Voxel

Crossing the Line: FPS indie com CryEngine virá para PC, PS4 e Xbox One

Último Vídeo

A desenvolvedora independente Zomboko Entertainment acaba de anunciar Crossing the Line, um título de tiro em primeira pessoa para PC, PS4 e Xbox One feito com a CryEngine. O jogo traz um protagonista que possui a habilidade de alternar entre o mundo dos vivos e o dos mortos para tentar resgatar sua esposa, falecida anos antes.

Crossing the Line tem uma história que se passa no tempo presente, alguns anos depois de um atentado terrorista que causou a morte de uma grande quantidade de inocentes, incluindo a esposa do chefe do departamento de investigação da polícia. Após o ocorrido, o personagem perdeu seu cargo e o caso foi encerrado sem qualquer explicação.

Poucos anos depois, o ex-policial começa a ter sonhos estranho e, em um deles, vê a morte de sua esposa e ouve seus gritos por ajuda, vindos diretamente do mundo dos mortos. Percebendo que ninguém acreditaria em sua história, ele então resolve voltar a investigar o caso por conta própria, com a esperança de resgatar sua mulher no além.

Zomboko Entertainment

Lobo solitário

Na realidade, a empresa responsável pelo desenvolvimento do jogo, a Zomboko Entertainment, é constituída por apenas uma pessoa, o russo Artyom Mironov. Segundo ele, o enredo e cenário do jogo já estão concluídos e a produção agora se concentra na parte gráfica, envolvendo modelos tridimensionais, rascunhos, texturas, sombras e outros efeitos. Você pode conferir algumas imagens do título na galeria no começo deste texto.

O desenvolvedor afirma que a troca entre o mundo dos vivos e o dos mortos não poderá ser feita livremente, ficando restrita para certas sequências do jogo. Além disso, o uso excessivo dessa habilidade pode ter consequências sérias, machucando o personagem ou até mesmo levando a uma permanência mais permanente no além. O jogo ainda está nos estágios iniciais de desenvolvimento, portanto teremos que aguardar por mais detalhes da jogabilidade.

Crossing the Line tem lançamento previsto em todas as plataformas citadas no segundo trimestre de 2015.

Você sabia que o Voxel está no Facebook, Instagram e Twitter? Siga-nos por lá.