro realmente decepciona. O trabalho de dublagem é lamentável, sem contra os péssimos efeitos presentes nas corridas e a trilha sonora repetitiva e pouco inspirada.

Para os fãs

Yu-Gi-Oh! 5D's: Wheelie Breakers é sem sombra de dúvida um produto feito para os fãs da série. A começar pelo brinde que acompanha o jogo (toda edição do jogo vem acompanhado de três cartas de Yu-Gi-Oh!).

A Konami, e o próprio anime no qual o jogo se inspira, deram novo fôlego à franquia que já parecia um tanto combalida. Wheelie Breakers mostra que ainda há espaço para novidades dentro da formula, arrebanhando ainda mais fãs para a série.

Se você é um fã da linha o jogo é uma boa pedida, entretanto se ainda não está familiarizado com o universo de Yu-Gi-Oh!, talvez esse não seja o melhor lugar para começar.


61 wii
Regular