Os 10 bugs mais esquisitos da história dos jogos
164
Compartilhamentos

Os 10 bugs mais esquisitos da história dos jogos

Último Vídeo

Os jogos não são perfeitos. Por mais que os desenvolvedores se esforcem e corrijam vários bugs, sempre haverá um ou outro erro escondido. Às vezes, por pressão do público por novos games e novas sequências, eles são lançados mesmo com seus glitches:

1 - Assassin’s Creed Unity – Problemas para todo lado

Os desenvolvedores da Ubisoft tentaram reproduzir uma cidade gigantesca dentro do jogo. A pressa em lançar uma sequência para a série, no entanto, resultou em inúmeros casos de “cabeças-fantasmas” e objetos invisíveis impedindo a passagem.

2 – Madden 15 – Tiny Titan

Para quem gosta de futebol americano, a série Madden é ótima, mas não se salva de alguns erros. Um bug fazia com que um dos seus jogadores se encolhesse para cerca de 20 cm de altura. A própria EA utilizou a isso seu favor e criou o desafio Tiny Titan: o usuário deveria tentar vencer uma partida com um dos atletas minúsculos no campo.

3 – FIFA 15 – Jogadores no meio de campo

Muito popular no Brasil, a série FIFA é uma das campeãs de bugs. Em um jogo tão complexo, um erro ou outro de física são aceitáveis. Mas, neste caso, todos os jogadores simplesmente deixavam suas posições e saíam correndo para o meio de campo, se amontoando lá, sem explicação.

4 – GTA IV – Bug do balanço

Esse é um bug bem conhecido que levou a competições de arremesso de carro. Para participar, bata com seu carro em um balaço (em um certo parquinho da cidade) e saia voando para o outro lado da cidade. Realístico, não é?

5 – The Elder Scrolls IV: Oblivion – 15 mil melancias

O predecessor de Skyrim, assim como o irmão mais novo, é repleto de bugs hilários. Um deles permitia duplicar qualquer item. Um jogador então duplicou 15 mil melancias. Por que não?

6 – Age of Empires: Age of Kings para DS – Erros para todo lado

A adaptação da série Age of Empires para Nintendo DS não atendeu ao esperado. O jogo tinha sérios problemas: bastava utilizar um nome curto demais para que seu cartucho nunca mais funcionasse. Detalhe: tentar salvar provavelmente travaria o console e apagaria todo o progresso. Infelizmente, naquela época não havia a possibilidade de atualizar jogos depois de comprados.

7 – Skate 3 – Não se brinca com a física

Todos conhecemos as leis da física. Mesmo se você não tenha estudado sobre isso, você vive na Terra, então é fácil notar quando algo não foi bem calculado em um game. Este é o caso de Skate 3. Desafios à gravidade, movimentos bizarros e arremessos para fora do jogo são apenas alguns exemplos absurdos.

8 – NBA 2K15 – Escaneamento de rostos

Uma função inovadora em NBA 2K15 permitia ao jogador escanear o próprio rosto e criar um personagem customizado. Em vez de entregar o prometido, a função acabou rendendo alguns rostos bizarros.

9 – Wolf Among Us – Movimentos impróprios

Durante uma conversa séria sobre um assassinato, algumas coisas são impróprias. Que tal dançar pole dance em um poste invisível? Pois mais absurdo que seja, este é um dos bugs de Wolf Among Us.

10 – Pokémon Red & Blue – MissingNo

Um bug em Pokémon Blue levava a um Pokémon fictício chamado MissingNo. Em vez de uma criatura mágica, MissingNo era um erro do jogo que tinha o potencial tanto de apagar seus saves quanto de replicar itens do seu inventário, se tornando um possível cheat poderoso.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.